Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

GIRO PELO BRASIL: Pai vende o próprio filho de apenas um mês de vida por R$4 mil reais, caso chocou toda população.

Um bebê de apenas 30 dias de vida foi vendido pelo próprio pai por R$ 4 mil na Praia Grande, litoral paulista. O crime foi denunciado pela mãe da criança, ex-mulher do criminoso. A publicação é uma fonte do SBT.

De acordo com a Polícia Civil, o caso foi revelado pela mulher no dia 19 de março. Ela registrava um boletim de ocorrência contra o suspeito por lesão corporal, depois ter sido agredida por ele durante uma discussão em virtude da venda do filho recém-nascido dos dois, no dia 3 de março.

Após a revelação, um inquérito foi instaurado para descobrir o paradeiro da criança. O menino só foi encontrado na última quinta-feira, na casa da mãe do comprador, no bairro do Itaim Paulista, zona leste de São Paulo. O homem que negociou o bebê contou para a polícia que é homossexual e tinha o sonho de ter um filho com o companheiro, o que os levou a uma comunidade na internet que oferecia a compra de recém-nascidos.

A polícia suspeita tratar-se de uma rede de tráfico de crianças. Ronaldo Alves de Souza, de 47 anos, pai biológico, teve a prisão preventiva decretada e está foragido.

O homem que comprou o bebê também foi preso. Ele registrou o menino no nome dele e do companheiro, que, após afirmar em depoimento não ter conhecimento da compra, foi ouvido e liberado.

O recém-nascido foi encaminhado para um lar de acolhimento infantil, na cidade de Praia Grande, onde deve permanecer até o fim das investigações.

Com Informações: https://www.irisnobre.com.br/via SBT

EXCLUSIVO: Cinco pessoas da mesma família morrem em menos de uma semana por Covid-19 no MA

Em menos de uma semana, cinco pessoas da mesma família morreram em decorrência da Covid-19 em Caxias, cidade localizada a 366 km de São Luís.

Entre as vítimas, estão a mãe, o pai, dois filhos e um tio. Eles foram identificados como Jacinto, Guilhermina, Irene, Itamar e Gonçalo.

A notícia da morte chocou familiares e vizinhos. As vítimas, eram moradores de longa data do município e muito conhecidos no bairro onde viviam.

“Todo mundo triste, todo mundo. Todo mundo está sentido, a maioria das pessoas aqui”, disse uma das vizinhas.

Mãe, pai, dois filhos e tio morrem por decorrência da Covid-19 em Caxias (MA) — Foto: Divulgação/TV Mirante

Mãe, pai, dois filhos e tio morrem por decorrência da Covid-19 em Caxias (MA) — Foto: Divulgação/TV Mirante

Alta nas mortes

Caxias tem enfrentado o pior momento da pandemia. Nas últimas 24 horas, o município obteve 123 novos casos e oito mortes por Covid-19, sendo o maior registro desde o início do período.

Em 16 dias, 53 pessoas já morreram devido a complicações ocasionadas pelo novo coronavírus. Mesmo antes de terminar, abril se tornar o mês mais mais letal.

Ao todo, já foram registradas 270 mortes por Covid-19 em um ano. Em média, cinco pessoas morrem por dia vítimas da doença.

Entre as vítimas, estão a mãe, o pai, dois filhos e um tio. Caso aconteceu em Caxias, cidade localizada a 366 km de São Luís.

Com Informações: https://g1.globo.com

Assista em vídeo: Flávio Dino diz que aceita ser vice de Lula em 2022

O governador do Maranhão, Flavio Dino disse que aceita ser vice do ex-presidente Lula nas eleições do próximo ano. O chefe do executivo maranhense revelou essa sua disposição em entrevista nesta quinta-feira, dia 15, ao canal Rede TVT.

Ainda nesta quinta-feira o governador fez um outro gesto de muita aproximação do PT ao anunciar o nome do deputado estadual José Inácio, do Partido dos Trabalhadores do Maranhão, para ser o seu vice-líder na Assembleia Legislativa(reveja aqui).

Assista abaixo a entrevista do governador onde ele diz que seu plano principal é ser candidato ao senado, mas não deixaria de aceitar ser vice de Lula em 2022 caso fosse escolhido e convidado. A revelação pode ser conferida a partir do nono minuto da entrevista. Confiram:

Com Informações: https://eliaslacerda.com

GIRO PELO BRASIL: Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

Reajuste segue previsão de 4,3% do INPC para este ano.

O salário mínimo em 2022 será de R$ 1.147 e não terá aumento acima da inflação, anunciou o Ministério da Economia. O reajuste consta do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2022, enviado nesta última quinta-feira (15) ao Congresso Nacional.

