Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

BOMBA: PL deve pedir que sejam desconsideradas as urnas eletrônicas antigas, isso daria vitória a Bolsonaro

Embora a versão seja preliminar, o presidente do Partido Liberal (PL), Valdemar da Costa Neto, pretende pedir a anulação das eleições, baseado em duas auditorias sobre as urnas contratadas pelo próprio partido. 

Nesta terça-feira (15/11), o PL divulgou um relatório preliminar que mostra a existência de Logs inválidos das Urnas Eletrônicas. 

Segundo o relatório apresentado pela equipe técnica do Instituto Voto Legal (IVL), por meio de Levantamento, Auditória de Conformidade, Auditoria Operacional, Inspeção, Acompanhamento e Monitoramento, mostra que há fortes indícios de interferência nos percentuais de votação dos dois candidatos, favorecendo um candidato em detrimento do outro, especialmente nos estados do Nordeste.

A imagem abaixo apresenta um exemplo de arquivo Log de Urna de uma urna UE2020, obtido no portal do TSE,pela equipe técnica do Instituto Voto Legal, exibindo um código de identificação de urna correto:

Já a imagem seguinte mostra o Log de Urna de uma urna modelo UE2015, que não apresenta o número de identificação da urna, exibindo em seu lugar, segundo o relatório, um número espúrio que invalida a vinculação do Log de Urna com a urna: 

De acordo com o glossário no site do TSE, os “logs são os registros de atividade, como o histórico, de qualquer sistema. É onde se pode localizar possíveis alterações e acessos, como um histórico de atividades desenvolvidas naquele programa.”

Portanto, tal arquivo é um dos elementos primordiais para a auditoria pelos partidos políticos e “demais entidades fiscalizadoras”. 

Baseados nestas informações, o IVL apresenta também a imagem de um painel de análise estatística de dados da Gaio.io com a comprovação de que são inválidos os arquivos Log de Urna de todas as urnas eletrônicas de modelos de fabricação diferentes do modelo UE2020, ou seja, modelos 2009, 2010, 2011, 2013 e 2015.

De acordo com a conclusão apresentada, os modelos de fabricação diferentes do modelo UE2020, utilizadas nos anos de 2009 a 2015, mostram um valor incompatível no lugar do valor esperado do código de identificação da urna eletrônica, tornando impossível vincular cada arquivo Log de Urna com a respectiva urna física.

Isso mostra que as Urnas Eletrônicas apresentam uma falha de funcionamento, indicando que não é possível validar os resultados gerados em todas as urnas eletrônicas de modelos 2009, 2010, 2011, 2013 e 2015, obrigando a desconsiderar a totalização das eleições no segundo turno, “em função do mau funcionamento destas urnas”, destaca o documento. 

Quesitos apresentados 

Dentro os quesitos apresentados pela empresa, eles respondem sobre o valor correto do código de identificação da urna e se há a possibilidade de correlacionar cada arquivo com o Boletim de Urna (BU): 

Os arquivos Log de Urna contém o valor correto do código de identificação da urna eletrônica, no campo documentado pelo TSE, em todas as suas linhas?

Após analisar os logs de todas as urnas, detectamos que a informação do código identificador de urna, no quarto campo de todas as linhas dos logs, comparado com o código publicado no Boletim de Urna no site do TSE: 1. Está correto para as UE2020 2. Contém uma informação inválida, única e repetitiva, “67305985”, para os outros modelos de urnas. 3. Este código está inclusive fora da gama de códigos identificadores de urnas publicados pelo próprio TSE.

Os arquivos Log de Urna contém o código de identificação da urna eletrônica, em algum outro campo ou linha?

Após analisar os logs de todas as urnas, detectamos que a informação do código identificador de urna, conforme publicado pelo Boletim de Urna do TSE, não está presente em nenhum campo de nenhuma linha dos logs.

É possível correlacionar cada arquivo Log de Urna com o Boletim de Urna correspondente?

Através do site do TSE, com as informações de município, zona e seção eleitorais é acessado o Boletim de Urna correspondente. Neste boletim, além das informações de acesso existe o código de identificação da urna. 

Através da aba Log de Urna é possível acessar o arquivo Log de Urna ali armazenado. 

Inversamente, o log contém linhas que identificam o Município, Zona e Seção eleitorais. Com esta informação via portal, pode- se acessar o Boletim de Urna. 

Nos arquivos Log de Urna que não contêm o código de identificação da urna eletrônica correto, é impossível correlacionar univocamente esse log com o Boletim de Urna, invalidando a possibilidade de auditoria.

É possível correlacionar cada arquivo Log de Urna com a urna identificada por seu código de identificação?

Em continuação a resposta anterior, e levando-se em conta a Resposta ao Quesito a, esta correlação só é possível nas urnas UE2020, não sendo possível nas urnas modelos anteriores pela falta do código de identificação da urna eletrônica no arquivo Log de Urna.

*Com informações: https://terrabrasilnoticias.com/ do documento apresentado pelo Partido Liberal (PL)

Categoria: Notícias