Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

Concursos PRF e Polícia Federal podem oferecer 7.895 vagas; Salários de até R$ 10 mil

Foram solicitados a abertura de novos editais de concursos públicos ao Ministério da Economia com cargos que exigem tanto nível médio como superior.

Novos concursos para a Polícia Federal (PF) e Polícia Rodoviária Federal (PRF) pode surgir! Foi solicitada a abertura de novos editais de concursos públicos ao Ministério da Economia. Há informações que, se autorizados, os certames trarão a oferta de, nada menos, que 7.895 vagas para ambas as corporações.

Concurso da PF

No caso da Polícia Federal, foram requisitadas 3.460 vagas, das quais 3.103 não especificam cargos. As demais 357 são para postos da área administrativa. Dessa área, 234 para candidatos de ensino médio e 123 para nível superior. Os salários variam entre R$ 4.746,16 e R$ 7.841,95.

Aquele que exige nível médio completo é o cargo de agente administrativo, cujo salário básico do cargo é de R$ 2.279,16. Junto a isso, os profissionais são contemplados com gratificação de desempenho de atividade de apoio técnico administrativo no valor de R$ 2.467, o que totaliza R$ 4.746,16 mensais.

Já os cargos que demandam nível superior, a solicitação conta com vagas para os cargos de médicos (62), psicólogo (09), administrador (18), arquivista (08), assistente social (14), contador (09), enfermeiro (02) e farmacêutico (01).

Enquanto os médicos receberão um salário inicial de R$ 7.841,95 (salário básico de R$ 4.804,95 e gratificação de R$ 3.037), os demais cargos terão direito a um ganho de R$ 5.776,47 (R$ 2.402,74 de salário básico e R$3.374,00 de gratificação de atividade de apoio técnico administrativo).

Ademais, o objetivo do certame é realizar o preenchimento de cargos no período de 2020 a 2022.

Concurso da PRF

Já para Polícia Rodoviária Federal (PRF), foi feita a solicitação de 4.435 vagas. Tal quantitativo será distribuído entre os cargos de Policial Rodoviário Federal (4.360) e Agente Administrativo (75).

Para participar é exigido nível superior (em qualquer área) e carteira nacional de habilitação (CNH) na categoria ”B”.

A carreira de policial rodoviário federal paga um salário inicial de R$ 10.357,88 em 2019, incluindo auxílio-alimentação, atualmente fixado em R$ 458.

No caso do cargo de agente administrativo, é necessário que o candidato possua diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio (antigo segundo grau), fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC. Ganhos são de R$ 4.270,77, já incluso o vale-alimentação.

Os candidatos passarão por prova objetiva de conhecimentos específicos, prova discursiva, exame de capacidade física, avaliação de saúde, avaliação psicológica, investigação social, avaliação de títulos e curso de formação profissional como forma de avaliação.

Polícia Federal não precisará mais solicitar a abertura de concursos ao Ministério da Economia

Foi publicado, em março deste ano, o decreto com a nova autorização de concursos. Entre as mudanças, a Polícia Federal, não precisará mais solicitar a abertura de concursos ao Ministério da Economia. Assim, o órgão terá autonomia para autorizar a realização de novos concursos e estabelecer o provimento de cargos.

Vale frisar que setor administrativo ainda dependerá de autorização do Ministério da Economia. Isso porque a condição é válida apenas para a área policial.

No entanto, mesmo com a autonomia, como a solicitação foi feita em maio, o futuro certame ainda consta como solicitado, vista que a independência só foi vigorada em junho deste ano.

Sendo assim, os concursos para Polícia Federal deverão ocorrer em situação em que o número de vagas exceder a 5% dos respectivos cargos ou com menor percentual de cargos vagos, conforme necessidade e critério do Ministro de Estado da Justiça e Segurança Pública.

Nessa perspectiva, Adriano Marcos Furtado, o novo diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, informa que será a favor da abertura de concursos anuais para corporação.