O reajuste segue a projeção de 4,3% para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) para este ano. A estimativa também consta do PLDO.

Até 2019, o salário mínimo era reajustado segundo uma fórmula que previa o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB – soma das riquezas produzidas no país) de dois anos antes mais a inflação oficial do ano anterior. Desde o ano passado, o reajuste passou a seguir apenas a reposição do INPC, por causa da Constituição, que determina a manutenção do poder de compra do salário mínimo.

Segundo o Ministério da Economia, cada aumento de R$ 1 no salário mínimo tem impacto de aproximadamente R$ 315 milhões no orçamento. Isso porque os benefícios da Previdência Social, o abono salarial, o seguro-desemprego, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e diversos gastos são atrelados à variação do montante.

O valor do salário mínimo para o próximo ano ainda pode ser alterado, dependendo do valor efetivo do INPC neste ano. Pela legislação, o presidente da República é obrigado a publicar uma medida provisória até o último dia do ano com o valor do piso para o ano seguinte.

Em 2021, o salário mínimo está em R$ 1.100. Como o INPC do ano passado encerrou 2020 em 5,45%, puxado pela inflação dos alimentos, o valor do mínimo deveria ser R$ 1.102, mas o governo até hoje não incorporou a diferença de R$ 2 ao salário mínimo. Caso não faça isso antes do fim do ano, o resíduo será incorporado ao salário mínimo em 2022.

Com informações: https://conexaopolitica.com.br//via Agência Brasil.

EXCLUSIVO: Filho de Lula reage a Bial com palavrão

Luís Claudio Lula da Silva, um dos filhos do ex-presidente Lula, rebateu as críticas do apresentador Pedro Bial, que afirmou que só entrevistaria o petista se pudesse contar com um detector de mentiras (polígrafo) durante a conversa.

“Enfia esse Polígrafo no teu CU”, escreveu Luis Claudio numa rede social nesta quinta (15).

Bial deu essa declaração ​em entrevista ao “Manhattan Connection”, na TV Cultura, na quarta (14), ao responder ao apresentador Lucas Mendes, que perguntou se teria algum convidado que não iria ao seu programa, o Conversa com Bial (Globo).

“O Lula, ele já até disse que gostaria de fazer o programa comigo, mas tinha que ser ao vivo. Pode até ser ao vivo, mas aí teria que ter um polígrafo acompanhando todas as falas dele”, respondeu Bial.

A declaração repercutiu nas redes sociais, levando o nome de Bial aos assuntos mais comentados no Twitter na manhã desta quinta (15).

Mauricio Stycer, colunista da Folha de S.Paulo, por exemplo, criticou o apresentador. Afirmou que foi uma “grosseria gratuita”.

“Bial não teria dificuldade nenhuma de entrevistar Lula ao vivo e confrontá-lo com eventuais mentiras. A grosseria expressa mais a falta de disposição de fazer a entrevista do que, realmente, temor que o ex-presidente diga alguma mentira.

Afinal, se acontecesse, não seria a primeira vez que um entrevistado diria mentiras em seu programa”, escreveu em texto publicado no UOL.

Outros petistas reagiram ao comentário. O deputado federal e ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha postou vídeo em que Bial aparece em entrevista a Jô Soares dizendo que o golpe militar no Brasil não foi golpe. “Tem gente que chama de revolução, tem gente que chama de golpe, tem gente que chama de contragolpe, o movimento… Acho que pode ser chamado de contragolpe também”, afirma Bial no vídeo.

Com Informações: https://180graus.com

GIRO PELO BRASIL: Ministério já distribuiu mais de 50 milhões de vacinas contra covid-19

Desde o início da campanha, foram aplicadas 31,9 milhões de doses

Tânia Rego/ Agência Brasil

O Ministério da Saúde já distribuiu mais de 50 milhões de doses de vacina contra a covid-19 em todo o país desde o início da campanha. “Até o momento, mais de 31,9 milhões de doses foram aplicadas em todo o país”, informou hoje (15), em nota, a pasta.

A marca foi atingida nesta semana, com o envio de mais 6,3 milhões de doses aos estados e ao Distrito Federal, o que resultou em um total de 53,9 milhões de doses desde o início da campanha de vacinação.

Segundo o ministério, a remessa abrange 3,8 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford, produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz); e 2,5 milhões de doses da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan – ambas produzidas no Brasil a partir de matéria-prima importada. O envio será feito “de forma proporcional e igualitária” entre as unidades federativas, a partir de amanhã (16).

