Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

Pangolim, mamífero em extinção, ajudou a espalhar coronavírus, diz estudo

pangolim, um pequeno mamífero conhecido por suas escamas e ameaçado de extinção, pode ser um animal-chave na transmissão ao homem do novo coronavírus, que já matou mais de 600 pessoas na China.

O pangolim: em extinção devido à caça para consumo da carne e uso na medicina tradicional chinesa(foto: AFP)

Pesquisadores da Universidade de Agricultura do sul da China identificaram o pangolim como um possível “hospedeiro intermediário” que facilitou a transmissão do vírus, informou a universidade em um comunicado, sem dar mais detalhes.

Um animal que hospeda o vírus sem estar doente e pode transmiti-lo para outras espécies é chamado de reservatório. No caso do novo coronavírus, o reservatório provavelmente é o morcego. De acordo com um estudo recente, os genomas deste vírus e os que circulam neste animal são 96% idênticos.

O vírus do morcego não é, porém, capaz de se fixar em humanos receptores e, sem dúvida, precisa passar por outra espécie para se adaptar ao homem, o que é chamado de “hospedeiro intermediário”.

Tendo estudado 1.000 amostras de animais selvagens, os cientistas determinaram que os genomas das sequências de vírus estudadas no pangolim eram 99% idênticos aos dos pacientes infectados pelo coronavírus de Wuhan.

Esse novo vírus apareceu em dezembro passado, em um mercado da cidade chinesa de Wuhan, no centro do país, onde muitos animais vivos são comercializados, alguns deles selvagens.

Dada a natureza do novo coronavírus, os especialistas suspeitam de que havia um mamífero que agia como um “hospedeiro intermediário”. Por algum tempo, pensaram na cobra, mas essa hipótese foi descartada.

Na epidemia de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), entre 2002 e 2003 na China, também causada por um coronavírus, o hospedeiro era o civet, um pequeno mamífero de carne muito apreciada na China.

Para conter a epidemia, o governo chinês anunciou, no final de janeiro, uma proibição temporária do comércio de animais silvestres. Criação, transporte e venda de todas as espécies selvagens também estão proibidos por tempo indeterminado.

Comércio ilegal

Todos os anos, 100.000 pangolins são comercializados ilegalmente na Ásia e na África, sendo uma espécie mais cobiçada por traficantes de animais selvagens do que elefante, ou rinoceronte, segundo a ONG WildAid.

Sua carne é muito apreciada por chineses e vietnamitas, e suas escamas, ossos e órgãos, usados na medicina tradicional asiática.

Em 2016, a Convenção Internacional sobre o Comércio de Espécies Selvagens Ameaçadas de Extinção introduziu o pangolim em uma lista que proíbe sua comercialização. De acordo com as ONGs, porém, apesar desta medida, o tráfico ilegal dessa espécie continua aumentando.

 

Com Informações: https://www.correiobraziliense.com.br/

Mega-Sena, concurso 2.232: prêmio acumula e vai a R$ 105 milhões

Nenhum apostador acertou as tão sonhadas seis dezenas em 2020

Reprodução

Ninguém acertou as dezenas do concurso 2.232 da Mega-Sena, acumulado em R$ 90 milhões. Os números sorteados pela Caixa Econômica Federal na noite deste sábado (8) foram: 08-31-34-38-47.

Cento e onze apostas marcaram a quina e receberão, cada uma, R$ 54.265,87. Outras 8658 acertaram a quadra e vão levar R$ 990,79 cada.

Com Informativo: https://oimparcial.com.br

 

 

 

VÍDEO FORTE: Garotinha de 2 anos é atropelada por ônibus na frente do pai ao atravessar rua

As imagens são muito fortes, não é recomendadas mara menos de idade e pessoas sensíveis

No início da tarde do último sábado (6), uma menina de aproximadamente 2 anos de idade, morreu ao ser atropelada por um ônibus da empresa Suzantur, em São Paulo. De acordo com o vídeo, a criança brinca com uma outra criança de bola o pai esta próximo, ao cair a bola na rua a criança corre para buscar. Por conter cenas fortes, clique no link para ver o vídeo: Pic.twitter.com/eTihmOp5HT.

