Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

Comunista quer união entre os grupos: Gentis, Coutinhos e Soares.

O governador Flávio Dino (PCdoB) concedeu entrevista nesta quarta-feira (18), ao programa Ponto e Vírgula da Difusora FM, de São Luís, apresentado pelos jornalistas Marcelo Minard, Leandro Miranda, John Cutrim, Paulo Negrão e Ricardo Marques.

A entrevista teve como pauta principal o cenário político maranhense onde o governador Flávio Dino foi indagado sobre a realidade de algumas cidades maranhense. Sobre isso o comunista disse que nas cidades onde há mais de um candidato a prefeito do seu grupo político irá adotar a fórmula de 2016 de não intervir. “Foram 16 partidos que me apoiaram e eu tenho que ser leal com quem esteve comigo”, disse Flávio Dino.

No caso específico de Caxias o governador Flávio Dino defendeu a união dos grupos políticos da deputada estadual Cleide Coutinho e do prefeito Fábio Gentil. “Em Caxias estou conversando com a deputada Cleide Coutinho, esposa do saudoso Humberto Coutinho, um aliado de grande dimensão e o prefeito Fábio Gentil que também nos apoiou. Sempre tenho defendido a união do nosso grupo”, afirmou Dino.

O deputado estadual Adelmo Soares talvez não foi citado porque já é aliado do prefeito Fábio Gentil e deu declarações pública de apoio à sua reeleição.

Brandão será governador

Flávio Dino confirmou que será candidato em 2022. “Não tenham dúvidas, estarei no processo eleitoral como candidato”, disse, podendo ser candidato a Presidente da República ou Senador. A declaração rechaça a possibilidade de Dino ficar até o final no cargo, uma das hipóteses até então levantadas sobre o futuro político do comunista. Com isso, o vice-governador Carlos Brandão deve assumir o governo daqui a dois anos.

As informações são dos blogs: http://www.blogdoludwig.com/ Blog do John Cutrim.

 

DIRETO DE BRASÍLIA: Lei que substitui o programa Mais Médicos é sancionada e abre 18 mil vagas em todo o Brasil

O presidente Jair Bolsonaro sancionou na última quarta-feira (18) a lei que institui o “Programa Médicos pelo Brasil”, que substituirá o “Mais Médicos“. Nos últimos dois anos o programa enfrentou crises e modificações: em novembro do ano passado, o Ministério da Saúde Pública de Cuba comunicou o desligamento de cubanos na iniciativa devido a declarações de Bolsonaro com “referências diretas, depreciativas e ameaçando a presença” dos médicos.

De acordo com a lei de criação do programa, o Médicos pelo Brasil tem como finalidade “incrementar a prestação de serviços médicos em locais de difícil provimento ou de alta vulnerabilidade e de fomentar a formação de médicos especialistas em medicina de família e comunidade, no âmbito da atenção primária à saúde no Sistema Único de Saúde (SUS).”

Os médicos cubanos que trabalharam no programa anterior por dois anos poderão entrar no novo, desde que tenham permanecido no Brasil na condição de naturalizado, residente ou com pedido de refúgio. Serão 18 mil vagas para áreas mais carentes do interior e das periferias das grandes cidades no ano que vem.

Nesta semana, Bolsonaro também sancionou a Lei do Revalida, com veto ao artigo que permitia que faculdades privadas realizassem o exame, argumentando que essa avaliação é uma função do setor público.

O revalida é um sistema para validar diplomas de medicina obtidos no exterior, além de verificar a aquisição de conhecimentos, habilidades e competências para o adequado exercício profissional no Sistema Único de Saúde (SUS) em nível equivalente ao exigido dos médicos formados no Brasil.

Com Informações: https://congressoemfoco.uol.com.br/via Agência Câmara de Notícias.

