Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

Notícias do Maranhão: AL-MA vai gastar R$ 635 mil com iPhones, Samsungs e iPads

                                             O HOMEM FORTE DO PRESIDENTEO chefe da Comunicação da Assembleia Legislativa maranhense, Carlos Alberto Ferreira, é quem comandará o contrato para aquisição de celulares e tablets para a Casa

Serão adquiridos 60 aparelhos iPhones, 65 Samsungs e 55 iPads. Processo será iniciado pela CPL da Casa nesta quarta-feira 7
A Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão vai desembolsar R$ 635.086,00 (seiscentos e trinta e cinco mil e oitenta e seis reais) com a aquisição de celulares e tablets para uso do Complexo de Comunicação da Casa, com o objetivo de “atender as necessidades na atividade do parlamentar, sua assessoria e setores administrativos”.

Segundo apurado pelo ATUAL7, ao todo, serão comprados 60 iPhones, 65 Samsungs e 55 iPads.

A cotação dos preços, por aparelho, está estimada em R$ 1.587,40 (hum mil, quinhentos e oitenta e sete reais e quarenta centavos) por Galaxy J7 Metal; R$ 3.419,40 (três mil, quatrocentos e dezenove reais e quarenta centavos) por Galaxy S6 Edge; R$ 3.962,00 (três mil, novecentos e sessenta e dois reais) por iPhone 6s; e R$ 4.183,00 (quatro mil, cento e oitenta e três reais) por iPad Air 2. Os aparelhos de iPhone e de iPad devem ser na cor prata; de Galaxy S6 Edge na cor branca ou prata; e de Galaxy J7 Metal na cor dourado ou prateado. A capacidade de memória interna varia entre 16Gb a 32Gb para os celulares e deve ser de 64Gb, obrigatoriamente, para os tablets.

O recebimento e abertura dos envelopes de proposta de preços e de documentação de habilitação está previsto para acontecer às 9 horas e 30 minutos desta quarta-feira 7, no auditório da Comissão Permanente de Licitação (CPL) da AL-MA, que fica no próprio Palácio Manoel Beckman, sede do Poder Legislativo estadual, em São Luís.

Contudo, de acordo com o próprio edital do pregão, o contrato vigorará apenas até o dia 31 de dezembro deste ano, com vigência contada a partir de sua data de assinatura.

A justificativa apresentada pela Assembleia para o dispêndio é que a aquisição dos aparelhos “visa a melhoria dos serviços prestados pelos Parlamentares e Corpo Administrativo, promovendo uma melhor integração com os demais poderes públicos e população em geral, auxiliando o parlamentar do desempenho do seu mandato”.

“A visão quanto a aquisição de tais dispositivos portáteis, é a de possibilitar acesso diversificado a informações de e-mails, mensagens, documentos, entre outros recursos. Com a evolução da tecnologia, torna-se imprescindível a disponibilização de equipamentos modernos, que possam oferecer maior produtividade e eficiência aos trabalhos dos parlamentares e corpo diretivo deste Parlamento”, diz trecho do documento.

O Complexo de Comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão, a quem será destinada a responsabilidade sobre o uso dos aparelhos, é comandado pelo baiano Carlos Alberto Ferreira da Silva, amigo pessoalíssimo do presidente da Casa, deputado Humberto Coutinho (PDT).

Em passado recente, Carlos Alberto foi acionado pelo Ministério Público do Maranhão por uso de notas fiscais supostamente frias e superfaturadas em mais de 300% para justificar gastos na gestão de Coutinho na prefeitura de Caxias. O diretor de Comunicação Social da Assembleia já chegou, ainda, a ser indiciado pelos crimes de formação de quadrilha ou bando, concussão e prevaricação, em São Paulo, durante sua passagem pela direção administrativa da extinta Metrô e da Companhia Municipal de Transportes Coletivo (CMTC), onde era conhecido como “Carlinhos”. Sobre as acusações, ele afirma veementemente haver sido inocentado pela Justiça.

