Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

CODÓ EM FOCO: Cadê o Procon? Postos de combustível não baixaram preços de gasolina e diesel em Codó

O efeito da redução do preço da gasolina e diesel nas refinarias da Petrobras não foi notado nesta ainda pelos consumidores nos postos de combustíveis de Codó.

A Petrobras  informou quinta-feira (26) que baixou o preço dos combustíveis nas refinarias, para que fiquem mais alinhados com os preços no exterior. A gasolina ficará 1,4% mais barata, em média, e o óleo diesel, 5,1%.

Se esse reajuste for repassado ao consumidor integralmente, a gasolina pode cair 0,4% ou R$ 0,02 por litro e o diesel pode ficar 2,6% ou cerca de R$ 0,08 por litro mais barato, calcula a estatal.

Mais em Codó infelizmente isso ainda não aconteceu, mais se fosse ao contrario que é o que se ver quando se tem aumento no outro dia todos os postos mudam seus preços.

FONTE: http://codonoticias.com.br/

FAMOSOS: William Bonner apaga fotos com Fátima Bernardes do Instagram



A conta, que antes contava com mais de mil postagens, agora tem apenas 500

Naturalmente com muitos casais anônimos, os famosos também contam com a prática de excluir postagens e fotos que envolvam os dois cônjuges quando acontece uma separação. Um destes casos foi o do jornalista William Bonner.

O contratado da Globo, que anunciou separação da também jornalista Fátima Bernardes no ano passado, excluiu todas ou a maioria das fotos com a antiga esposa de sua conta oficial no Instagram. A conta, que antes contava com mais de mil postagens, agora tem apenas 500.

Bonner, que também deixou de lado o Twitter desde que anunciou a separação, manteve no Instagram apenas fotos de paisagens, comidas dentre outras coisas do gênero.

FONTE: https://www.noticiasaominuto.com.br

NOTÍCIAS DO MARANHÃO: Reeleição de Flávio Dino nas mãos do promotor Lindonjonson Sousa


Um dos mais sérios e competentes membros do MP-MA investiga se há irregularidades na locação e reforma do prédio da Funac na Aurora
A possível tentativa de reeleição do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), está nas mãos do promotor Lindonjonson Gonçalves de Sousa, da 28ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa.

Reconhecido como um dos membros mais sérios e competentes do Ministério Público estadual, o promotor é o autor de inquérito civil que apura, desde o último dia 10, a existência de supostas irregularidades da locação e reforma de um imóvel onde funciona temporariamente o anexo da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), no bairro da Aurora, em São Luís.

Embora possa não ter ligação com o famigerado aluguel, Dino acabou se envolvendo diretamente no caso ao usar as redes sociais para defender a lisura do contrato, mesmo após revelação de que o proprietário do imóvel, o engenheiro Jean Carlos Oliveira, é filiado desde março de 2013 ao PCdoB, foi garoto propaganda do partido nas eleições de 2010, já havia cedido o imóvel para ser utilizado como comitê comunista e ocupava o cargo de coordenador de Redes de Tecnologia da Emap (Empresa Maranhense de Administração Portuária).

Para o governador — que chegou ao ponto de defender o aluguel camarada justificando que a sua desafeta política, a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), também fazia a mesma coisa — tudo seria apenas uma coincidência.

Se Lindonjonson Sousa não encontrar qualquer indício de irregularidades no processo do aluguel e da reforma do imóvel, Flávio Dino irá para a disputa de 2018 com mais musculatura e favoritismo ainda.

Contudo, se o promotor encontrar irregularidades e, consequentemente, acionar os envolvidos na Justiça, o governador comunista será apenas mais um no pleito, sem força alguma no gogó, sob o olhar atento e desconfiado do eleitor por seu governo ter beneficiado um correlegionário com a máquina pública.