Um pedestre que passa pela rua ainda para pra esperar a menina voltar para garagem aonde se encontra seu pai. A brincadeira com a bola continua, e nesse ínterim a menina sai novamente da garagem e vai em direção a rua.

O pai da criança, não percebe e carrega uma caixa d’água, após alguns segundos o ônibus passa por cima da menina que é esmagada. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), ainda foi acionado, mais segundo informações a menina de apenas dois anos não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Com Informações: https://mceara.com

 

 

PLANTÃO CAXIAS :Juíza decreta que acusado de matar Gabriel Brenno vai a júri popular

O acusado está cumprindo prisão preventiva na Penitenciária Irmão Guido desde agosto do ano passado, quando foi preso em uma residência localizada na zona Leste de Teresina.

A juíza Maria Zilna Coutinho Leal, da 2ª Vara do Tribunal Popular do Júri da Comarca de Teresina assinou a sentença de pronúncia em que afirma que Deivid Ferreira de Sousa, acusado de assassinar o estudante Gabriel Brenno Nogueira de Oliveira, será julgado pelo Tribunal do Júri. A data do julgamernto ainda está sendo definida. 

Deivid Ferreira é apontado como autor do crime em uma denúncia do Ministério Público do Piauí, onde consta o laudo cadavérico afirmando que a morte do estudante foi em decorrência de um traumatismo craniano provocado por um disparo de arma de fogo efetuado pelo então acusado na manhã do dia 17 de julho de 2019. 

O acusado está cumprindo prisão preventiva na Penitenciária Irmão Guido desde agosto do ano passado, quando foi preso em uma residência localizada na zona Leste de Teresina.

Na decisão a juíza Maria Zilna ressalta que “há indicativo de que o acusado premeditou e arquitetou toda a ação delitiva, revelando com tais atos, a sua periculosidade ao meio social; após o acometimento do delito, saiu desta cidade com destino a cidade de Matões no Maranhão para evitar a autuação flagrancial, demonstrando assim, o seu interesse de esquivar-se da persecução penal. De modo que necessária se faz a manutenção de sua segregação cautelar, para garantia da ordem pública e para assegurar a aplicação da lei penal, porquanto, outras medidas cautelares diversas do encarceramento não alcançarão o mesmo objetivo”

Entenda o caso

O estudante Gabriel Brenno Nogueira da Silva Oliveira, de 21 anos, foi baleado na cabeça na manhã de quarta-feira (17/07), ao sair da pensão onde morava, na rua Paissandu, no Centro de Teresina. Ele era natural de Caxias e morava na capital com o objetivo estudar para o vestibular.

Durante as investigação, a Polícia Civil do Piauí teve acesso a conversas do celular do jovem Gabriel Brenno Nogueira após o crime. De acordo com o delegado do 1º Distrito da Polícia Civil do Piauí, Sérgio Alencar, o estudante já estava sendo ameaçado de morte. A polícia divulgou com exclusividade à Rede Meio Norte prints de supostas conversas entre Gabriel com uma mulher que seria esposa do acusado. 

Em depoimento, o dono da pensão em que Gabriel estava hospedado, afirmou que o suspeito da tentativa de homicídio tentou se hospedar na pensão dias antes, e se identificou como técnico em radiologia e disse que trabalhava em clinicas no Centro de Teresina, mas como a pensão é apenas para estudantes, ele não conseguiu alugar o quarto. 

“Ele chegou dizendo que era um técnico de radiologia e estava fazendo manutenção nos aparelhos das clinicas, que era de Picos e relatou que estava precisando de um quarto para se hospedar durante três meses, mas era tudo mentira, era apenas um jogo para tentar pegar o rapaz,” disse. O proprietário da pensão ainda afirmou que após não conseguir alugar o quarto, o acusado ficou rondando a casa e perguntando a moradores da região informações sobre a rotina de Gabriel Brenno. 

