Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

CAXIAS EM DETALHES: PSOL refuta informação do blog de Ricardo Marques sobre eleição em Caxias

O partido emitiu nota onde onde informa que o provável candidato a prefeito no próximo pleito pela legenda não será Agostinho Neto (da redação Repasse informativo)

O diretório do partido socialismo (PSOL), local, publicou nesta sexta-feira uma nota em referência a matéria divulgada e o blog do radialista Ricardo Marques com o título: “Cenário para sucessão municipal de começa Caxias começa ganhar corpo”. O partido nega que o seu candidato provável para as eleições de 2020 seja o advogado Agostinho Neto ao tempo em que revela o nome que poderá representar o partido nas próximas eleições.

Foto: Antonio Alves- Presidente do PSOL em Caxias-MA

 

Nota do PSOL

 

O presidente do Partido Socialismo e Liberdade – PSOL, professor Antonio Alves, vem a público esclarecer, sobre uma matéria publicada pelo jornalista Ricardo Marques, em seu blog apontando o nome do advogado Agostinho Neto, como pré-candidato a prefeito de Caxias, pelo Psol. O presidente do partido, informa que Agostinho Neto, não é filiado do partido. E que o partido em Caxias, trabalha o nome do professor Arnaldo Rodrigues. há concorrer à eleição majoritária em 2020 em Caxias.

Foto: Professor Arnaldo Rodrigues pré-candidato do PSOL em Caxias

 

Diretório municipal do PSOL

(Entendo caso)

 

O Cenário para sucessão municipal de Caxias começa ganhar corpo

Por RM

O cenário para sucessão municipal de Caxias começa ganhar corpo As tratativas de bastidores, por meio das tradicionais articulações pré-eleitorais, começam a dar corpo ao cenário que estará posto nas eleições municipais do próximo ano em Caxias (MA). A movimentação dos líderes partidários locais é intensa e ocorre em todas as correntes e cores, ainda que umas mais ostensivas e explícitas que outras. É óbvio que esta formatação de cenário não é estática, muita coisa poderá mudar ainda, inclusive pela inserção de novos atores no jogo.

A fala do juiz Velozo durante entrevista concedida a este redator, no #SQN do último sábado (20), repercutiu forte entre os caciques locais. Ainda mais porque, depois daquela participação no programa semanal da Sinal Verde FM, quando o ainda magistrado foi incisivo ao declarar que vai pedir aposentadoria para ingressar na seara político-partidária, ele avistou-se com a deputada estadual Cleide Coutinho (PDT). Segundo fontes próximas aos dois, ambos teriam alinhado a possibilidade de marcharem juntos no pleito municipal de 2020.

CLEIDE

Falando em Cleide Coutinho, aliás, a deputada deve mesmo ser protagonista do processo eleitoral que se avizinha, inclusive já organiza partidos como PSB, Cidadania (ex-PPS) e Solidariedade, além do seu PDT, obviamente. As conversas com outras siglas para a formação de uma ampla aliança também teriam sido iniciadas nos últimos dias.

FÁBIO

Do outro lado do front o prefeito Fábio Gentil (PRB) se move para consolidar sua aliança eleitoral, ao tempo em que age administrativamente com ações de peso, como a extensão no horário de atendimento nas UBS’s – já são três, pelo menos.

E para o começo do mês vindouro, no calor das comemorações pelo aniversário da adesão de Caxias à Independência do Brasil, próximo dia 1º de agosto (feriado municipal), o Cabeludo promete a entrega de uma série de obras estruturantes, como o Hospital Geral Municipal Gentil Filho, agora completamente reformado. Fora o fato de o atual mandatário municipal caxiense contar, em sua base de apoio, com o lastro de dois deputados estaduais, Zé Gentil (PRB), seu genitor, e Adelmo Soares (PCdoB).

VICE

O prefeito de Caxias segue bem avaliado para a disputa, tanto que são muitos os pretendentes a compor sua chapa majoritária na condição de candidato a vice. Além do atual vice-prefeito, Paulo Marinho Júnior (PP), os secretários Aureamélia Soares (Mulheres) e Fause Simão (Trabalho) não escondem o desejo, fora outros mais que se movimentam nos bastidores.

PSL

O diretório municipal do PSL – partido do presidente da República Jair Bolsonaro – tem intensificado ações no sentido de ter candidato próprio ao Palácio da Cidade. Nomes como o do advogado Luís Carlos Moura, da ex-vereadora Tânia Cantalice, do engenheiro Zé Miguel (ex-vice-prefeito de Caxias) e do empresário Pedro Barros estariam entre os mais badalados para representar os bolsonaristas na disputar municipal.

PT

O PT não faz manifestações ostensivas, mas é fato que os petistas também se movimentam. Mesmo desgastado pelos incidentes no campo ético que marcaram o partido nos últimos anos, a sigla ainda tem um forte apelo sobre o eleitor – pesquisa recente aponta que qualquer candidato, independente do nome, que representar o PT começaria a disputa no patamar de 5%, o que não é pouco.

PSOL

Outro que também poderá ter candidatura própria na disputa pela prefeitura de Caxias em 2020 é o PSOL. Neste sentido, o nome do advogado Agostinho Ribeiro Neto, presidente da subseção da OAB começa ganhar corpo como futuro candidato do partido.

Categoria: Sem categoria

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.