Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

Alunos do Ensino Médio vão ganhar poupança para estudar; incentivo


Com as bolsas, o governo quer garantir que estudantes do ensino médio concluam os estudos. Foto: Reprodução/Arquivo (Agência Brasil).

Alunos do ensino médio deverão receber bolsa de estudos e mais uma poupança para garantir que sigam na escola e concluam o 3º ano com êxito. O programa será divulgado em breve e está em fase de finalização. A ideia é que os alunos não precisem abrir mão dos estudos para trabalhar, como ocorre há anos no país.

O programa de bolsas de estudos e poupança deve ser direcionado principalmente para os estudantes que fazem parte de famílias de baixa renda e que se veem no dilema entre seguir na sala de aula ou ter de trabalhar para ajudar em casa.

A iniciativa foi anunciada pelo ministro da Educação, Camilo Santana, cujos os valores da bolsa de estudos e da poupança ainda não foram divulgados. “A ideia é dar um auxílio que será mensal e uma poupança para que ele possa receber ao final do ensino médio, por ano.”

Evasão

Os dados do Ministério da Educação mostram que  7% dos estudantes do ensino médio abandonam o curso e o foco está em reverter essa prática.

“A ideia é que a gente possa garantir um apoio porque quando um aluno chega no ensino médio, de idade de 14 ou 15 anos, geralmente é aquela fase que, diante da dificuldade da família, ele precisa trabalhar”, afirmou o ministro.

O programa está na fase final e aguarda detalhes orçamentários para ser fechado.

Auxílio e poupança

Com o auxílio, o país pode garantir que a renda chegue na casa de famílias de baixa renda sem que os estudantes deixem as escolas.

“O objetivo da bolsa é ajudar em despesas do dia a dia”, segundo o ministro.

Já a poupança, é uma segurança para o final do ano.

“Ela poderá ser resgatada pelo aluno para projetos individuais dele, como abrir o negócio ou pagar estudos em uma faculdade”, disse.

Em ambos os casos, será exigido uma contrapartidas dos estudantes: frequência escolar e aprovação nas disciplinas.

Escolas Conectadas

Junto com o anúncio do programa de bolsas para estudantes do ensino médio, foi assinado a Estratégia Nacional de Escolas Conectadas.

A meta é expandir a conexão de internet para todas as 138,4 mil escolas públicas em todo o país até 2026.

No Brasil, aproximadamente 40 mil escolas não têm disponibilidade de tecnologia para acesso à banda larga. Já outras 42 mil, têm acesso à internet, mas em velocidades baixas.

O governo vai usar R$ 6,5 bilhões em recursos com o Novo PAC. Esse dinheiro vai financiar infraestrutura, em convênios com estados e prefeituras.

Também serão distribuídos tablets e computadores.

A medida une a tecnologia para promover a cidadania digital e adaptar a conectividade para melhor o aprendizado nas escolas.

Além das bolsas, os estudantes vão ganhar uma poupança que será retirada ao concluir os estudos. Foto: Reprodução/Marcelo Camargo (Agência Brasil).

Além das bolsas, os estudantes vão ganhar uma poupança que será retirada ao concluir os estudos. Foto: Reprodução/Marcelo Camargo (Agência Brasil).

Com Informações: https://www.sonoticiaboa.com.br//via  Agência Brasil.

Categoria: Notícias