FONTE:http://www.atual7.com/

GIRO PELO BRASIL: Aposentadoria antecipada de professor afeta Estado e município

Letícia Moreira/Folhapress
FERNANDA PERRIN
DE SÃO PAULO
 Folha.com

O fim da antecipação da aposentadoria para professores, caso a reforma da Previdência seja aprovada, vai ter um impacto positivo principalmente nos cofres dos Estados e dos municípios.

Hoje, o tempo de contribuição exigido de quem leciona no ensino básico, no fundamental e no médio é cinco anos inferior à regra geral, já considerada por analistas problemática por permitir aposentadorias antes dos 60.

Entre professores, essa média chega a ser ainda menor, afirmam críticos, sobretudo porque a maior parte da classe é composta por mulheres, que conseguem se aposentar após 25 anos de magistério.

Na regra geral do INSS, homens precisam ter 35 anos de contribuição, e mulheres, 30, para se aposentar.

Entre os professores da rede pública, a idade mínima também é reduzida, de 60 para 55 (homens) e de 55 para 50 (mulheres).

“Os professores se aposentam muito cedo com faixas de reposição do salário muito elevadas”, diz o economista Milko Matijascic, do Ipea.

O desequilíbrio pesa sobretudo nos Orçamentos estaduais e municipais, em que professores são fatia expressiva dos servidores.

No Estado de São Paulo, 65,7% do funcionalismo é vinculado à Secretaria de Educação. Dos 204.166 professores estaduais, 74,5% são mulheres, segundo dados de outubro. Entre os inativos, a situação é semelhante: 45% dos aposentados no Estado pertenciam à categoria.

No Estado do Rio, 27,3% dos R$ 9,9 bilhões pagos em aposentadorias em 2016 foram para professores inativos.

O cenário se repete na capital paulista: dos 128 mil servidores municipais, 49% são professores –88% são mulheres. A categoria representa 46% dos gastos da cidade com aposentadoria em 2016.

ORIGEM

A antecipação da aposentadoria para professores foi introduzida em 1981. À época, as justificativas utilizadas foram os baixos salários e as condições desgastantes de trabalho. “Depois de 25 anos em uma sala de aula, tanto o professor quanto a professora têm problemas na voz, e já lhes falta até a paciência necessária para bem conduzir seus alunos”, escreveu o então deputado Alvaro Valle.

Para Marisa Isabel Noronha, presidente do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), o fim da antecipação da aposentadoria vai aumentar o desinteresse de jovens pelo magistério.

“O professor tem jornada estafante, trabalha em várias escolas com um número excessivo de alunos. Existe um adoecimento mental depois de um certo tempo.”

FONTE:http://luiscardoso.com.br/

NOTÍCIAS DO MARANHÃO: Maranhense cotado para vaga de Teori no STF


O maranhense Reynaldo Soares da Fonseca, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), é um dos cotados para substituir no STF o ministro Teori Zavascki, que morreu no dia 19 janeiro em acidente aéreo.

A demora na escolha do substituto pelo presidente Michel Temer (PMDB) aumentou as especulações sobre a decisão e alguns novos nomes começaram a ser ventilados. O de Fonseca aí incluído.

Ele está lá lista de magistrados a ser enviada pela Associação de Juízes Federais (Ajufe). A entidade propôs a seus associados algumas dezenas de nomes para votação e posterior formação de lista tríplice que será enviada ao presidente.

Oriundo do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, ele foi nomeado para o STJ em abril de 2015, após disputar a vaga do ministro Arnaldo Esteves Lima, aposentado em julho de 2014, com os desembargadores federais João Batista Pinto Silveira (TRF-4) e Joel Ilan Paciornik (TRF-4).

Nascido em São Luís (MA) em 1963, Fonseca se formou em Direito na Universidade Federal do Maranhão em 1986.
Foi procurador do Maranhão e do Distrito Federal e ingressou na magistratura em 1993, assumindo o cargo de juiz federal substituto da 4ª Vara da Seção Judiciária do DF. Após uma passagem pela Justiça Federal maranhense, ele retornou ao ofício em Brasília. Em 2009, foi nomeado desembargador do TRF-1 pelo critério do merecimento.