A Secretária de Estado da Segurança Pública, através do 1º Distrito Policial, Divisão de Capturas e da Diretoria de Inteligência, prendeu Deivid Ferreira da Silva, na manhã desta quarta-feira (07), no bairro Verde Lar, na zona Leste de Teresina.

Com Informações: https://www.meionorte.com

 

EDUCAÇÃO NO MARANHÃO: Governo mente sobre piso e prejudica professores estaduais, afirma César Pires

O deputado César Pires criticou duramente o governador Flávio Dino pela forma desrespeitosa com que tratou os professores estaduais no processo de votação do projeto de lei que tratou do piso salarial do magistério estadual.

Para o parlamentar – que tentou convencer os governistas a discutir a matéria com a categoria antes de colocá-la em votação na Assembleia Legislativa -, o governo mente ao afirmar que paga o maior piso do Brasil e impõe grande prejuízo à categoria quando desrespeita o Estatuto do Magistério.

Ao encaminhar a votação do projeto do Executivo no plenário, César Pires esclareceu que o piso dos professores estaduais no Maranhão é de R$ 1.412,00, e não os R$ 6.300,00 alardeado pelo governo. Além disso, o reajuste aprovado na sessão desta quinta-feira varia entre 5% e 17,49%, sendo que cerca de 80% da categoria vão receber o menor percentual de reajuste.

“Em toda a minha trajetória política, nunca votei contra os professores. E em respeito aos educadores, jamais participarei de qualquer manobra que desrespeite direitos daqueles que têm a honrosa missão de levar conhecimento e formar cidadãos conscientes”, afirmou César Pires, após a aprovação do projeto do Executivo pela maioria dos deputados.

César Pires disse ainda que votou contra o projeto para manter sua coerência e atendendo aos apelos dos professores que acompanharam a votação, já que a proposta não respeitou o Estatuto do Magistério, construído com muito sacrifício.

“Me sentiria mal se tivesse defendido o Estatuto do Magistério, criticado a ausência de coerência do governo entre discursos e suas práticas, e dado um voto que não interferiria no resultado da votação mas feriria minha consciência. Optei por atender o clamor dos professores que lotaram a galeria da Assembleia Legislativa do Maranhão”, concluiu ele.

Com Informações:https://www.marcoaureliodeca.com.br

 

DIRETO DA ILHA: Rubens Júnior não decola em São Luís

Não adiantou Flávio Dino botar as mãos; candidatura de Rubens Jr. tende a levar o PCdoB a uma derrota histórica, a primeira desde que assumiu o comando do estado

Mesmo com toda estrutura montada há quase um ano para servir ao seu projeto eleitoral, pré-candidato do governador Flávio Dino não vingou em São Luis, o que foi confirmado pela pesquisa Data Ilha na quarta-feira (05)  

Há quem diga que os números da pesquisa do Instituto Data Ilha, divulgada nesta quarta-feira, 5, estão inflados em relação ao candidato do governador Flávio Dino, secretário Rubens Pereira júnior (ambos do PCdoB).

Mas se esse inchaço conseguiu dar a ele apenas 2% das intenções de voto, significa uma pá-de-cal na candidatura palaciana.

Com toda a estrutura disponibilizada por Flávio Dino para que Rubens Júnior se viabilizasse em São Luís, o Palácio dos Leões esperava para junho do ano passado que ele estivesse no mesmo patamar de outros governistas, como Neto Evangelista (DEM), Duarte Júnior (PCdoB), Dr. Yglésio (sem partido) e Bira do Pindaré (PSB).

Mas o candidato governista amargou todo o ano de 2019 com índices abaixo de 1% nas pesquisas; e os índices do Data Ilha – inflados ou não – mostram que ele não conseguiu sair do lugar.