FONTE:http://www.atual7.com/

CAXIAS EM DETALHES: Justiça mantem condenação da ex-prefeita Márcia Marinho

Sentença assinada pelo juiz Clésio Coelho Cunha, membro da Comissão Sentenciante Itinerante, julgou improcedente o pedido da ex-prefeita de Caxias Márcia Regina Serejo Marinho em Ação Ordinária de Anulação de Ato Administrativo objetivando a anulação do processo administrativo TCE nº 9111/2003 e 3494/2005, e manteve os efeitos de acórdão prolatado pelo Tribunal de Contas do Estado no qual a ex-gestora é condenada. Na sentença, o magistrado condena a requerente ao pagamento de custas processuais e honorários advocatícios.

Na ação interposta na 2ª Vara da Fazenda Pública em desfavor do Estado do Maranhão e Município de Caxias, Márcia Marinho alega que teve a prestação de contas relativa ao exercício de 2004 reprovada perante o TCE e que “o acórdão prolatado está contaminado de nulidades, posto que lhe foi cerceada a defesa”. A autora afirma não ter sido intimada para sessão que julgou as contas apresentadas.

Legitimidade e veracidade – Em seu relatório, Clésio Cunha ressalta a presunção de legitimidade e veracidade que possuem os atos administrativos. Segundo o magistrado, a desconstituição judicial desses atos somente se justifica diante da existência de prova cabal cancelando a sua legitimidade.
Ainda segundo o magistrado, a análise dos autos permite concluir que, instaurado o procedimento administrativo nº 3494/95, a ex-gestora foi citada e apresentou contestação, “exercendo seu direito constitucional ao contraditório e a ampla defesa”. Nas palavras do juiz, “apesar da defesa não ter sido apresentada por advogado, a falta de defesa técnica não justifica a nulidade da decisão do Tribunal de Contas”.

Previsão legal – Sobre o suposto cerceamento de defesa representado pela não intimação pessoal da ex-prefeita para a sessão em que as contas apresentadas foram julgadas, o juiz afirma que “o argumento não merece acolhida”. Diz o juiz: “A publicação dos atos oriundos do TCE/MA, via diário oficial, encontra previsão legal nos artigos 123, IV, da Lei Estadual n°º 8.258/2005 e o artigo 290, inciso III do Regimento Interno do TCE/MA”.
Clésio Cunha destaca ainda que a intimação pessoal dos gestores não é uma obrigação, podendo os mesmos serem notificados das decisões do TCE via Diário da Justiça, “como no caso”, frisa.

Independência dos poderes – Para o juiz, “não há que se falar em lesão ao direito à ampla defesa quando a Corte de Contas do Estado, ao analisar e julgar as prestações de contas públicas de requerente, atende rigorosamente aos preceitos constitucionais, aos princípios inerentes ao processo administrativo e às regras estatuídas no seu Regimento Interno e Lei Orgânica”.

“No que diz respeito às penalidades aplicadas pelo TCE/MA, tratando-se de de mérito administrativo, não cabe ao Poder Judiciário a sua revisão, sob pena de ofensa ao princípio constitucional da separação e independência dos Poderes, salvo para reconhecer desapego ao princípio da legalidade”, conclui.

FONTE:http://irmaoinaldo.blogspot.com.br//VIA www.blogdojorgearagao.com.br

INTERNACIONAL: Conheça a mulher que tem quase seis mil tumores espalhados pelo corpo

Libby Huffer, de 44 anos, foi diagnosticada com Neurofibromatose tipo 1, uma doença rara de pele que fez com que desenvolvesse quase 6 mil tumores em seu corpo. Acredita-se que o caso de Libby, que é da cidade Fort Wayne em Indiana nos Estados Unidos, seja um dos únicos nessa condição.
Ela viveu uma vida feliz e normal até sua adolescência, quando centenas de protuberâncias começaram a aparecer em sua pele. Após o primeiro surto, ela foi severamente intimidada por pessoas que pensavam que a condição era contagiosa. Em 1993, enquanto estava grávida de sua filha, os hormônios de Libby fizeram com que seus tumores se multiplicassem em milhares.




