Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

RECORDE MUNDIAL: SUV indiano entra para o Guiness ao cruzar deserto na Austrália

Modelo de marca pouco conhecida fora da Ásia enfrentou árido percurso off-road

Veículo percorreu 385km em 13 horasFoto: Mahindra/Divulgação

Você se lembra da Mahindra? Trata-se de uma marca indiana de veículos, que inclusive já esteve presente no mercado brasileiro, com a linha Scorpio, então montada em Manaus (AM). E foi justamente esse modelo, com carroceria do tipo SUV (já houve também uma picape homônima) que acaba de entrar para o Guiness World Records, após atravessar o deserto de Simpson, localizado na Austrália.

Isso, porque o SUV da Mahindra completou o percurso, de aproximadamente 385km, em 13 horas: é o tempo mais baixo já alcançado por um carro de produção em série na travessia do deserto de Simpson. O veículo em questão é um Scorpio-N, de projeto mais novo. Vale esclarecer que, na Índia, há também o Scorpio Classic, de geração anterior, que segue no mercado local como opção mais em conta.

SUV da Mahindra atravessou 1.100 dunas de areia

Inicialmente, pode parecer que o tempo de 13 horas para percorrer um trajeto de 385km é grande demais. Mas não é esse o caso, já que o deserto de Simpson representa um grande desafio off-road: durante a façanha, o veículo atravessou nada menos do que 1.100 dunas de areia, além de um trecho composto por salinas. E, isso, sob um forte calor de aproximadamente 50°C.

A bordo do Mahindra Scorpio-N, estavam os pilotos Gene Corbett e Ben Robinson. A travessia foi acompanhada por fotógrafos e cinegrafistas, que registraram os desafios. Claro, não faltou também uma equipe do Guiness World Records, que verificou o cumprimento do percurso dentro do tempo estabelecido.

Por sua vez, a Mahindra está, claro, aproveitando a façanha em campanhas de publicidade do SUV. A marca destaca o “impressionante desempenho off-road”, a “engenharia excepcional” e até o design do Scorpio-N, embora esse último item não tenha feito qualquer diferença na obtenção do novo recorde.

Com Informações: https://www.vrum.com.br

Categoria: Notícias