Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

Aconteceu: Acusada de matar gestante para roubar feto irá a júri popular


Data do julgamento ainda não foi marcada porque, segundo o Ministério Público, a acusada e algumas testemunhas ainda precisam ser ouvidas

O caso do assassinato da adolescente grávida, esfaqueada para roubo do feto, irá a júri popular. A data do julgamento ainda não foi marcada porque, segundo o Ministério Público, a própria acusada, Mirian Aparecida Siqueira, de 25 anos, e algumas testemunhas ainda precisam ser ouvidas. A ré responde pelo crime de homicídio com agravantes, como dissimulação (por ter forjado uma situação para levar a jovem até sua casa), uso de meio cruel (por ter estrangulado Valíssia) e motivo torpe (por retirar o feto do útero da vítima). Se somadas, as penas podem chegar a 40 anos de prisão.

A advogada que defendeu a acusada na primeira fase do inquérito, Alhana Karine Costa Silva, foi procurada pelo G1, mas não comentou a decisão. A vítima, Valíssia Fernandes de Jesus, tinha 15 anos e estava grávida de oito meses. Para a polícia, Mirian Aparecida Siqueira assassinou a adolescente a facadas e retirou o feto abrindo a barriga de Valíssia. O bebê acabou morrendo.

Mirian se apresentou à polícia em outubro, na região de Sertãozinho (SP), e foi levada para a delegacia de Pitangueiras (SP), local onde ocorreu o crime. Acompanhada da mãe, a acusada não quis falar sobre o ocorrido.

O corpo de Valíssia estava dentro de um tambor nos fundos de uma casa e o feto no interior do banheiro, ao lado de parte do útero. Quem achou o corpo foi o dono da residência, que é marido de Mirian. Ele contou que a mulher tinha dito que estava grávida. Mirian foi flagrada lavando o quintal horas após entrar com a vítima no imóvel, no Jardim Bela Vista. 

FONTE: https://www.noticiasaominuto.com.br

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.