“Nessa leva, parte das vacinas será destinada para a primeira dose de idosos entre 60 e 69 anos, trabalhadores da saúde e forças de segurança e salvamento e Forças Armadas”, informou o ministério. Outra parcela dos imunizantes vacinará, pela segunda vez, trabalhadores da saúde, idosos entre 65 e 69 anos, além de 100 mil moradores do Amazonas.

Com Informações: https://agenciabrasil.ebc.com.br// Edição: Maria Claudia

CAXIAS ENTRISTECIDA: Morre a ex-vereadora e professora Labibe Simão aos 86 anos

Foto: Ex-vereador Fause Simão(filho) , Labibe Simão ( Mãe)  e o Desembargador Jamil Gedeon ( filho )

A professora aposentada e ex-vereadora de Caxias Labibe Gedeon Simão faleceu nesta quinta-feira (15). Ela estava internada a alguns dias em um hospital de Teresina (PI).

Foto de Labibe com os filhos e ex-vereadores: Paulo Sérgio e Fause Simão

Vereadora de Caxias na legislatura 1993/1996, Labibe Simão dedicou parte da sua vida ao magistério, foi professora e diretora por mais de 20 anos da U.E. Duque de Caxias. 

Labibe Simão era viúva do ex-vereador Fause Simão, com quem viveu mais de 50 anos, e mãe dos filhos Fause Simão Junior, Paulo Simão, Jamil Gedeon e Flávia Simão. 

Em seu perfil nas redes sociais o filho e ex-vereador Fause Simão se manifestou: “Mãe enquanto tiver vida te amarei”. 

Aos familiares e amigos os nossos sinceros sentimentos. 

PLANTÃO CODÓ: Codoenses comparecem aos postos de vacinação após o chamamento em vídeo nas redes do Prefeito Dr. Zé Francisco

O gestor codoense vem a público agradecer a todos pelo comparecimento aos locais de vacinação e mais uma vez reforçar o convite para a imunização que está acontecendo hoje, dia 15 de abril, na Escola Renê Bayma e simultaneamente na Senador Archer.

VAMOS VACINAR!

VEJA O VÍDEO DE AGRADECIMENTO DO PREFEITO DE CODÓ.

 

MAIS TEMPO: Receita adia o prazo de entrega da Declaração de Imposto de Renda

A prorrogação foi estabelecida como forma de suavizar as dificuldades impostas pela pandemia de covid-19.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A Receita Federal adiou, para 31 de maio, o prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda das Pessoas Física, ano-base 2020. O período de ajuste anual, que começou em 1º de março, terminaria no dia 30 de abril, mas foi prorrogado pela Instrução Normativa nº 2.020/2021, publicada hoje (12) no Diário Oficial da União.

De acordo com a Receita, a prorrogação foi estabelecida como forma de suavizar as dificuldades impostas pela pandemia de covid-19, assim como aconteceu em 2019. No ano passado, o prazo foi estendido em dois meses, até 30 de junho.

“A medida visa proteger a sociedade, evitando que sejam formadas aglomerações nas unidades de atendimento e demais estabelecimentos procurados pelos cidadãos para obter documentos ou ajuda profissional. Assim, a Receita Federal contribui com os esforços do governo federal na manutenção do distanciamento social e diminuição da propagação da doença”, explicou, em nota.

Em razão do adiamento, o contribuinte que deseja pagar o imposto via débito automático desde a primeira cota deverá fazer a solicitação até o dia 10 de maio. Quem enviar a declaração após esta data deverá pagar a primeira cota por meio de Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF), gerado pelo próprio programa de declaração. Nesse caso, as demais cotas poderão ser em débito automático.

Para aqueles que não optarem pelo débito automático, os DARFs de todas as cotas poderão ser emitidos pelo programa ou pelo Extrato da Declaração, disponível no  Centro Virtual de Atendimento (e-CAC) no site da Receita Federal.

Também foram prorrogados para 31 de maio de 2021 os prazos de entrega da Declaração Final de Espólio e da Declaração de Saída Definitiva do País, assim como, o vencimento do pagamento do imposto relativo a essas declarações.

A Receita destacou ainda que disponibiliza diversos serviços aos cidadãos, que podem ser acessado sem sair de casa. Por meio do e-CAC com uma conta gov.br, o portal único do governo federal, o contribuinte tem acesso, por exemplo, aos comprovantes de rendimentos informados na Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF) pelas fontes pagadoras, à cópia da última declaração entregue e à declaração pré-preenchida.