FIQUE LIGADO: TSE aprova calendário das Eleições 2020

O TSE aumentou o esquema de segurança para acessar o prédio do tribunal neste domingo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou ontem o calendário eleitoral de 2020. Veja abaixo as principais datas da disputa municipal:

1º de janeiro – Fica proibida a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por governos, exceto nos casos de calamidade, emergência ou de programas sociais anteriores;

4 de abril – Data-limite para novos partidos terem o registro aprovado pelo TSE;

15 de maio – Pré-candidatos podem começar a arrecadar dinheiro por vaquinhas na internet;

4 de julho – Fica proibida a contratação de shows pagos com dinheiro público para inaugurações;

20 de julho – Partidos começam a fazer convenções para escolher candidatos a prefeito e vereador;

5 de agosto – Último dia para escolha dos candidatos e formação das coligações;

15 de agosto – Último dia registro de candidaturas;

16 de agosto – Começa a propaganda eleitoral;

24 de setembro – Último dia para o eleitor obter segunda via do título eleitoral;

1° de outubro – Último dia da propaganda eleitoral do primeiro turno e para debates;

4 de outubro – Primeiro turno;

23 de outubro – Último dia da propaganda eleitoral do segundo turno e para debates;

25 de outubro – Segundo turno.

Com Informações: https://blogdominard.com.br

 

Tarifa Rural: 842 famílias podem perder o benefício do programa, só em Caxias

O Programa Tarifa Rural de Energia Elétrica é um benefício de suma importância para os moradores e trabalhadores rurais, que possuem instalações classificadas como Rural, Rural Irrigante e Serviço Público de Irrigação Rural Elétrica. 

E para evitar a perda do benefício tarifário, a Equatorial Energia Maranhão está realizando atualização para esses clientes. Cerca de 14.694 mil famílias que recebem o benefício, correm o risco de perdê-lo a partir do primeiro dia de janeiro de 2020, em virtude da desatualização cadastral.

Confira o ranking dos 10 municípios maranhenses com o maior número de famílias que podem perder este benefício caso não atualizem seu cadastro até 31/12/19:

Esta ação de atualização cadastral é obrigatória e foi estabelecida pela ANEEL através da Resolução Normativa nº 800 de 19/11/ 2017, para manutenção do benefício tarifário. Por isso, a Equatorial Maranhão orienta o cliente a procurar a agência de atendimento até o dia 31/12/2019 com os documentos necessários para atualização do cadastro, caso contrário terá o benefício suspenso.  

Os documentos a serem apresentados são: 

RESIDENCIAL RURAL:

Além de precisar morar em localização rural, o titular da conta precisa apresentar os documentos pessoais (RG, CPF e conta de energia) e levar também qualquer um dos documentos abaixo:

  • Carteira de Trabalho e Promoção Social – CTPS;

  • Carteira de Sindicato dos Trabalhadores Rurais;

  • Comprovante de Recebimento de benefício do Instituto Nacional de Seguridade Social – INSS como aposentadoria na situação de trabalhador rural;

  • Declaração (DAP) ao PRONAF (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) emitida por uma agência ou secretaria estadual.

AGROPECUÁRIA RURAL – Apresentar Obrigatoriamente:

  • Documentos pessoais (RG e CPF) do responsável pela empresa;

  • Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) em que a atividade principal esteja classificada nos grupos 01.1 a 01.6 do CNAE;

  • Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR) devidamente atualizado expedido pelo INCRA.  

AGROINDUSTRIAL – Apresentar obrigatoriamente:

  • Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) aonde a atividade principal esteja classificada nos grupos de transformação ou beneficiamento de produtos advindos diretamente da agropecuária;

  • Documento do transformador que comprove a potência máxima de 112,5 KVA;

  • Nota fiscal de venda dos produtos, demonstrando que foram produzidos (transformados ou beneficiados) na unidade com produtos advindos diretamente da agropecuária.

SERVIÇO PÚBLICO DE IRRIGAÇÃO RURAL – Apresentar Obrigatoriamente:

  • Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) aonde a atividade principal seja a irrigação;

  • Documento de constituição da pessoa jurídica de direito público com atividade de bombeamento de agua;

  • Certificado de Cadastro do Imóvel Rural (CCIR), devidamente atualizado expedido pelo INCRA.

Fonte:http://ricardomarques.tv.br/via Assessoria de Imprensa Equatorial Energia Maranhão

Economia: Paulo Guedes afirma que valor do salário mínimo pode aumentar em 2020

Há possibilidade de salário ficar em R$ 1.038, que deverá ser acordo com INPC. Somam-se quatro as vezes que o governo anuncia mudança no valor.