Com Informações: https://editalconcursosbrasil.com.br

CAXIAS EM DETALHES: Integrantes do núcleo duro governista caxiense riem a valer quando se referem aos pré-candidatos a prefeito de oposição até agora conhecidos!…

Integrantes do núcleo duro governista caxiense fazem piadas e tiram sarro com as pré-candidaturas de opositores até agora lançadas…

Franco-atirador

mirou no que viu e acertou no que não viu…

…O que relembra também a própria candidatura do então desconhecido vereador Fábio Gentil (PRB), que se lançou como franco-atirador no jogo eleitoral tupiniquim e acabou vencendo a disputa de 2016 contra todas as probabilidades até ali avaliadas no cenário político da Princesa do Sertão…

Deu no que deu

…Naqueles idos de então o prefeito Léo Coutinho (PSB) e aliados agiam de forma muito parecida quando se referiam à candidatura na época de ‘Cabeludo’… E deu no que deu!!!…

O enredo

falso enredo…

…O que mostra quanto é comum que as pessoas tendem a esquecer o enredo do que passou, principalmente quando esse enredo acontece na labuta político-partidária… Daí porque também as ‘tragédias’ inesperadas acontecem!!!

 

Com Informações: https://jotoniovianna.com.br

EXCLUSIVO: Gravação indica que Domingos Brazão mandou matar Marielle

Denúncia do MPF ao Superior Tribunal de Justiça aponta o político como principal suspeito e o envolvimento de diversos milicianos e PMs

MARIELLE FRANCO, VEREADORA ASSASSINADA NO RIO DE JANEIRO. FOTO: MÁRIO VASCONCELLOS/CMRJ

A vereadora Marielle Franco (PSOL) e o motorista Anderson Gomes foram mortos a mando do político Domingos Brazão, que pagou por 500 mil reais pelo crime. É o que afirma o miliciano Jorge Alberto Moreth, durante uma conversa telefônica com o vereador Marcello Sicilliano (PHS), segundo documentos do Ministério Público Federal (MPF) obtidos pelo portal UOL.

Raquel Dodge, quando ainda ocupava o cargo de procuradora-geral da República, apresentou ao Superior Tribunal de Justiça denúncia por obstrução no caso Marielle.

Na gravação, o miliciano aponta os três verdadeiros assassinos da vereadora: Leonardo Gouveia da Silva, o Mad, Leonardo Luccas Pereira, o Leléo, e Edmilson Gomes Menezes, o Macaquinho.

Os indivíduos citados são matadores de aluguel do Escritório do Crime e chefiam uma milícia no Morro do Fubá, na zona norte do Rio de Janeiro, indicam investigações da Polícia Civil.

De acordo com Moreth, um dos líderes da milícia em Rio das Pedras – onde Brazão tem grande influência eleitoral -, o crime teve o comando de Ronald Paulo Alves Pereira, major da Polícia Militar (PM) e o apoio do major Ronald Paulo, que estava em outro carro no momento do assassinato.

A ligação, encontrada no celular de Sicilliano pela Polícia Federal, ocorreu em 8 de fevereiro de 2019. Na época, o vereador e o miliciano Orlando Araújo eram suspeitos de envolvimento no crime.

Moreth está preso desde maio.

Também estão detidos o PM da reserva Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Vieira de Queiroz. Para a Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro, eles são os assassinos da vereadora. Ambos negam participação no caso.

Diálogos

Na gravação, Sicilliano pergunta a Moreth quem era o mandante do crime. O miliciano responde que havia sido Brazão, adversário eleitoral do vereador. “Os moleques foram lá, montaram uma cabrazinha, fizeram o trabalho de casa, tudo bonitinho, ba-ba-ba, escoltaram, esperaram, papa-pa, pa-pa-pa pum. Foram lá e tacaram fogo nela [Marielle].”

O assassinato custou 500 mil e teria sido intermediado pelo ex-PM Marcus Vinicius Reis dos Santos, o Fininho, também membro da milícia de Rio das Pedras.

Moreth: Sim. Tu não conhece o “Fininho” não cara, que trabalha pro Brazão aqui no Rio das Pedras não? (…) Ele fez esse contato, o bagulhinho foi quinhentos conto, irmão, pra matar aquela merda, quinhentos cruzeiros. Cada um levou uma pontinha, o carro saiu realmente lá de cima do Floresta [um clube na zona oeste do Rio], eles foram lá, tiraram foto, câmera, ba-ba-ba, só que o carro era um doublé e o carro já acabou, a arma já acabou. Um dos moleques já está foragido por outras coisas, eles têm pica pra caralho. De todos esses caras que morreram eles têm pica. Quem empurrou foi os três moleques a mando de Sr Brazão, simples.

Na conversa, Moreth diz não saber a motivação do crime. “Agora, a motivação do Brazão, se foi por motivo torpe, ou por ganância, ou por raiva da mulher, por qualquer coisa … porque eles não acharam que ia dar essa repercussão toda, chefe!”