Com Informações: https://oimparcial.com.br

GIRO PELO BRASIL: Vacina brasileira poderá ter eficácia de até 12 anos, diz USP

A vacina brasileira desenvolvida por cientistas da USP Ribeirão Preto, chamada Versamune, pode ter eficácia de até 12 anos.

“A Versamune tem a capacidade de ativar todo o sistema imunológico que impede não só a entrada do SARS-CoV-2 para dentro das células como também matam as células já infectadas. Acreditamos que o imunizante gere uma memória imunológica de até 12 anos”, contou o professor do Departamento de Bioquímica e Imunologia da FMRP Celio Lopes Silva, em entrevista ao Jornal da USP.

A Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) desenvolveu a Versamune, em parceria com a Farmacore Biotecnologia e a norte-americana PDS Biotechnology.

O consórcio entrou com pedido junto à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no último dia 25 de março para iniciar os testes clínicos em humanos e espera uma resposta da agência – mesmo dia em que a agência recebeu pedido semelhante da Butanvac. (veja abaixo)

A vacina brasileira já foi testada em animais e, de acordo com Helena Faccioli, CEO da Farmacore, os testes pré-clínicos mostram que a vacina não causou danos aos animais.

“Estudos demonstram que a Versamune é segura, não apresentou efeitos tóxico nos animais, e tem grande capacidade de ativação de anticorpos, especialmente de células T (células de defesa que ajudam a combater agentes infecciosos)”, afirmou.

Os testes

O consórcio pediu autorização para fazer os estudos das fases 1 e 2, para verificar a segurança e a eficácia da Versamune em humanos.

Se aprovado pela Anvisa, o teste será feito com 360 voluntários saudáveis, com idade entre 18 e 55 anos, e em um segundo momento, de 55 a 75 anos.

No período de 3 a 4 meses serão avaliados os efeitos colaterais e se os voluntários produziram anticorpos contra o vírus da covid.

A partir de bons resultados, será feito o pedido para a fase 3. A última etapa de testes vai durar cerca de seis meses, e 10 mil voluntários serão testados.

Se a resposta for positiva, o consórcio pretende pedir o uso emergencial do imunizante junto à Anvisa no começo de 2022.

A vacina

A fase pré-clínica mostrou ser necessária a aplicação da vacina brasileira duas doses, com um intervalo de 21 dias entre elas, para o imunizante ser eficaz.

O imunizante foi desenvolvido pela junção de uma réplica da proteína S1, que é um pedacinho da proteína spike, parte do SARS-CoV-2 responsável pela entrada do vírus nas células humanas, com uma nanopartícula.

Essa combinação é injetada no organismo das pessoas e a expectativa é que o sistema imunológico crie anticorpos contra esse pedaço do coronavírus e bloqueie instalação dele nas células.

Além disso, essa nanopartícula induz a ação dos linfócitos T. Então, mesmo que a proteína S1 não produza a resposta esperada, os linfócitos ativados neutralizariam o novo coronavírus.

“Ao contrário das tecnologias de vírus e adjuvantes, essa vacina gera uma resposta imune muito específica, direcionada e poderosa, com capacidade de gerar memória imunológica no organismo e prevenir futuras reinfecções”, diz Faccioli.

Investimentos

A Farmacore não informou qual será o preço final da Versamune.

“O preço será determinado na fase de escalonamento industrial, mas terá o custo médio das vacinas que estão sendo usadas hoje no Brasil”, garantiu.

Os custos da produção da vacina são de cerca R$ 633 milhões. A empresa informou ao R7 os valores gastos divididos pelas fases de produção.

“O investimento inicial do governo federal, exclusivo para as pesquisas não clínicas realizadas sob coordenação da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, foi de aproximadamente 3 milhões de reais. Para o ensaio clínico de fase 1/2, o consórcio está buscando recursos com o Governo Federal, estimados em R$ 30milhões. Com tudo certo, o investimento para a fase 3, por questões de um maior número de voluntários e toda a questão logística que esse processo demanda, deverá girar em torno de R$ 300 milhões (os valores são estimados e é necessário atualizar as cotações e orçamentos de acordo com o número de participantes dos ensaios clínicos)”, divulgou a assessora de imprensa do consórcio.

Butanvac

Além da Versamune, o Butantan também espera a resposta da Anvisa para começar testes clínicos da Butanvac, outra vacina brasileira produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o Icahn School of Medicine, no Mount Sinai, em Nova York (EUA).

A Agência informou que ainda faltam protocolos dos estudos pré-clínicos dos dois imunizantes, para que sejam analisados e, a partir daí, liberados.

Com informações do Jornal da USP e https://www.sonoticiaboa.com.br/R7/