Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

ELEIÇÕES : Bolsonaro e Lula no Nordeste – As fronteiras dos candidatos ao Planalto

Na véspera do Dia do Trabalho mais inusitado dos últimos tempos, tudo por conta do recorde no desemprego frente a uma recessão nunca vista além de uma Reforma Trabalhista que está aí, a impressionar, uma nova pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal “Folha de S.Paulo” revelou o ex-presidente Lula voltando ao patamar de 30% de intenções de votos, índice histórico do seu partido, o PT, assim como a candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro(PSC-RJ) crescendo, chegando a 15% e intenções de votos. 

O deputado, ex-capitão do Exército Brasileiro, Jair Bolsonaro(PSC-RJ) teria, segundo o Datafolha, 15% de intenções de votos para Presidência da República. Entre os jovens, especialmente entre 16 e 24 anos, ele teria 20%. Entre as mulheres, ele teria, segundo a Datafolha, entre 6% e 7%, bem abaixo da sua media nacional.  Bolsonaro teria 21% dos votos entre os mais escolarizados. Ele alcançaria entre 27% e 28% entre os com mais renda.

O ex-preesidente Lula, que lidera, fica com 17% entre os que tem mais renda – ficando com não mais que 19% na chamada classe média.

No Nordeste, Bolsonaro, onde Lula nada de braçadas, tem 10% de intenções de votos.

Inusitado

A região Nordeste do Brasil, apesar de ser a segunda mais populosa do Brasil, não tem muitos grupamentos militares.  O Exército Brasileiro(EB), que é a maior força military, mesmo o Nordeste com 9 estados, só tem um Comando, o antigo Terceiro Exército. Para se ter ideia do isso significa, a região Norte e o Estado do Rio Grande do Sul tem mais exércitos que o Nordeste inteiro.

O primeiro general militar foi o nordestino Humberto de Alencar Castelo Branco, mas foram os sulistas que viraram a cara do Exército, das Forças Armadas, nos anos de poder militar a partir de 1964.  Os nordestinos respeitam as FAs, porém elas não tem o protagonismo visto em outras regiões.

O ex-presidente Lula chega aos 30% de intenções de votos(tem muito mais no Nordeste, dependendo do Estado), à busca de uma nova “Carta de Recife”, que atraia as classes médias nacionais. Não só do Nordeste.

Jair Bolsonaro e Luiz Inácio Lula da Silva  vivem as suspeitas abalisadas de que não chegarão a outubro de 2018 com tanta força assim, ou representando, de fato, o que hoje parecem significar.  A Justiça vai impor limites mortais à  candidatura de Lula ou a falência de nomes conservadores, como Donald Trump, vai fazer estragos na figura de Bolsonaro?

As fronteiras

O interessante nessa avaliação sobre os “sucessos” de Lula e Bolsonaro no Nordeste, é como eles vão enfrentar algumas fronteiras que surgiram para os dois, segundo essa pesquisa Datafolha e outras que já foram reveladas neste ano de 2017.

Como Lula vai enfrentar novamente o seu (rio)Rubicão da classe média além do Nordeste(a nova Gália), assim como Bolsonaro que martela( seriam os martelos do deuses barbaros, nórdicos e saxões ?) a questão ética vai avançar como agente de mudanças e de gestão pública?  Essas são claras fronteiras que têm que se vivenciadas pelos nomes do momento na pesquisa Datafolha.

Não dá para vencer eleições presidenciais sem ter votações marcantes no Nordeste. Isso tem sido evidente nas últimas eleições presidenciais, mais orgânicas, realizadas neste país, no entanto não é só com votos do Nordeste do Brasil que se chega ao Palácio do Planalto.

Lula e Bolsonaro terão que enfrentar esses e outros desafios.

FONTE: https://www.portalaz.com.br

Categoria: Sem categoria

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.