Agora ela tem mais de 5.500 tumores que vão desde sua testa até seus pés, e também sofre de dor crônica. Apesar das dez operações para remover os caroços, as cirurgias não foram bem-sucedidas, e alguns dos tumores cresceram novamente. A última esperança de Libby é um tratamento especializado para remover milhares de tumores em uma sessão de cinco horas.




Recentemente, ela enfrentou a vergonha e o medo de mostrar sua pele em público na esperança de atrair financiamento para se tratar. “Os tumores podem crescer a partir de qualquer nervo no meu corpo, deve haver mais de 5.500. Eu me acho uma pessoa azarada. Alguns dos tumores levantam consideravelmente a minha pele e ficam protuberantes, quanto mais velha eu fico, mais os tumores crescem”, disse Libby.


“Eu digo às crianças que fui beijada por anjos e elas não dizem nada, mas a maioria dos adultos não sabe qual é a condição, então eu tenho que explicar. Os tumores causam dor crônica, os nervos em meus pés têm uma sensação de formigamento o tempo todo, ficando difícil até de dormir, mesmo que eu tome 13 medicamentos diferentes”, completou.
Libby foi diagnosticada ainda criança com Neurofibromatose – também conhecida como Doença de Von Recklinghausen -, uma doença genética rara que provoca o crescimento anormal de tecido nervoso pelo corpo, formando pequenos tumores. É uma condição contra qual sua mãe e sua avó também lutaram durante toda a vida.
Crianças cujos pais têm Neurofibromatose possuem 50% de chances de herdar a condição. “Nós temos histórico de Neurofibromatose na minha família, eu tinha um monte de marcas de nascença, sabia que havia herdando a condição e que desenvolveria tumores”, pontuou Libby.

Cada aspecto da vida de Libby foi afetado pela condição: interações cotidianas, trabalhar ou até mesmo namorar. “Atualmente estou desempregada e incapaz de trabalhar por causa da dor que sinto ao ficar de pé por longos períodos de tempo, causados pela minha condição. Eu não namoro há oito anos, os homens parecem ter medo de se aproximar e os relacionamentos nunca duram muito. Eu não posso nem ir ao mercado sem que alguém diga ‘o que é isso na sua pele?’ ou aponte para mim com seus filhos dizendo ‘olhe para ela”, desabafou.

“Eu não sou contagiosa, eu sou um ser humano também, tudo que eu quero é viver, ser amada e cuidada como qualquer outra pessoa”, completa. Depois de dez cirurgias fracassadas para tirar os tumores, Libby começou a angariar dinheiro para um inovador tratamento que usa corrente elétrica para destruir o tecido de neurofibroma em seu corpo.

A sessão de cinco horas, que custa 23.500 dólares – cerca de 78.000 reais -, poderia permitir a Libby viver sem dor e sem os olhares ou provocações pela primeira vez em três décadas. “É incrível imaginar que em uma tarde eu teria mais de 5.000 tumores removidos, e uma vez que curada, eu teria uma pele agradável, lisa pela primeira vez em minha vida”, disse Libby.

Atualmente estima-se que a Neurofibromatose afete um total de 25.000 pessoas em todo o mundo em diferentes níveis. “As pessoas poderiam viver com esta condição se não fossem tratadas tão mal. Qualquer remoção de tumor, mesmo que alguns, pode fazer alguém se sentir emocionalmente melhor e mais feliz consigo mesmo”, disse Diana Haberkamp, diretora executiva da Neurofibromatosis Midwest.
“Nós sonhamos com o dia em que encontraremos uma cura, mas até então queremos que as pessoas tenham conhecimento da Neurofibromatose e compreendam as questões causadas pela condição” finalizou Haberkamp.

