Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

BASTIDORES DO MARANHÃO: Vereador que jogou dinheiro pela janela da Câmara de Cândido Mendes será investigado e pode ser cassado

Além da repercussão negativa e as consequências serão complicadores para o vereador, o prefeito e outros implicados numa suposta compra de mandato, que acabou com milhares de reais em cédulas, sendo jogado para o povo pelas janelas da Câmara Municipal da cidade Cândido Mendes, distante 342,3 km da capital, São Luís, no Maranhão. Os Ministérios Público e Eleitoral, a Polícia Civil e a própria Câmara Municipal de Cândido Mendes já se movimentam para investigar o caso vergonhoso de corrupção, em que teriam outros implicados como negociadores e um pedido de cassação do seu mandato pela prática do ato, não está descartada. A procedência do dinheiro e uma carta renúncia registrada em cartório pelo vereador Sabada Filho (PCdoB), autor da façanha de jogar dinheiro pela janela vão movimentar ações das autoridades para apurar os fatos. O prefeito José Bonifácio de Jesus – “Facinho”, será convocado pelas autoridades para se manifestar sobre as imputações do vereador Sabada Filho.

Rasgou carta renúncia fez acusações sem provas e jogou dinheiro pela janela

A sessão da Câmara Municipal de Cândido Mendes foi convocada para que o vereador Sabada Filho, apresentasse a sua renúncia ao cargo com as devidas justificativas, sendo a principal delas, o desejo de deixar a política e ingressar em projetos comerciais. Até então, não havia qualquer sinalização de negociação de mandato, muito embora os comentários já serem intensos na cidade. Ao iniciar a sessão, o vereador Sababa Filho (PCdoB), fez um longo discurso na Casa, onde era esperado que ele renunciasse ao cargo. Inesperadamente, ele rasgou a carta de renúncia e afirmou ter recebido R$ 300 mil do prefeito Facinho (PL) para desistir do mandato.

Em ato contínuo, o vereador exibiu uma mochila cheia de dinheiro e disse temer pela própria vida. O parlamentar afirmou que não iria renunciar e jogou as notas pela janela da Câmara dos Vereadores, fazendo a festa de muita gente que estava do lado de fora do legislativo municipal, aguardando a renúncia de Sabada Filho O valor a princípio seria de R$ 250 mil e depois disseram se tratar de R$ 300 mil, que não foi totalmente arremessado na “chuva de dinheiro.”

O dinheiro arremessado pelo vereador causou muita confusão e brigas em frente a Câmara Municipal, havendo imediatamente a intervenção da polícia, que proporcionou a que muita gente debandasse com receio de ter que devolver o dinheiro. O vereador ficou com receio de ser conduzido à delegacia, se manifestou em ir fazer um registro policial, sem dizer quais as justificativas apresentadas as autoridades policiais.

 Prefeito da cidade se manifestou

O prefeito José Bonifácio Rocha de Jesus, conhecido como “Facinho”, informou que todas as medidas judiciais cabíveis serão tomadas para esclarecer a verdade e proteger a sua integridade da sua administração. Buscaremos a devida apuração dos fatos e a responsabilização dos envolvidos na propagação de informações inverídicas.

Fonte: https://aldirdantas.com//via AFD

Categoria: Notícias