Com Informações: https://www.cartacapital.com.br

Entidade procura provador de maconha e oferece salário de R$ 12,6 mil

Funciona assim: todo mês, o provador receberá uma caixa com vários tipos de produtos feitos com maconha e vendidos

A entidade American Marijuana está oferecendo um emprego nada comum: provador de maconha. O contratado não poderá ser apenas um simples consumidor da erva, mas sim um expert no assunto. Pelo trabalho, a organização online pagará salário mensal de o equivalente a R$ 12,6 mil, por um contrato de um ano. Os interessados devem morar em estados dos EUA ou do Canadá onde a maconha seja legalizada e apresentar atestado de sanidade física e mental. Ter algum tipo de pós-graduação no tema ajuda. As informações são do Extra.

Funciona assim: todo mês, o provador receberá uma caixa com vários tipos de produtos feitos com maconha e vendidos em território americano. O selecionado os testará e terá que apresentar relatórios regulares sobre a qualidade e as características do que consumiu. Ele terá um blog para se comunicar com os visitantes da American Marijuana, criada em 2014 com o objetivo de promover o consumo mais seguro da erva.

“Se você acha que tem coragem de fumar maconha todos os dias, como na canção de Snoop Doog, você deve ser o cara de que precisamos”, diz o anúncio de emprego. Aos que duvidaram da veracidade da oferta, um recado: “100% real”.

Com Informações:https://www.meionorte.com

 

CAXIAS EM FOCO: Tino Castro mostra força como pré-candidato a prefeito de Caxias

O empresário Constantino Castro Neto, o Tino, agora é oficialmente pré-candidato a prefeito de Caxias (MA) pelo PRTB. O lançamento da pré-candidatura de Tino ocorreu durante o ato de sua filiação às hostes peerretebistas, realizado na quinta-feira (28) em evento coordenado pelo presidente municipal da legenda, empresário Robério Cantalice, e que contou com presença do presidente estadual da legenda no Maranhão, Jairzinho Filho, que veio exclusivamente para a festa político-partidária, numa clara manifestação de apoio à pré-candidatura tinista.

Chamou atenção, além do esmero na organização do evento, o comparecimento de um público significativo, que lotou as dependências do auditório do Hotel Alecrim e fez questão de manifestar apoio ao pré-candidato. A repercussão não poderia ter sido melhor, já há quem diga que Tino poderá ser a grande novidade do cenário eleitoral que começa ganhar corpo. 

Por ser o primeiro ato público oficial de uma agremiação partidária com vistas ao pleito municipal vindouro, o lançamento de Tino é o pontapé inicial da campanha pré-eleitoral de 2020 em Caxias. E teria acendido a luz de alerta no QG do grupo abancado no Palácio da Cidade.

Veja as fotos do evento de lançamento da pré-candidatura de Tino Castro a prefeito de Caxias

A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo Francilene Bezerra, pessoas sorrindo, pessoas em pé

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, multidão e área interna

A imagem pode conter: 13 pessoas, multidão

A imagem pode conter: 9 pessoas, multidão

A imagem pode conter: 14 pessoas, pessoas sorrindo

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas em pé

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé e listras

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas

A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sentadas

A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas

A imagem pode conter: 14 pessoas, incluindo Francilene Bezerra, pessoas sorrindo, pessoas sentadas

 

 

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo Jairton Santos, pessoas sorrindo, pessoas em pé

A imagem pode conter: 7 pessoas, incluindo Wagner Monte e Jairton Santos, pessoas sorrindo, pessoas em pé

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo

A imagem pode conter: 8 pessoas, incluindo Francilene Bezerra, pessoas sorrindo, pessoas sentadas

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas em pé

A imagem pode conter: 14 pessoas, incluindo Marcos Antônio, pessoas sentadas e área interna

A imagem pode conter: 16 pessoas, pessoas sentadas e multidão

A imagem pode conter: 6 pessoas, incluindo Wagner Monte, pessoas sorrindo, pessoas sentadas, pessoas em pé e listras

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé

 

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas

A imagem pode conter: 11 pessoas, pessoas sentadas e multidão

A imagem pode conter: 10 pessoas, incluindo Francilene Bezerra, pessoas sorrindo

A imagem pode conter: 9 pessoas, incluindo Joelma Duarte, pessoas sentadas

A imagem pode conter: 13 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e área interna

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas

A imagem pode conter: 5 pessoas

Com Informações: http://ricardomarques.tv.br/fotos Marcos Monteiro

 

 

CAXIAS EM DETALHES: Festa dos professores será hoje no Singulares

O clube das Luluzinha é composto por mulheres caxienses que se organizam em favor da classe (Da redação Repasse Informativo)

Professores caxienses estão se organizando para mais um encontro neste sábado no espaço Singulares.