FONTE :https://galvestuntum.blogspot.com.br/VIA Daily Mail  [ Fotos: Reprodução / Daily Mail ]

ACONTECEU: Jean Wyllys diz que foi chamado de ‘queima-rosca’ por Bolsonaro

Deputado do PSOL admitiu, nesta terça-feira (6), ter tentado acertar parlamentar do PSC com cusparada
O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) confirmou, nesta terça-feira (6), ter tentado cuspir no parlamentar Jair Bolsonaro (PSC-RJ) durante sessão no plenário da Câmara. Ele argumenta, no entanto, que sofreu ataque homofóbico antes do episódio. As informações são do HuffPost Brasil

Durane depoimento ao Conselho de Ética da Casa, onde ele responde a processo por quebra de decoro, Wyllys disse que foi chamado de “queima-rosca” por Bolsonaro. “Ele disse ‘queima rosca’ e quando virei ele virou para mim, levantou a mão e disse ‘tchau, querida'”.

“Uma das primeira injúrias praticadas contra nós, homossexuais masculinos, é usar termos femininos para nos ofender porque a homofobia tem a mesma origem do machismo”, contou.

O filho de Jair Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro, também teria tentado cuspir contra Wyllys. O deputado do PSOL disse ter sido provocado pelo parlamentar do PSC em diversas ocasiões, sempre evitando se exceder em reações.

O episódio aconteceu depois que Bolsonaro homenageou o gerenal Alberto Brilhante Ulstra, que respondeu por um processo militar por tortura após a ditadura.

Wyllys foi alvo de seis representações na Corregedoria da Casa sobre o caso. Agora, cabe ao Conselho votar possível punição contra o deputado do PSOL, após análise de provas.
FONTE: https://www.noticiasaominuto.com.br

CAXIAS EM DETALHES: PROCON volta a autuar agência do Banco do Brasil em Caxias.



É assim quase todos os dias na agência do Banco do Brasil no centro de Caxias. Demora nas filas e clientes insatisfeitos.
Diante de denúncias e insatisfação de clientes, o PROCON organizou a operação “Paciência”, planejada pra acontecer logo após a abertura da agência. Desta vez, a ação foi direcionada exclusivamente ao Banco do Brasil.
A equipe do PROCON Caxias chegou à agência em horário de maior fluxo de clientes para averiguar possíveis irregularidades.
A ação pode resultar em multas e autuações. Só este ano já foram aplicadas R$ 129.000,00 de multas em agências bancárias de Caxias.
O banco foi autuado por excesso de espera nas filas superior a 30 minutos e falta de dinheiro em todos os caixas de autoatendimento. A instituição tem um prazo de 10 dias para apresentar defesa.


            

Fonte: TV Sinal Verde Caxias

DIRETO DE BRASÍLIA: Veja quem são os senadores que assinaram decisão a favor de Renan


O presidente do Senado declarou que vai “aguardar a decisão do Supremo” sobre seu afastamento do cargo e declarou: “nenhuma democracia merece isso”

Contrariando a decisão liminar do ministro do STF Marco Aurélio Mello, a Mesa Diretora do Senado Federal decidiu, nesta terça-feira (6), por manter Renan Calheiros (PMDB-AL) na presidência do Senado até que o plenário do Supremo, composto por 11 ministros.

Segundo informações do UOL, a Mesa Diretora é presidida por Renan Calheiros.

Veja os membros da Mesa que votaram em favor do Presidência do Senado:

Presidente do Senado, Renan Calheiros1º vice-presidente, Jorge Viana (PT-AC)2º-vice-presidente, Romero Jucá (PMDB-RR)1º secretário Vicentinho Alves (PR-TO) 2º secretário, Zezé Perrella (PTB-MG) 3º secretário, Gladson cameli (PP-AC) 1º suplente, Sérgio Petecão (PSD-AC) 2º suplente, João Alberto Souza (PMDB-MA)

A senadora Ângela Portela (PT-RR), que também participa da Mesa Diretora, e o senador Elmano Férrer (PTB-PI), 3º suplente, não têm suas assinaturas na carta.

O presidente do Senado declarou que vai “aguardar a decisão do Supremo” sobre seu afastamento do cargo e declarou: “nenhuma democracia merece isso”.

