Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

Brasileiros pedem ajuda de Bolsonaro para saírem da China

Eles querem o auxílio do presidente para serem retirados com segurança de Wuhan, epicentro do coronavírus

Reprodução/YouTube

Um grupo de brasileiros gravou um vídeo, publicado neste domingo (02), no Youtube, pedindo ajuda ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. “Escrevemos-lhes esta carta para solicitar o auxílio do governo brasileiro no retorno ao nosso país“, fala um deles na carta. 

 

Entre homens, mulheres, adultos e crianças, cerca de 15 brasileiros aparecem no vídeo lendo trechos de uma espécie de carta-aberta, na qual eles lembram as operações de evacuação já feitas por outros países, como Alemanha e Estados Unidos, e dizem estar dispostos a passar pelo período de quarentena fora do território chinês. Ao longo dos seis minutos de vídeo eles também apontam a colaboração logística que o governo chinês tem oferecido a essas operações.

Na carta-aberta, datada de 30 de janeiro, todos seus signatários são brasileiros e afirmam estar em Wuhan, epicentro do coronavírus. Eles reforçam que apesar do pedido de retirada, nenhum deles teve a doença comprovada ou sequer os sintomas de infecção.

O presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou que o governo terá o “total e irrestrito apoio” dos parlamentares para trazer os brasileiros que estão em Wuhan, na China.

Antes disso, contudo, Bolsonaro alegou que o Brasil precisaria ter uma lei de quarentena para garantir que, quando voltassem ao país, esses brasileiros ficariam isolados pela tempo necessário para descartar uma possível suspeita de contaminação pelo coronavírus.

Alcolumbre garantiu, então, que o Congresso está inteiramente disposto a discutir e aprovar essa legislação de forma célere. “Tenho certeza que a Câmara e o Senado vão trabalhar para agilizar e votar essa lei em regime de urgência. Se o governo precisar adotar uma MP [medida provisória], terá o nosso apoio”, anunciou Alcolumbre em entrevista à TV Senado. Presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) confirmou a disposição em tratar do tema com a urgência necessária. “O governo pode mandar a lei e a Camara votará com urgência”, garantiu Maia, em nota.

Alcolumbre, porém, acredita que nem seria preciso ter essa lei. Para ele, o governo poderia fretar uma aeronave e manter esses brasileiros isolados em uma base militar nesse período de quarentena. “Acho que não precisamos chegar a esse ponto. Acho que é uma decisão estratégica. Mas se o presidente tomar essa decisão, terá o nosso total e irrestrito apoio”, ponderou o presidente do Congresso.

Além da questão da quarentena, Bolsonaro também já havia dito que a repatriação desses brasileiros poderia gerar um custo muito alto para o Brasil. Tanto Alcolumbre, quanto Maia, porém, dizem é possível organizar o orçamento federal para garantir a volta desses brasileiros. Procurado, o Palácio do Planalto ainda não se posicionou sobre o vídeo dos brasileiros que estão em Wuhan, nem sobre o posicionament do Congresso. 

Já o Ministério da Saúde informou que “que não há recomendações da Organização Mundial de Saúde para a retirada das pessoas da China”. “O tema  da repatriação de brasileiros que estão em Wuhan foi discutido nessa sexta-feira  pelo Presidente da República e demais órgãos envolvidos. O debate também será feito com o Congresso Nacional”, disse a pasta.

Com Informações: https://oimparcial.com.br

Categoria: Notícias