Foto: ( Divulgação ) Ministro da Economia, Paulo Guedes

Paulo Guedes, ministro da Economia, afirmou na última quarta-feira, dia 18 de dezembro, que avalia possível aumento para o salário mínimo de 2020. A declaração foi feita durante coletiva de imprensa para divulgar balanço das ações da equipe econômica no primeiro ano de Jair Bolsonaro na presidência.

Com a declaração, somam-se quatro as vezes que o governo anuncia mudança no valor. Na noite do dia 17 de dezembro, o Congresso Nacional havia aprovado o mínimo no valor de R$ 1.031. No entanto, para o ministro, esse poderá ser maior por conta do crescimento da inflação. Guedes ainda afirmou que não pretende estabelecer uma política para reajustar o salário nos próximos anos.

“Nós não temos que formular uma política de salário mínimo. Tem gente que gosta de anunciar três, quatro, cinco anos à frente. Nós temos de anunciar para o ano seguinte, e a cláusula constitucional é garantir a inflação. Foi R$ 1.031, mas a gente sabe que, como INPC repicou, vai ser R$ 1.038”, declarou o ministro.

Segundo o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, para cada 1% de aumento real no mínimo, o impacto nas contas públicas seria de R$ 4,5 bilhões. De acordo com ele, isso acontece devido os gastos que estão indexados ao mínimo, como benefícios previdenciários. Em contrapartida, o valor de R$ 1.038 não está fechado e ainda depende do Índice Nacional de Preços do Consumidor (INPC).

Propostas de alteração do mínimo em 2019

Dentro das medidas emergenciais, em abril, o governo decidiu acabar com o reajuste do salário mínimo acima da inflação. Assim, garantindo que a correção será feita apenas pelo INPC. Em agosto, a equipe de economia anunciou que o piso salarial poderia subir para R$ 1.039 no próximo ano. O valor serviria para equilibrar os pagamentos de benefícios assistenciais, previdenciários, além do abono salarial e o seguro-desemprego.

No entanto, a fim de orientar a elaboração dos orçamentos fiscais e da seguridade social e de investimento do Poder Público, em outubro foi aprovada a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Ela garantia que em 2020 o salário mínimo seria de R$ 1.040. Na época, o governo recuou e anunciou que o valor seria menor: R$ 1.039.

No início de novembro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente, Jair Bolsonaro entregaram ao Congresso Nacional proposta econômica que estabelece medidas de emergência que devem ser adotados pela Federação, estados e municípios, em situação de grave crise nas contas públicas. Dentre as medidas, está a proibição do reajuste do salário mínimo acima da inflação por dois anos. Semanas depois, no dia 26 de novembro, o ministério divulgou que o valor do mínimo ficaria na baixa de R$ 1.031.

Com Informações: https://editalconcursosbrasil.com.br

CAXIAS EM DETALHES: Quando questionado sem a capa de governador, o Flávio Dino político é vaselina pura!…

vaselina…

O político Flávio Dino (PCdoB) é mesmo vaselina pura… Em entrevista, hoje, ao programa Ponto e Vírgula da Difusora FM, o governador Flávio Dino (PCdoB) confirmou que será candidato em 2022: “Não tenham dúvidas, estarei no processo eleitoral como candidato”… Candidato a Presidente da República ou a Senador…

Quando o assunto é interior

nada diz…

…Isso em relação ao jogo político que se passa capital do Maranhão… Agora, quando o assunto é o interior do estado, aí Dino se transforma, vira uma incógnita, e não se sabe mais o que o mesmo pensa…

A fórmula?!

…Quando se referiu a Caxias, por exemplo, Dino disse que vai adotar “a fórmula de 2016 de não intervir. Foram 16 partidos que me apoiaram e eu tenho que ser leal com quem esteve comigo”… Pergunta: dezesseis partidos o apoiaram em Caxias?!…

Para não contrariar

…“Em Caxias estou conversando com a deputada Cleide Coutinho (PDT), esposa do saudoso Humberto Coutinho, um aliado de grande dimensão, e o prefeito Fábio Gentil (PRB), que também nos apoiou (sic!)… Sempre tenho defendido a união do nosso grupo”, complementou… Ou seja, não disse nada exatamente para não contrariar ninguém!!!

