Conforme o ex-dirigente, o crime se justificaria, porque as pessoas estão cada dia mais pobres. “O país é um país pobre, as pessoas estão cada dia mais pobres, então o cara tem o direito de te roubar um relógio, mas não tem o direito de te dar uma facada, um tiro, por causa de um relógio, por causa de um tênis, que, às vezes, é falso, por causa de uma bicicleta”, disse o petista.

“Rouba a bicicleta, mas não dá a facada nem o tiro na pessoa. E hoje qualquer um dá o tiro por nada”, concluiu. Ainda segundo ele, as pessoas estão “perdendo a razão”.

Sanchez deu a declaração ao ser questionado sobre a relação entre o futebol e a sociedade brasileira. “Futebol é reflexo da sociedade”, afirmou, ao citar as brigas entre as torcidas organizadas.

Confira o Vídeo clicando no quadro do twitter 

Com Informações: https://revistaoeste.com