Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

BARBARIDADE: Mãe pesquisou na internet como cortar filha achada em geladeira

Polícia disse que mulher confessou ter se drogado para esquartejar a vítima

Mãe pesquisou na internet como cortar filha encontrada na geladeira Foto: Reprodução/Print de vídeo YouTube Cidade Alerta Record

A mulher que foi presa, no último sábado (26), suspeita de ter matado e esquartejado a própria filha, além de esconder parte do corpo em uma geladeira, disse em depoimento que pesquisou na internet a maneira mais fácil de esquartejar a menina. As informações são do R7.

foto colorida de mulher que matou a filha e escondeu corpo em geladeira

foto:(reprodução)

No último domingo (27), a prisão de Ruth Floriano, de 30 anos, foi convertida em preventiva. Com isso, ela ficará presa por tempo indeterminado, até que as investigações avancem.

Segundo a polícia, Ruth já teria admitido que cometeu o crime para se vingar do ex-companheiro e pai da criança.

A vítima se chamava Alany Izilda Floriano Silva e tinha 9 anos de idade. O boletim de ocorrência aponta que ela estava escovando os dentes quando foi puxada e esfaqueada pela mãe.

Ruth teria relatado ainda que deixou a filha caída por cerca de três horas e, depois, “se drogou o suficiente para ter coragem de arrancar a cabeça” da criança.

Em seguida, a mulher teria colocado os restos mortais da vítima em uma caixa térmica e, dias depois, decidiu deixar partes na geladeira.

 

SOGRA DESCONFIOU

 

Após matar a filha, Ruth se mudou no dia 16 de agosto da Zona Leste de São Paulo, onde morava, para a Zona Sul da cidade, onde foi morar com o novo namorado, Jonathan Queiroz dos Reis. Informações preliminares apontam, porém, que Alany teria sido morta há cerca de 20 dias, ou seja, alguns dias antes da mudança da mãe.

À polícia, um funcionário que fez a mudança disse ter notado que a geladeira estava enrolada em um lençol e amarrada com fitas. Já um amigo do atual namorado de Ruth notou que o eletrodoméstico estava mais pesado que o normal e disse que foram necessárias quatro pessoas para levá-lo.

A desconfiança aumentou, porém, quando a atual sogra de Ruth estranhou o fato de a geladeira estar ligada na tomada, mas seguir enrolada em um lençol. A mulher desconfiou que houvesse drogas e armas dentro do eletrodoméstico. Após Ruth sair de casa, a sogra dela conseguiu pegar a chave do imóvel e achou os restos mortais de Alany em uma caixa térmica ao lado da geladeira.

Com Informações: https://pleno.news

Categoria: Notícias