GIRO PELO BRASIL: Alta da inflação fará salário mínimo ficar acima de R$ 1.031; diz ministro

Ministro disse que valor do mínimo será definido anualmente

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O valor do salário mínimo para 2020, a ser anunciado até 31 de dezembro, ficará acima dos R$ 1.031 aprovados no Orçamento Geral da União, disse nesta quarta-feita, 18, o ministro da Economia, Paulo Guedes. Em entrevista coletiva para fazer um balanço de fim de ano, ele disse que o valor final dependerá do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a inflação para as famílias de menor renda. No entanto, o recente repique da inflação deve elevar o mínimo para um salário maior que o previsto.

“Nós temos de anunciar [o salário mínimo] para o ano seguinte, e a cláusula constitucional é garantir a inflação. Foi [anunciado] R$ 1.031, mas a gente sabe que, como INPC repicou, vai ser R$ 1.038”, disse o ministro. Mais tarde, no entanto, Guedes afirmou que o valor pode ser maior, dependendo da inflação.

O ministro ressaltou que a Constituição determina a manutenção do poder de compra dos trabalhadores, sem ganho acima da inflação. Pela legislação, o presidente Jair Bolsonaro tem até 31 de dezembro para editar o decreto com o valor do salário mínimo para 2020.

Por causa da alta do dólar nos últimos meses e da disparada do valor da carne, a inflação teve uma alta nos últimos meses do ano. Em novembro, o INPC fechou em 0,54%, a maior inflação para o mês desde 2015.

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, esclareceu que, para 2020, cada R$ 1 a mais no salário mínimo impacta os gastos da União em cerca de R$ 320 milhões. Cada 1% de reajuste eleva as despesas federais em R$ 4,5 bilhões, por causa principalmente de gastos atrelados ao mínimo, como 81% dos benefícios da Previdência Social e o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Política de reajuste

O ministro confirmou que o valor do salário mínimo será definido anualmente, sem a política de reajuste dos últimos anos. De 2015 a 2019, estava em vigor uma lei que fixava o reajuste do mínimo pelo INPC do ano anterior mais o crescimento do PIB de dois anos antes.

Apesar de descartar uma nova política de reajuste o mínimo, Guedes não descartou a possibilidade de que o mínimo volte a subir mais que a inflação nos próximos anos. Ele, no entanto, informou que isso dependerá dos recursos disponíveis no Orçamento, cada vez mais comprimido pelo teto de gastos e por despesas impositivas.

Com Informações: https://oimparcial.com.br

CAXIAS URGENTE: CAMINHÃO TOMBA NA BR-316 E BLOQUEIA RODOVIA.

Foto: ( Divulgação )

Quarta-feira, 18 de dezembro as 15:46h caminhão tomba na BR-316 e bloqueia estrada nos sentidos Caxias – Teresina.
Segundo informações o congestionamento chega a mais de 7km entre os dois sentidos. Até o momento não se sabe a causa e se há feridos.
O Corpo de Bombeiro e Polícia Rodoviária Federal encontram-se no local para tomar as devidas providências.
Carros de pequeno porte estão passando por um atalho fora da via principal, Caminhões e bitrens estão bloqueados até segunda ordem.

Veja Vídeo e fotos  fotos

Aguardando mais informações.

Com Informações: Jacqueline Castro – TV CIDADE.

 

 

ELEIÇÕES EM CAXIAS: Vereadora Thais Coutinho na despedida, para o recesso parlamentar…

inespecífica...

Na despedida do ano e entrada para o recesso, segunda-feira passada, a vereadora oposicionista Thais Coutinho disse que “o próximo ano será decisivo, um momento ímpar”…

Inespecífica


…Mas, quanto à disputa de 2020, a vereadora também foi inespecífica, apenas adiantando que “ainda não tem muita coisa decidida, além da candidatura normal à reeleição do atual prefeito. Acredito que até o fim de janeiro serão definidos os nomes para a disputa do Executivo”…

Disputa interna

…Como se sabe, Thais disputa internamente o lugar de candidata a prefeita do grupo Coutinho em 2020 com o ex-vice-prefeito Júnior Martins… Leia mais no blog do Irmão Inaldo.

Com Informações: https://jotoniovianna.com.br