Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

CURIOSIDADE: Laterais brasileiros fizeram alguns dos gols mais legais da Seleção em Copas; relembre

Daniel Alves assume a lateral hoje; por isso, trazemos tentos históricos de seus predecessores

jeito brasileiro de jogar futebol cativa o mundo por algumas de suas características, como toque de bola fluido, dribles desconcertantes e a ofensividade de seus laterais. Quando a Fifa elegeu os melhores de todos os tempos, na década de 1990, os brasileiros Djalma e Nilton Santos foram escolhidos para as posições. 

O gol do lateral Carlos Alberto é considerado por muitos o maior exemplo de trabalho em equipe das Copas. A curva feita pela bola no gol marcado pelo lateral Nelinho é objeto de análise, décadas depois de ter sido feito. 

Nesta sexta em que entra em campo o nome mais polêmico da convocação de Tite para a Copa do Catar, o lateral Daniel Alves, listamos alguns dos gols mais bonitos, importantes ou inesperados marcados por jogadores brasileiros dessas posições em Copas. 

1 – Branco – 1994

A Copa foi do Romário, mas nossos laterais esquerdos causaram nos Estados Unidos em 1994. Primeiro o titular Leonardo foi expulso por fraturar o rosto do estadunidense Tab Ramos com uma cotovelada. Seu substituto, Branco, quase não foi à Copa, por estar fora de forma e era um nome bem contestado. 

Até marcar o gol que garantiu a passagem brasileira para as semifinais, com o canhão abaixo. 

2 – Nelinho – 1978

Jogos de disputa de terceiro lugar costumam ser os mais desanimados das Copas. O do Mundial da Argentina entrou para a história por causa da curva improvável conseguida pelo então lateral direito do Cruzeiro. Detalhe, esse foi o segundo gol feito pelo defensor na competição. 

3. Josimar – 1986

Ele nem ia para a Copa. Foi convocado porque Leandro desistiu. Ele nem ia jogar, mas saiu do banco com a contusão de Edson. E ele fez um golaço, espantando absolutamente toda a torcida brasileira, em um dos seus primeiros jogos com a camisa da seleção, contra a Irlanda do Norte. Sem saber que era impossível, fez outro, ainda mais bonito, contra a Polônia. 

Se ficou curioso sobre o primeiro gol dele, clica abaixo:

4 – Carlos Alberto – 1970

Tostão rouba a bola na defesa brasileira, passa para Piaza, que toca para Clodoaldo, que entrega para Gerson passar para Pelé, que devolve a Clodoaldo. Ele dribla quatro italianos antes de entregar redonda a Rivelino, que acha Jairzinho na ponta esquerda, que corta para dentro e acha Pelé na direita, que enxerga com a nuca a chegada de Carlos Alberto, que fecha a goleada do título. O gol mais bonito coletivamente já feito em uma Copa do Mundo. 

5. Nilton Santos – 1958

O primeiro gol marcado por laterais brasileiros havia sido na Copa anterior, da Suíça em 54, por Djalma Santos. Mas como este foi uma mera cobrança de pênalti, escolhemos o de Nilton Santos na Copa da Suécia. Na época, os laterais eram proibidos de avançar no campo adversário, mas a “rebeldia” de Nilton entrou para a história e contribuiu para sua escolha como o maior lateral esquerdo de todos os tempos. 

6. Junior – 1982

“Aquela seleção era tão boa que até a o lateral esquerdo era melhor que eu”, disse certa vez Toninho Cerezo. A declaração do meia não era bullying com os laterais, apenas a constatação que tinha mesmo talento demais no elenco. Abaixo, o gol marcado pelo “maestro” Junior, que na época era apelidado de capacete

7 – Maicon – 2010

Poderíamos fechar essa listinha com o gol de Roberto Carlos (contra a China em 2002) ou de Cafu (contra a Escócia e 98). Mas o escolhido foi o Maicon, com o tirambaço contra a Coreia do Norte que iniciou a campanha na Copa da África do Sul.

8- Marcelo – 2014

Como nem tudo são flores, deixamos também o gol contra logo nos primeiros minutos do primeiro jogo da Copa brasileira. 

Edição: Rodrigo Durão Coelho

Com Informações: https://www.brasildefato.com.br

Categoria: Notícias