A primeira pesquisa registrada sobre as eleições de São luís é, portanto, a pá-de-cal da candidatura de Rubens júnior.

Só precisa anunciar o sepultamento…

Com Informações: https://www.marcoaureliodeca.com.br

URGENTE: Bolsonaro manda exército cercar prisão onde está o líder da maior organização criminosa do Brasil

Império de Marcola estaria a planear invadir a cadeia para o resgatar.

Foto: Jair bolsonaro

Um decreto do presidente Jair Bolsonaro publicado esta sexta-feira no Diário Oficial autorizou o uso das Forças Armadas no reforço da segurança externa da Penitenciária Federal de Brasília, capital brasileira. É nessa prisão de segurança máxima que está preso Marcos William Herbas Camacho, conhecido como Marcola, líder do Primeiro Comando da Capital, PCC, a maior fação criminosa do Brasil e considerada a organização criminosa que mais cresce em todo o mundo.

Ao amanhecer desta sexta-feira, forças do Exército chegaram à área externa da cadeia, onde há semanas já havia um reforço de segurança. O decreto de Garantia da Lei e da Ordem, GLO, assinado também pelos ministros da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, e da Justiça, Sérgio Moro, é válido inicialmente até dia 6 de maio próximo.

A decisão de enviar tropas do Exército, inclusive com meios pesados, para reforçar a área surgiu depois de serviços de inteligência terem descoberto um suposto plano para invadir a cadeia e resgatar o poderoso Marcola, que, mesmo preso há anos, continua a ser o líder máximo da organização e a comandar um império do crime que já se expandiu para diversos países. De acordo com os papéis descobertos, o PCC teria disponibilizado um montante de aproximadamente 21,5 milhões de euros para a mega-operação de resgate de Marcola, que incluiria armamento de guerra, explosivos de grande poder de detonação e até meios aéreos.

Um plano semelhante já havia sido descoberto há cerca de dois anos, quando Marcola estava preso na Penitenciária de Presidente Bernardo, a mais temida do estado de São Paulo. Por isso o líder criminoso foi transferido, primeiro para uma prisão federal no Nordeste do Brasil e, depois, para a Penitenciária Federal de Brasília, inaugurada em 16 de Outubro do ano passado e considerada agora a mais segura do Brasil.

Um plano semelhante já havia sido descoberto há cerca de dois anos, quando Marcola estava preso na Penitenciária de Presidente Bernardo, a mais temida do estado de São Paulo. Por isso o líder criminoso foi transferido, primeiro para uma prisão federal no Nordeste do Brasil e, depois, para a Penitenciária Federal de Brasília, inaugurada em 16 de Outubro do ano passado e considerada agora a mais segura do Brasil.

Os mesmos serviços de inteligência que descobriram o alegado plano de fuga, também identificaram uma movimentação suspeita em redor da penitenciária. Pessoas alegadamente ligadas ao PCC estavam a alugar casas nos bairros próximos à penitenciária com o auxílio de advogados ligados à fação, presumivelmente para monitorizarem a rotina da cadeia e ajudarem a preparar a fuga de Marcola.

Com Informações: https://www.cmjornal.pt

PLANTÃO CAXIAS: Dia decisivo para o pré-candidato a prefeito de Caxias Adelmo Soares

 

EXPECTATIVA

A expectativa de hoje na esfera político-partidária local está voltada para o deputado estadual Adelmo Soares (PCdoB), que logo mais à noite terá oficialmente lançada sua pré-candidatura a prefeito de Caxias (MA). Um pré-candidato que, em tese, deve polarizar a disputa com o prefeito Fábio Gentil (PRB), que tentará a reeleição em outubro vindouro.