Foi também professor da UFMA por dois períodos: de 1987 a 1989 e de 1997 a 1999. Nessa instituição, ele lecionou as disciplinas de Direito Agrário, Teoria Geral do Direito, Direito Constitucional e Direito Administrativo.

FONTE: http://gilbertoleda.com.br/

INTERNACIONAL/ Catástrofe global: por que o fim do mundo está previsto para 2017?


A NASA, por seu lado, está tranquila

O objeto espacial, descoberto pelos cientistas em 2016, ameaça a Terra e pode provocar o fim do mundo no próximo mês de fevereiro, segundo um analista autoproclamado. A NASA, por seu lado, está tranquila.

PUB
A Terra será destruída em fevereiro de 2017 por causa duma colisão com o asteroide 2016WF9 que se está aproximando do nosso planeta, comunica o jornal britânico The Daily Mail, citando uma teoria da conspiração.

Segundo os jornalistas, a colisão terá lugar em 16 de fevereiro e vai provocar um enorme tsunami que provocará o fim do mundo.

O objeto celeste, batizado de 2016WF9, foi descoberto no ano passado. Os cientistas ainda não determinaram se se trata dum asteroide ou dum cometa sem nuvem de poeira. (ANSA)

FONTE: https://www.noticiasaominuto.com.br

GIRO PELO BRASIL: ‘Próximos capítulos’ da Lava Jato vão impressionar, diz colunista



Operação deve revelar mais absurdos sobre os esquemas de corrupção envolvendo o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral

A semana que passou foi bastante agitada em relação a Lava Jato, que, através da Operação Eficiência, revelou o empresário Eike Batista como grande colaborador da corrupção liderada por Sérgio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro que está preso há dois meses em Bangu.
Mas os escândalos que deixaram o Brasil boquiaberto, não foram nada perto do que está por vir. Pelo menos é que diz o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo. “A quem acha que já viu de tudo em matéria de ostentação e roubalheira produzidas por Sérgio Cabral e sua turma, um conselho: aguarde os próximos capítulos desse filme de horror”, escreveu Jardim.

FONTE:https://www.noticiasaominuto.com.br

FAMOSOS: Morre Russo, ex-assistente de palco da TV Globo



A família não divulgou a causa da morte

O ex-assistente de palco Russo Antônio Pedro de Sousa, que trabalhou em diversos programas da TV Globo, morreu neste sábado, aos 85 anos. As informações são do UOL.

Funcionário da emissora por 46 anos, Russo passou pelos estúdios acompanhando Chacrinha, Faustão, Angélica, Xuxa e Luciano Hulk.

O ex-assistente já havia sido internado há dois anos por conta de um AVC, problema que o fez regressar ao hospital em diversas ocasiões.

Em 2015, após os 50 anos da TV Globo, Russo chegou a fazer um desabafo nas redes sociais em que lamentava ter sido esquecido nas homenagens.

“Não posso mais ir ao Projac. Meu coração fica triste. Gosto muito de trabalhar”, disse na época.

https://www.noticiasaominuto.com.br/

MOMENTO POÉTICO: Eduardo de Almeida um ícone da poesia caxiense



Sou Tupi
(((Eduardo de Almeida Cunha)))

Foi o nome que me deram.
A minha origem escolhi. 
Neste solo já lutei.
Nesta história já sofri.
Mas um homem guerreiro
nunca foge às suas origens,
e nos orgulhamos de ser.
Por quê?
Sou tupi,
garoto guerreiro,
que ainda resisto por aqui.

Temos que pisar no chão,
proteger a natureza
de todo coração.
Não importa o que dizem de mim. 
Importa o que sinto, 
o que sou,
o orgulho de ser.
Por quê?
Sou tupi,
garoto guerreiro,
que ainda resisto por aqui.

