Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

Agora Lascou: Policiais acusados de compor milícia em Caxias e Aldeias Altas podem estar sendo vítimas de conspiração política

Investigações dão conta que as acusações contra os policiais podem ser motivadas por questões políticas na região 

Foto: ( Divulgação )

 

Em abril deste ano, mais precisamente no dia 30/04, cinco policiais militares lotados no 2º BPM em Caxias-MA foram presos temporariamente acusados de vários crimes, dentre eles a participação em homicídios e formação de milícia. Dentre os policiais presos na época, uma PM Feminina já foi posta em liberdade, após a sua defesa conseguir comprovar falta de provas que justificassem o cerceamento da sua liberdade.

A liberdade da policial aconteceu justamente, após a apresentação espontânea de Santo da Conceição Silva, pistoleiro, onde o mesmo prestou um depoimento bombástico em um cartório de São Luís, o qual acusou um outro pistoleiro conhecido por “Zaqueu” de orquestrar tudo a mando do político de Aldeias Altas, identificado por Kedson de Araújo Lima, do PC do B de Aldeias Altas, onde este disputou as últimas eleições a prefeito e perdeu o pleito para o atual gestor daquela cidade.

De acordo com o delator, Kedson teria idealizado a farsa para desestabilizar o grupo político do atual prefeito José Reis, atribuído os crimes de homicídios na região aos cinco policiais presos. Até o presente momento já se foram 4 meses, sem que nenhum fato concreto surgisse e que desabonasse a conduta dos policiais presos. Vale ressaltar que, o Termo de Declaração prestado por Santo, foi registrado em Cartório, mais precisamente no Cartório Celso Coutinho, localizado em São Luis.

A cada dia fica mais difícil entender os motivos da demora do Poder Judiciário determinar o relaxamento das prisões dos militares, já que fora constatado o Abuso de Autoridade, Coação a Testemunhas e Ameaça praticada contra testemunhas.

De acordo com o apurado por nossa equipe, um homem que trabalha como vigilante na cidade de Aldeias Alta, mais precisamente na Escola Vidigal, esse teria sido uma das vítimas do grupo que tenta por todas as vias manchar o nome de policiais militares que possuem um grande serviço prestado naquela região, mas que por estarem pautados na legalidade, acabam por atrapalhar políticos com grande influência na esfera estadual.

Veja no vídeo abaixo que o vigilante Raimundo Nonato dos Santos Júnior conta com detalhes a linha de atuação de um dos delegados responsáveis pelas investigações contra os militares, trata-se do delegado Jefrey Furtado, cuja acusação é a de ameaça, violência psicológica, entre outras.

O advogado do vigilante já está tomando todas as medidas cabíveis contra a violência praticada contra pessoas sem esclarecimentos, na tentativa de falsear provas e induzir testemunhas a falar o que não condiz com a verdade, segue abaixo a comunicação ao Ministério Público feita pela defesa de Raimundo Santos Júnior.

Documentos da Representação da defesa

Nossa equipe está acompanhando o caso e assim que tivermos mais novidades estaremos aqui publicando o desenrolar desse fato que comoveu a família PMMA do 2º BPM em Caxias

Com Informações: https://www.emaranhao.com.br

Categoria: Sem categoria

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.