FONTE: https://www.noticiasaominuto.com.br

EDUCAÇÃO: Maioria dos alunos brasileiros não sabe fazer conta nem entende o que lê

Dados do PISA (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes) 2015, divulgados nesta terça-feira (6), indicam que o desempenho dos estudantes brasileiros em matemática e ciências piorou em comparação aos dados de 2012. Quando o assunto é a capacidade de leitura, os resultados seguem preocupantes, já que a média não mudou desde então– quando a pontuação já era considerada ruim.

Em matemática, de acordo com o relatório, 70,3% dos estudantes brasileiros ficaram abaixo do nível 2 de desempenho na avaliação –patamar mínimo estabelecido pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) como necessário para que o estudante exerça plenamente sua cidadania. Na prática, os alunos não conseguem responder às questões da disciplina com clareza e não conseguem identificar ou executar procedimentos rotineiros de acordo com instruções diretas em situações claras. 


A média nacional nessa disciplina foi de 377 pontos, muito abaixo da média da OCDE (490). Para se ter uma ideia, os melhores colocados no levantamento tiveram médias de 524 (Coreia do Sul), 516 (Canadá) e 511 (Finlândia). Em 2012, a média na mesma disciplina foi de 389. Com isso, o país registrou recuo em seu desempenho.
Segundo a publicação, a habilidade em matemática é definida como a capacidade individual de formular, empregar e interpretar a matemática em uma série de contextos. Isso inclui o raciocínio matemático e o uso de conceitos, procedimentos, dados e ferramentas para descrever, explicar e prever fenômenos. Há seis níveis de proficiência na disciplina.

Metade dos alunos brasileiros continuam com dificuldades de interpretação
Os dados do Pisa 2015 também apontam que 51% dos estudantes não possuem o patamar que a OCDE estabelece como necessário para que se possa exercer plenamente sua cidadania, considerando sua capacidade de leitura. Eles não ultrapassaram o nível 2 dentro da escala de avaliação.

Com isso, é possível afirmar que os jovens brasileiros têm dificuldades em lidar com textos e documentos oficiais, como notas públicas e notícias. Além disso, têm problemas para interpretar informações e integrar contextos.

A pontuação do Brasil foi de 407, enquanto que os países da OCDE tiveram uma média de 493. A média brasileira foi a mesma de três anos atrás, na última edição do Pisa.

Na outra ponta, os jovens brasileiros têm mais facilidade em lidar com textos pessoais, como e-mail, mensagens instantâneas, blogs, cartas pessoas e textos informativos. Eles também são bons em localizar e recuperar informação dentro de um texto quando necessário.
Com sua pontuação, o Brasil teve o desempenho inferior ao de países como Canadá –que ficou em 1º lugar com 527 pontos, Finlândia (526) e Coreia do Sul (517).

O desempenho geral dos estudantes brasileiros em leitura está abaixo da média da OCDE desde o início das avaliações da disciplina, em 2000 – conforme mostra o gráfico acima.

Desempenho em ciências segue estagnado
Em ciências, quando são avaliadas a capacidade de lidar com conceitos, teorias, procedimentos e práticas associadas à investigação científica, o Brasil contabilizou média de 401 pontos, valor também inferior ao dos estudantes dos países membros da OCDE (493). Em relação ao Pisa anterior (2012), a média (402) não mostrou grande diferença. O país seguiu estagnado, já que a variação foi de apenas 1 ponto.
Ao comparar com a série histórica, nota-se que os brasileiros apresentaram um crescimento médio de 390 para 405 pontos entre os anos de 2006 e 2009. Mesmo assim, o desempenho dos alunos também já se mostrava ruim.
Dentro da escala de avaliação do ano passado, 56,6% dos jovens brasileiros tiveram desempenho abaixo do nível 2, ou seja, eles não são capazes, por exemplo, de identificar uma explicação científica, interpretar dados e identificar a questão abordada em um projeto experimental simples de complexidade mediana.

Escolas públicas federais ficam à frente das escolas particulares
Na separação dos resultados do Pisa 2016 por rede de ensino, a rede pública federal obteve o melhor desempenho, ficando alguns pontos à frente da média obtida pelos alunos de escolas particulares.