O NOME

Não é exagero afirmar que a pré-candidatura de Adelmo nasce forte. Isto ocorre, além da sua própria força, claro, devido ao apoio da deputada estadual Cleide Coutinho (PDT). Porém, para que essa fortaleza seja confirmada numa eventual campanha, Adelmo e Cleide terão de mostrar, além da força política que os dois têm – e isto é indiscutível -, capacidade para motivar seus exércitos e, assim, contrapor a megaestrutura formada no entorno do principal adversário, o prefeito Fábio Gentil, que terá a seu favor a força da máquina – algo que, diga-se de passagem, ele tem demonstrado não ter medo de usar.

O DIA ( D )

Portanto, o primeiro grande teste para a pré-candidatura de Adelmo será este de hoje, a partir das 19h, no Assunção Eventos. Adelmo e Cleide terão de demonstrar força, promovendo um grande evento à altura da expectativa gerada. Do contrário, a imagem da pré-candidatura restará abalada. Vale aguardar.

Com Informações: http://ricardomarques.tv.br

DIABÓLICA: Professor grava áudio antes de morrer e aponta assassino

 

O professor Odailton Charles de Albuquerque Silva, de 50 anos, enviou mensagens de áudio para o WhatsApp de uma amiga nos quais relatou passar mal após tomar um suco de uva oferecido por outra funcionária da CEF 410 Norte, onde trabalhava. Em determinado momento, ele indagou: “Será que essa desgraçada me envenenou?”.

A mensagem foi enviada pouco depois de ele tomar o suco, na última sexta-feira (31/1). Logo após isso, o docente precisou ser socorrido ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e ficou internado em estado gravíssimo. Ele morreu na terça-feira (4/2).

Na primeira mensagem enviada, Odailton Charles disse que foi recebido de forma hostil pela colega de trabalho. “Estou te mandando mensagem porque você demora a atender. Aí, eu fico agoniado. Eu cheguei aqui (na escola) e a mulher estava com uma cara feia para mim. Os quadros que eu tinha deixado já estavam empilhados para eu carregar e com minha folha de ponto para assinar. Quase que ela não me deixou entrar na escola. (…) A mulher estava com ódio nos olhos.”

No mesmo áudio, o docente contou que, após outros professores saírem para almoçar, foi chamado por essa colega até uma sala da escola. Ele tinha ido até a instituição para entregar a gestão como diretor da 410 Norte, cargo que ocupou por oito anos.

“Estou com medo”

“Ela me chamou na salinha para assinar a folha de ponto e, quando fui ver, ela ainda me deu uma garrafinha de suco de uva. Levei até um susto. Eu não ia tratar ela mal, não. Não ia ser deselegante. Fiquei meio receoso, mas tomei. Não sei. Já tem uns 15 minutos. Agora, estou sentindo uma dor de barriga. Será se ela colocou algum laxante nesse suco? Não é possível. Estou grilado”, detalhou.

“A mulher me olha de cara feia e, quando todo mundo sai de perto, me chama e me dá uma garrafinha de suco de uva? Sei lá. Estou com medo. Vou até ligar para a minha mulher. Não deve ser nada, não. Vai dar tudo certo. Não é possível que ela tenha coragem”, afirmou Odailton Charles.

Poucos minutos após enviar o áudio com pouco mais de 2 minutos, ele mandou uma nova mensagem. Dessa vez, com uma suspeita ainda mais grave sobre a atitude tomada pela colega de profissão. “(…)Eu tomei o negócio e estou passando mal mesmo. Será se ela me envenenou?”, questionou. “Ela esperou todo mundo sair para almoçar. Sinceramente, estou até com medo de ligar para a minha mulher e deixá-la apavorada, coitada. Estou passando mal mesmo. Ela colocou algum purgante aqui”, finalizou.

O corpo do professor foi velado nesta quinta-feira no Adventista de Águas Claras. O sepultamento foi as 16h, no cemitério Campo da Esperança da Asa Sul. No velório, o cunhado de Odailton disse que a família prefere acreditar que a causa da morte seja natural. No entanto, exames demonstraram a presença de um componente de agrotóxico no corpo do professor.

