Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

Esporte: Athletico passeia, Gabigol é expulso e Flamengo chega sob pressão na final

O Athletico-PR dominou e despachou o Flamengo por 3 a 0 hoje, no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES), pela 23ª rodada do Brasileirão. O resultado negativo põe ainda mais pressão no Rubro-Negro de Sampaoli para a final da Copa do Brasil.

Cacá, Alex Santana e Vitor Bueno marcaram os gols da partida, aos 27 minutos do primeiro tempo e aos 39 e aos 52 da etapa final, respectivamente.

Gabigol foi expulso na etapa final, quando o placar ainda estava 1 a 0. O camisa 10, que retornou ao time titular após ter sido reserva contra o Botafogo, recebeu cartão vermelho por ter acertado o pescoço de Cuello com o braço.

O Furacão subiu na tabela, entrou no G6 e colou no Fla. O Athletico chegou aos 37 pontos e está a dois de distância do Rubro-Negro, que aparece em quarto.

Foi o último jogo do Flamengo antes do primeiro duelo da final da Copa do Brasil contra o São Paulo — a ida será disputada no domingo (17), no Maracanã. Já pelo Brasileirão, o Flamengo volta a campo contra o Goiás na próxima quarta (20), fora de casa, enquanto o Athletico recebe o Inter na quinta (21).

Como foi o jogo

Jorge Sampaoli mexeu na equipe e promoveu a volta da dupla Gabigol e Pedro no ataque. Sem contar com o lesionado Arrascaeta e os suspensos Bruno Henrique e Ayrton Lucas, o técnico argentino improvisou Thiago Maia na lateral e deixou David Luiz solto como volante.

O Flamengo começou com alta intensidade, encurralando o adversário. Os comandados por Sampaoli controlavam as ações, trocando passes no campo de ataque, e criaram chances para inaugurar cedo o placar.

Porém, o Athletico segurou a pressão inicial, equilibrou o duelo e levou perigo até marcar. O time visitante subiu as linhas, fechou os espaços e passou a pressionar a saída de bola, forçando erros defensivos do Fla.

A estratégia de Sampaoli implodiu no decorrer do primeiro tempo. Com o esquema tático sem funcionar, os jogadores se desorganizaram em campo e mal conseguiram fazer a bola chegar até o ataque.

O treinador do Fla fez trocas para a segunda etapa, mas as mudanças não surtiram efeito. Allan, que entrou no intervalo, sentiu o tornozelo esquerdo e precisou ser substituído na metade do segundo tempo.

O Rubro-Negro ainda ficou com um a menos na reta final e tomou não só o segundo como também o terceiro. A expulsão de Gabigol frustrou as tentativas da equipe para reagir e não chegar na decisão da Copa do Brasil vindo de uma derrota.

Gols e destaques

1ª chance. Com 2′ de jogo, Pedro recebeu no pivô e tocou para Gabigol. O camisa 10 invadiu a área, mas adiantou um pouco a mais e finalizou em cima do goleiro, ganhando escanteio.

Trapalhada na defesa. Aos 19′, Léo Pereira recuou para Cunha, que se complicou e mandou no pé de Zapelli. O jogador do Athletico dominou e tentou finalizar de longe, mas foi travado por Léo Pereira.

Cunha salva. Aos 21′, David Luiz tocou errado na saída de bola, Pablo ficou com a sobra e serviu Cuello na área. O camisa 28 saiu na cara do gol, mas Matheus Cunha fechou o espaço e defendeu à queima-roupa.

1×0. Aos 27′, Vitor Bueno arriscou de longe após cobrança curta de escanteio. A bola desviou em Pedro no meio do caminho e Cunha defendeu com o pé, mas cedeu rebote que Cacá aproveitou para estufar a rede.

Quase o empate: Aos 45′, Gabigol cobrou escanteio e Léo Pereira desviou no primeiro pau. A bola encobriu Leo Linck, mas Madson tirou quase em cima da linha.

Cunha salva de novo. Aos 30′ do segundo tempo, Esquivel disparou em contra-ataque pela esquerda e cruzou para a área. Pablo apareceu livre da marcação e cabeceou, mas o goleiro do Fla conseguiu defender no reflexo para evitar o que seria o segundo do Athletico.

Pedro leva perigo. O Fla respondeu na sequência, aos 31′. Léo Pereira lançou Pedro, que dominou de costas para o gol e tabelou com Gerson. O atacante bateu colocado de fora da área e o goleiro do Athletico saltou no limite para espalmar com uma mão.

2×0. Aos 39′, Léo Pereira tentou cortar um passe, mas mandou a bola para Alex Santana, que pegou de primeira e mandou no cantinho de Cunha.

Pênalti e 3×0. Aos 48′, Pablo foi lançado na área e bateu em cima de Cunha. Rômulo ficou com o rebote, fintou dois flamenguistas e foi derrubado. Vitor Bueno foi para a cobrança, bateu no canto esquerdo e marcou o terceiro.

Ficha técnica

Flamengo 0 x 3 Athletico-PR

Competição: 23ª rodada do Brasileirão
Local: Estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES)
Data e hora: 13 de setembro de 2023, às 21h30
Árbitro: Rafael Rodrigo Klein
Assistentes: Mauricio Coelho Silva e Maira Mastella Moreira
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira
Amarelos: Wesley e (CAP) Alex Santana (CAP), Everton Ribeiro e Jorge Sampaoli (FLA)
Vermelho: Gabigol

Gols: Cacá, aos 27’/1ºT, Alex Santana, aos 39’/2ºT, e Vitor Bueno, aos 52’/2ºT

Flamengo: Matheus Cunha; Fabrício Bruno, David Luiz (Allan [Igor Jesus]) e Léo Pereira; Wesley, Thiago Maia, Gerson, Victor Hugo (Everton Ribeiro) e Cebolinha; Gabigol e Pedro.

Athletico-PR: Leo Linck; Madson (Bruno Peres), Cacá, Thiago Heleno e Lucas Esquivel; Erick, Hugo Moura (Alex Santana) e Bruno Zapelli (Willian Bigode); Vitor Bueno, Pablo e Cuello (Rômulo). O técnico é Wesley Carvalho.

Com Informações: https://www.uol.com.br

Categoria: Notícias