Na área de ciências, a média alcançada pelos alunos das escolas federais foi de 517 pontos, contra uma média de 487 pontos dos alunos de colégios particulares. Em leitura, os desempenhos médios foram de 528 e 493, respectivamente, para os mesmos casos. Já em matemática, enquanto a média obtida pelos alunos da rede de ensino particular foi de 463 pontos, os alunos da rede federal alcançam, em média, 488 pontos.

O desempenho dos alunos da rede pública federal também superou a média nacional em cada uma das três áreas avaliadas– 401 pontos em ciências, 407 pontos em leitura e 377 pontos em matemática.

Escala de proficiência
O estudo de 2015 avaliou 23.141 alunos brasileiros (de 841 escolas), com idades entre 15 anos e 16 anos matriculados a partir do 7º ano.  O desempenho dos estudantes foi analisado com base em sete escalas, que vão de 6, a mais alta, até 1b, a mais baixa.

O que é o Pisa
O Pisa busca medir o conhecimento e a habilidade em leitura, matemática e ciências de estudantes com 15 anos de idade tanto de países membro da OCDE quanto de países parceiros.  Ele é corrigido pela TRI (Teoria de Resposta ao Item). O método é utilizado também na correção do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio): quanto mais distante o resultado ficar da média estipulada, melhor (ou pior) será a nota.

A avaliação já foi aplicada nos anos de 2000, 2003, 2006, 2009 e 2012. A cada ano é dada uma ênfase para uma disciplina: neste ano, foi a vez de ciências.

Dentre os países membros da OCDE, estão Alemanha, Grécia, Chile, Coreia do Sul, México, Holanda e Polônia, dentre outros. Dentre os países parceiros, estão Argentina, Brasil, China, Peru, Qatar e Sérvia.

FONTE: http://educacao.uol.com.br

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: Piloto do avião da Chapecoense tinha mandado de prisão

   O boliviano Miguel Quiroga, de    36 anos, era piloto e um dos sócios da Lamia – Reprodução Facebook
Miguel Quiroga tinha desertado da Força Aérea, segundo ministro
Miguel Quiroga, piloto do avião da Lamia que transportava a delegação da Chapecoense e uma das 71 vítimas da tragédia, tinha um mandado de prisão por ter desertado da Força Aérea, disse, nesta segunda-feira, o ministro boliviano da Defesa, Reymi Ferreira.
O ministro explicou que os pilotos militares assumem compromisso de, após formados, não se retirarem da Força Aérea até cumprirem com os anos de serviço militar previstos. Ele evitou a prisão com recursos na Justiça.

Domingo, em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, a viúva de Quiroga, Daniela Pinto, disse ter certeza de que o marido fez de tudo para evitar a tragédia:

– Eu entendo a dor de todas as pessoas, mas meu marido nunca colocaria por vontade própria a vida e a de outras pessoas em risco. Meu marido era um homem responsável, que amava o que fazia. Ele não era uma pessoa má. Não era um assassino – disse.

Natural de Cobija, o boliviano Quiroga – que era um dos sócios da Lamia – tinha 36 anos.
FONTE: http://oglobo.globo.com/

PLANTÃO BRASIL: Dr. Rey será candidato à presidência: ‘Vou tirar o Brasil da miséria’



Rey diz que tem planos ousados para o Brasil e prometer acabar de vez com a corrupção

A vitória inesperada de Donald Trump à presidência dos EUA deixou o cirurgião plástico Dr. Rey ainda mais esperançoso em governar o Brasil. O paulistano, mais conhecido como Dr. Hollywood, afirma que vai se candidatar à presidência da república nas eleições de 2018 e acredita na vitória.
Em entrevista ao jornal ‘Extra’, o médico falou sobre o assunto: “Vou tirar o Brasil da miséria”, prometeu ele, durante um discurso no sábado, na noite de autógrafos da sua autobiografia, no evento promovida pela “Revista Lagos”e pelo salão “Beach & Charm”, em Búzios, na Região dos Lagos.