Nesse mundo (des)globalizado
temos que resistir.
Homenagear é manter vivo
um pouco da Geografia, da História…
É ser um homem guerreiro: apocalíptico,
com um destino a seguir.
Sou tupi,
garoto guerreiro,
que ainda resisto por aqui. 

Nesse Brasil miscigenado,
temos que pisar no chão,
valorizar a terra preta
para ensinar na educação.
Ambiental? Pode ser,
o importante é proteger a natureza
de todo coração.
Sou tupi,
garoto guerreiro,
que ainda resisto por aqui.

Não importa o que dizem de mim.
Importa o que sinto,
o que sou,
o orgulho de ser.
Por quê?
Sou tupi,
garoto guerreiro,
que ainda resisto por aqui.


Eduardo de Almeida Cunha: professor/poeta caxiense contemporâneo nascido em 30 de maio de 1975, possui formação acadêmica na área de Geografia. Desenvolve uma série de projetos educativos ligados à preservação ambiental. Tem textos publicados na revista Mundo Jovem, antologias de concursos literários e páginas da internet.

GIRO PELO BRASIL: Doria fala em multa de até R$ 5 mil para quem pichar em São Paulo



Prefeito declarou: “Não tentem me desafiar, porque nós vamos vencer os pichadores”

Em nova ação do programa Cidade Linda, o prefeito João Doria (PSDB) fez na manhã deste sábado (28) trabalho de jardinagem na região da Luz e voltou a atacar pichadores, dizendo que pretende aprovar uma multa de R$ 5.000 para quem pichar monumentos públicos.

A fala dá seguimento à “guerra do spray” empreendida pela prefeitura nas últimas semanas, que envolveu apagar grafites da avenida 23 de Maio. O prefeito já havia defendido que se aprovasse projeto na Câmara prevendo multa pesada para pichadores.

Nesta sexta (27), a prefeitura havia anunciado que entrará com ações civis na Justiça contra as 26 pessoas presas em flagrante neste mês por pichações em prédios públicos e privados.

“Não tentem me desafiar, porque nós vamos vencer os pichadores. Vamos amparar e valorizar os grafiteiros e os muralistas, mas os pichadores não vão ter sossego. Vinte e quatro horas por dia, durante quatro anos, iremos atrás dessas pessoas. Ou mudam de profissão ou saem de São Paulo”, disse.

Doria disse ter feito um acordo com o Sindicato dos Taxistas para uma parceria na oposição aos pichadores. “A partir do dia 1º de fevereiro, 38 mil taxistas de São Paulo vão acionar a Guarda Civil Metropolitana, qualquer hora do dia ou da noite, quando verem alguém pichando muros, casas e monumentos.”

Jardinagem

Na presença de poucos moradores, o prefeito chegou às 7h da manhã à praça Bento de Camargo Barros, na região da Luz, e recebeu equipamentos de proteção e orientações para usar uma roçadeira para cortar a grama da praça. Diferentemente de ações como a da praça 14 Bis, em que dedicou poucos minutos ao trabalho de gari, Doria passou quase uma hora na limpeza da praça.

Cerca de 25 minutos após o início da operação, Márcio Oliveira, 35, funcionário da empresa terceirizada de jardinagem, comentou: “O prefeito pegou o jeito, está indo bem. Ele precisava fazer este trabalho na Marginal e na avenida Bandeirantes, que são mais perigosos”.

Após 50 minutos de jardinagem, João Doria encerrou seu trabalho. “Nós estivemos cortando grama, fazendo igual às pessoas humildes, que ganham 1200 reais por mês. O prefeito de São Paulo é assim, o vice também, vai do começo ao fim. Não tem negócio de fazer figuração e ir embora”, afirmou.


FONTE:https://www.noticiasaominuto.com.br/Com informações da Folhapress.