A Festa dos professores é uma realização de um grupo de mulheres, que na sua maioria são educadoras.
O grupo é o Luluzinhas em Ação. O objetivo da festa é homenagear os professores pela sua luta diária e a melhor forma de homenagem é a descontração alegria e divertimento, reconhecendo o trabalho de cada um tem pela Educação, e ainda, os alimentos arrecadados serão doados para Fazenda Esperança.

Confira os detalhes no convite:

Nenhuma descrição de foto disponível.

ACONTECEU EM CAXIAS: Evento grandioso marca chegada de Tino Castro no PRTB como pré-candidato a Prefeito de Caxias

Em noite memorável e histórica na política caxiense, empresário Constantino Castro (Tino Castro) é recebido com entusiasmo em evento que marca sua chegada ao PRTB.

Na noite de ontem quinta feira (29) o auditório do Hotel Alecrim ficou pequeno com a presença de amigos, familiares, lideranças comunitárias, ex-vereadores e comunidade em geral para prestigiarem o ato de filiação do jovem empresário Tino Castro, pré candidato a prefeito de CaxiasUm momento histórico na história política recente da princesa do sertão. Cerca de 300 pessoas lotaram o espaço de convenções e sobre fortes aplausos disseram sim à Tino.

Tino Castro chegou acompanhado de sua esposa, do Presidente municipal do PRTB Caxias Roberio Cantalice, o Presidente estadual do partido Jairzinho Filho, Presidente do PTB Caxias Raimundo Pila, empresário Pedro Barros e dezenas de pré candidatos a vereadores e lideranças políticas. Estiveram presentes também o Presidente do PSL Caxias Luis Carlos Moura e Marcos Monteiro do PRP além do vice Presidente PROS Caxias.

Era visível a empolgação das pessoas que prestigiaram o ato, Tino Castro chega como uma opção de renovação e terceira via que já demonstra força política, maturidade, carisma e determinação. Em sua fala o empresário destacou a família como base de tudo, destacou a importância da unidade e lembrou do início do projeto que iniciou com 7 pessoas e hoje conta com um enorme grupo que sonha em ver um novo rumo político na cidade de Caxias afastando de vez os principais grupos políticos da terra de Gonçalves Dias.

Certamente foi um evento que entra para a galeria da história da cidade, no discurso do empresário Pedro Barros, foi lembrado que apenas o saudoso Humberto Coutinho conseguiu fazer este feito inédito, reunir e agregar diversos setores da sociedade numa frente ampla oposicionista que venceu as eleições daquele momento.

“Estou determinado e firme nesse projeto, não tenho medo pois tenho vocês comigo, comecei quase sozinho e hoje tenho isso tudo. Obrigado” Finalizou Tino Castro

VEJA AS FOTOS

Com Informações: https://defrentepranoticia.wordpress.com

ENQUETE: Se a eleição para prefeito de Caxias fosse hoje e os candidatos fossem esses, em quem você votaria?

O Blog Repasse Informativo lança hoje (29) mais uma enquete sobre as eleições de 2020 na cidade de Caxias. Desta vez queremos saber em qual dos nomes você votaria para prefeito se as eleições fossem hoje.

ELEIÇÕES 2O2O - Se a eleição para prefeito de Caxias fosse hoje e os candidatos fossem esses, em quem você votaria?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

ACONTECEU EM CAXIAS: Caxiense retorna à terra natal após 32 anos e se lança pré-candidato a vereador ao lado de Tino Castro

Jairton Santos e o Empresário e pré-candidato a Prefeito Tino Castro

 

O retorno

Depois da experiência vivida por muito tempo em Brasília-DF, o caxiense nato, Jairton Santos, blogueiro, poeta, pensador e policial aposentado do Distrito Federal, volta para nossa cidade Caxias-Maranhão, de forma definida, filiando-se ao partido PRTB e aspirando a pré- candidatura de vereador em Caxias, estando preparado para o engajamento e finalidade com características políticas notáveis.