Empresário e apresentador de TV, Roberto Miguel Rey Júnior, de 55 anos, diz que tem planos ousados para o Brasil e prometer acabar de vez com a corrupção e elevar a economia do país através da redução de impostos. Ele se espelha em ideias e no conservadorismo de Trump para mudar a nação.

Cogintando se pré-candidatar pelo Partido das Mulheres (PMB), Rey disparou: “Vamos valorizar o indivíduo, baixar os impostos e criar o maior ambiente corporativo do mundo. Vou dar esperança para essa geração” afirmou ele.

Ainda segundo a publicação, Dr. Rey foi candidato a deputado federal em 2014, quando recebeu 21.371 votos e não foi eleito. Ele credita à derrota ao fato de não ter se rendido à corrupção no país.

“Fiz a minha campanha honestamente. Desgastei três sapatos em três meses de campanha, de porta em porta. No Brasil, o voto é comprado, por isso que eu não ganhei. No fim do dia das eleições me pediram um ‘cachêzinho’. Eu venho de outro planeta. Eu vejo o Brasil objetivamente, e o país precisa de alguém de fora, que não tem a lama da política. Politicagem é ruim. Eu venho não só de fora da política, mas de outro planeta. Eu já sou milionário. Vou pagar a minha própria campanha e não dever favores. O Trump ganhou e pagou a campanha dele. Ele deve zero favores. Tudo o que eu fiz na minha vida foi pensando em um dia ser presidente do Brasil”.

FONTE: https://www.noticiasaominuto.com.br/

Notícias da Ilha/São Luís: Eduardo Braide anuncia que vai entrar com processo de cassação do mandato de Edivaldo Holanda Júnior


“Não há dúvidas que houve abuso político e abuso de poder econômico na eleição de São Luís”, declarou Eduardo Braide. O deputado estadual informou que está se municiando de dados sobre a eleição municipal de São Luís, realizada em outubro e da qual saiu derrotado, a fim de questionar a reeleição do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT). O anúncio foi feito na última sexta-feira (02) ao conceder entrevista aos jornalistas Ailton Nunes e Diego Emir, no programa “Fala, Maranhão”, levado ao ar, de segunda a sexta-feira, das 17h às 19h, na Rádio Capital AM.

Embora esta tenha sido a primeira vez que tratou do assunto publicamente, o deputado estadual já havia constituído um grupo de advogados para levantar todas as denúncias que chegaram ao seu conhecimento, bem como aquilo que foi presenciado pela população, em termos de abuso de poder econômico e político, para formalizar suas denúncias. A interlocutores, Braide tem dito que pode até não ser bem sucedido em São Luís, mas está confiante de que sua representação no TSE será acolhida, tantas são as provas de irregularidades.

O deputado disse que há muito não se assistia no Maranhão uma eleição tão viciada quanto esta de 2016, em que os governos do estado e a prefeitura municipal, despudoradamente, usaram todas as suas estruturas para derrotar um adversário. Não bastasse o uso da máquinas pública, com obras, anúncios de novos serviços, propaganda indireta etc, a parceria entre o prefeito e o governador Flávio Dino patrocinou também jornalistas, blogueiros e veículos de comunicação não para difundir a campanha do candidato do PDT, mas tão somente para desconstruir do a imagem do adversário.

Inclusive, o deputado estadual relatou abusos cometidos por secretários e por candidatos a vereador. É de conhecimento geral que existiam titulares de pastas da Prefeitura de São Luís, que usavam de poder econômico para garantir votos e até mesmo apoiadores.

Eduardo Braide informou ainda que está movendo ações contra todos os seus detratores. Alguns já estão condenados na área Cível e outros aguardam pronunciamento da Justiça na área criminal. Segundo o deputado, estas ações servem para que aqueles que o ofenderam em colunas de jornal, programas de rádio e TV, blogs e pelas redes sociais tenham a oportunidade de provar tudo o que disseram a seu respeito e de seus familiares


FONTE: http://diegoemir.com/