Confirmada morte por envenenamento com o raticida conhecido como chumbinho

Peritos do Instituto de Criminalística (IC) e médicos legistas do Instituto de Medicina Legal (IML) concluíram que o professor Odailton Charles de Albuquerque Silva, 50 anos, morreu vítima de envenenamento. Segundo o documento, ele foi intoxicado por uma espécie de raticida, chamado de audicarb, populamente conhecido como chumbinho. Os exames também descartaram a ingestão de suco de uva pelo professor.

Segundo o delegado-chefe da 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte), Laércio Rossetto, a morte do docente não foi natural. “É importante ressaltar que os laudos do IML e IC descartam essa possibilidade”, disse. De acordo com a diretora do IML, Márcia Cristina dos Reis, o professor teve uma amostra de sangue analisada pelo órgão em parceria com o IC. “Esse raticida é muito comum, mas tem a venda proibida, já que uma pequena dose pode ser letal. Encontramos traço de chumbinho no sangue do professor”, explicou

As amostras de sangue foram coletadas quando Odailton Charles ainda estava hospitalizado em estado grave.

Na quarta-feira (5/2), peritos estiveram no colégio da 410 Norte com a intenção de reconstituir a dinâmica da morte de Odailton. Desde a morte do professor, funcionários da escola pediram transferência da instituição.

Leia a transcrição abaixo:

“Minha amiga, eu tô te mandando a mensagem porque tu demora a atender. Aí eu fico agoniado. Eu cheguei aqui, a mulher com uma cara feia da p* para mim. Os quadros que eu tinha deixado já tavam tudo empilhado para eu carregar. Minha folha de ponto para assinar. Quase que ela não deixa eu entrar na escola.

Aí depois ela viu que eu estava de boa e tal, não sei o quê. Mas a mulher com ódio, ódio, ódio nos olhos, né? Aí eu fui, aí ela me chamou na salinha ali para assinar a filha de ponto. Aí quando eu fui ver ainda me deu uma garrafinha de suco de uva. Tomei até um susto. Uma garrafinha dessas, né… Aí eu falei: ‘Não vou tratar mal, né? Não vou ser deselegante não’. Eu fiquei meio receoso, mas aí fui e tomei.

Eu não sei…agora, já tem uns 15 minutos. Agora, tá me dando uma dor de barriga desgraçada. Será se essa p* botou algum laxante para me sacanear? Botou alguma coisa dentro dessa p* desse suco de uva. Porque não é possível a dor na barriga que eu tô.

Eu hein, tô grilado agora, agora eu tô grilado. A mulher me olha de cara feia. Aí depois que o pessoal sai todo de perto, que ela me põe ali naquela salinha, que era do Bira, para assinar a folha, e me vem com uma garrafinha de suco de uva e me dá.

Sei lá, agora eu tô com o estômago aqui f*, doendo. Não sei que p* é essa. Tô com medo vou até ligar para a minha mulher. Mas vamos esperar, não deve ser nada não, deve ser dos meus remédios. Vai dar tudo certo. Ai, não é possível que ela tenha a coragem. Ah meu pai do céu.

Com Informações: https://www.blogdolobao.net

 

 

CODÓ EM FOCO: Prefeito Nagib instaura o caos na Saúde de Codó e culpa o presidente Bolsonaro

Foto: Divulgação de Nagib

Sendo o maior responsável pelo atraso dos salários dos profissionais da saúde, que não recebem há mais de dois meses, o prefeito de Codó, Francisco Nagib, tenta fugir da responsabilidade e culpa o presidente Bolsonaro.

Pra tentar se limpar com os profissionais da saúde, o prefeito foi parar nas redes sociais pra cobrar o presidente que não tem nada haver com sua irresponsabilidade.

Descordando do prefeito, um internauta rebateu a critica e acabou encurralando o gestor que não teve mais palavras depois do encurralo.  Veja abaixo: 

Nenhuma descrição de foto disponível.

Com Informações: https://www.agenciamaranhao.blog.br