 

 

MOMENTO POÉTICO: PROCURA-SE COELHO NETTO

Por: EDMILSON SANCHES

Na busca de notícias de familiares e herdeiros do escritor Coelho Netto, conversei com o maranhense (de Brejo) Tobias Pinheiro, no Rio de Janeiro. Tobias, à época o rijo jornalista e escritor setentão, que vive há décadas no Rio de Janeiro, ele e sua mulher, dona Ozita (que certa vez, em seu apartamento, na Barra da Tijuca, me brindou com um prato de favas, no jantar. Parece que ela adivinhava que eu gostava de favas.) Tobias é também um polígrafo, uma enciclopédia viva, uma memória admirável. Disse-me que teve contatos com Violeta, irmã de Coelho Netto, e dona Zita, filha, esta que congregava na mesma igreja da mulher dele, Tobias. Mas, melancolicamente, Tobias Pinheiro disse-me que não teve mais contatos com eventuais descendentes ou familiares do “Último dos Helenos”. Informou que os familiares de Coelho Netto moravam em Laranjeiras, lá mesmo na capital carioca.

Falei com outro grande escritor maranhense, pesquisador de nomeada, autor de obra monumental sobre Gonçalves Dias — Jomar Moraes, na época presidente da Academia Maranhense de Letras. Mas, apesar da boa-vontade, Jomar (falecido em 2016) também não tinha mais elementos.

Foi aí que me lembrei de Josué Montello e também de José Louzeiro, ambos grandes escritores maranhenses que vivem no Rio.

Em um final de agosto, pouco depois do meio-dia, conversei longamente com o Josué Montello, depois de, na noite da véspera, eu ter incomodado dona Ivone, sua esposa, que lamentou o fato de seu marido já ter se recolhido mais cedo que de costume, em função de uma solenidade da qual ele viera, muito cansado, como é de seu direito natural estar (Josué de Sousa Montello, maranhense nascido em São Luís em 21 de agosto de 1917, faleceu no Rio de Janeiro, em 15 de março de 2006).

Montello já superara a sesquipedálica obra de Coelho Netto: igualmente polígrafo, escreveu mais livros e — disse-me – tinha pelos menos uns cinco na boca do forno, para impressão, e outros já desenhados na cabeça. Mas Josué Montello, que tanto sabia de coisas e loisas do mundo intelectual (como o registram seus diversos “Diários”) não sabia de familiares de Coelho Netto. Disse que Coelho Netto se afastou muito da Academia; que a obra de Coelho Netto ficara em silêncio depois da morte do autor; que o editor Ênio Silveira (da Civilização Brasileira) reeditou dois títulos de Coelho Netto, mas não houve repercussão; que tanto o Paulo Coelho Netto (que era quem cuidava da obra do pai) e uma filha ou familiar, que era cantora (deve ter sido a filha Violeta Coelho Netto), morreram… Enfim, não teve mais notícias de herdeiros do escritor caxiense.

Antes de conversar com Josué Montello, eu havia falado com dona Zezé, da secretaria da Academia Brasileira de Letras. Disse-me ela que, depois que um acadêmico morre, normalmente cessa a movimentação administrativa em torno dele. Era o caso de Coelho Netto. Não havia registros de endereço(s) ou familiares.

Restou-me continuar a procura, ou esperar. Tinha de descobrir alguém que fosse o responsável legal pelo espólio de Coelho Netto. Saberiam sobre isso o José Louzeiro e outras fontes, como o ex-reitor da Universidade Estadual do Maranhão, Jacques Medeiros, ex-presidente da Academia Caxiense de Letras (ACL)? O desembargador Arthur Almada Lima Filho, presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Caxias? O Rodrigo Otávio Baima Pereira, memorialista e arquivador-mor das coisas de Caixas? O poeta Renato Menezes, ex-secretário de Cultura de Caxias? O Wybson Carvalho, à época presidente da ACL? O Jorge Bastiani, o Jotônio Viana, além de outros representantes da velha guarda intelectual caxiense?

Coelho Netto constituiu família no Rio de Janeiro, para aonde foi aos 6 anos de idade e onde está enterrado, no cemitério São João Batista. Foi Coelho Netto quem disseminou o título de “Cidade Maravilhosa” para o Rio de Janeiro e, também, o nome de “Cidade Verde” para Teresina. Ainda tenho foto e lembrança da casa onde, em Caxias, nasceu Coelho Netto, local que de há muito é sede do Centro Artístico Operário Caxiense, na rua Coelho Netto — na verdade uma ruazinha, de poucos metros, um quarteirão só, bem no centro da cidade que é “Princesa do Sertão”.

Portanto, fui ao encalço dos familiares e herdeiros do escritor caxiense Henrique Maximiano Coelho Netto, o “Príncipe dos Prosadores Brasileiros”.

Eu sabia que seus descendentes não poderiam ter desaparecidos. (CONTINUA)

edmilsonsanches@uol.com.br