Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

CAXIAS EM DESTAQUE: Tino Castro pré-candidato a prefeito de Caxias divulga carta aberta os seus conterrâneos

Foto: Empresário Tino Castro

 

O jovem empresário Caxiense Tino Castro, neto do Industrial Constantino Castro e do ex-prefeito de Caxias José Castro tem sangue e tradição política e a vontade de servir honestamente ao seu povo (da redação repasse informativo)

FOTO: Família de Tino Castro

Constantino Castro Neto ou Tino Castro conhecido pela sua atuação na atividade esportiva Motocicleta) e empresarial em Caxias disponibilizou seu nome nessa semana para concorrer nas próximas eleições de prefeito. Tino diz que conseguiu na sua vida todos os seus objetivos e que está sua decisão visa apenas servir aos seus conterrâneos. Confira abaixo a carta aberta que tino publicou nas redes sociais aos admiradores e amigos e a todo o povo de Caxias.

 

AOS CIDADÃOS E CIDADÃS DE CAXIAS, AMIGOS E CONTERRÂNEOS

Apresento-me para vocês:

Sou Constantino Neto. Alguns me chamam, apenas, Tino.

Me formei em Economia. Cuido de diversos empreendimentos, todos em nossa cidade. Sou desportista, no segmento dos esportes radicais e tenho obtido vitórias e campeonatos que levaram e elevaram o nome de Caxias e do Maranhão para todo o país.

Sou casado com minha linda esposa Dayane, com a qual mantenho laços eternos de amor e respeito. Ela e eu temos três maravilhosos filhos, e a família foi enriquecida com um genro.

Nasci em Caxias, em 28 de janeiro de 1977. Nasci de uma união — que se mantém até hoje — entre um funcionário do Armazém Paraíba e a filha de um dos maiores industriais de Caxias e do Maranhão, na época. Somos três irmãos: Ana Karine, Constantino e Júnior.

Sou bisneto do senhor José Delfino Silva. Meus avós paternos não os conheci. Meus avós maternos foram para mim verdadeiros pais: Dª Dulcimar Castro, mulher caridosa, católica e de fibra, foi a primeira mulher caxiense a dirigir nas ruas da cidade, em um Jeep Willys; ela lapidou meu coração, dos meus irmãos e primos.

De meu avô, Constantino Ferreira de Castro, herdei o nome, a confiança e muita coragem. Ele me mostrava — e eu aprendi e hoje repasso aos meus filhos – que, onde existe o bom, é sempre possível ser igual ou melhor. Ou seja, devemos procurar evoluir sempre, no sentido da melhoria, da bondade.

Cresci nas ruas da minha cidade e nelas fiz muitas coisas, tudo no seu devido tempo, ou no meu tempo. Depois, fui pra São Luís, onde me formei em Economia há mais de vinte anos. Retornei para Caxias e já contribuía com a reinauguração do Posto Santa Marta juntamente com meu avô.

Tendo crescido dentro de uma grande indústria, desenvolvi interesse por máquinas e motores, além de compreender bem cedo que o trabalho era uma virtude e herança de família. Assim permaneço até os dias atuais — praticando a virtude do trabalho, todo dia, o dia todo, muitas das vezes entrando pela noite.

Além da “lapidação” que minha avó Dulcimar fez em mim, meus pais, claro, também contribuíram para formar em mim um bom coração. Assim fui pegando qualidades e conselhos de meus pais e avós e fui formando e desenvolvendo minha personalidade. Como um ser humano vive em sociedade, em comunidade, em cidade, igualmente fui aprendendo com os exemplos — e os erros — meus e de muitos amigos, muitos amigos mesmo, espalhados tanto em Caxias quanto no Maranhão, no Nordeste e em diversos países do mundo.

Não envergonho Caxias. Ao contrário, seja por minhas atividades empresariais ou pelas práticas esportivas, tenho levado por todo o Nordeste e para o país o nome de nossa cidade, colocado sempre no lugar mais alto.

Com a consolidação de minha família, de minhas atividades econômicas e no Esporte, creio que posso aplicar meu tempo, conhecimento, saúde, experiência e seriedade a serviço de uma causa maior.

Sinto-me preparado, disposto e disponível para novos desafios. Estou pronto e no ponto para colocar em prática todo senso de justiça, de sensibilidade social e todo cuidado que um gestor público deve ter para transformar — de verdade e para melhor — a vida das pessoas e da cidade.

Temos de trazer benefícios e muito zelo para todo o município, zona rural e urbana, cidade e campo. Temos de investir pesadamente e dinamizar também áreas em que Caxias é ou pode ser única no país: sua grande História, sua Cultura maiúscula e a preservação ambiental e de seu Patrimônio Histórico. Isto requer um cuidado e uma capacidade especial . Temos de formar um competente corpo técnico e adotar de modo transparente mecanismos legais, éticos, para que haja lisura nas contratações e na realização de obras e serviços em favor da população e do embelezamento urbano e das comunidades rurais.

Uma Gestão Pública é formada de dezenas de secretarias e outros órgãos ou cargos de elevadas responsabilidades. Assim, pode-se realizar ações muitas e simultâneas, ao mesmo tempo, nas diversas áreas, como, de modo prioritário, Educação, Saúde e Segurança, que são áreas que tratam da existência física da pessoa, com qualidade.

Claro que áreas como Infraestrutura, Cultura, Turismo, Agricultura, Comércio, Serviços e Indústria receberão atenção, com forte captação e aplicação de recursos e tecnologias, para gerar mais emprego e renda e melhor qualificar nossos produtos, bens e serviços, que, tenho certeza, colocarei em nível de exportação dentro e fora do Brasil. O míni, pequeno e médio empreendimentos, os trabalhos individuais, ganharão enorme destaque, pois saberemos respeitar a produção isolada mas, ao mesmo tempo saberemos coletivizar a venda e exportação dos produtos, com mais ganho de mercado e rentabilidade. Linhas de créditos especiais e até instituições financeiras especiais — como o Banco da Mulher e o Banco do Povo — serão implantados, para dar rapidez, com segurança, ao crédito para os pequenos negócios.

Meus conterrâneos e cidadãos e cidadãs de Caxias: Eu poderia estar neste momento buscando apoio e fazendo parte de uma corrida eleitoral, mas não, não tenho esse caminho como certo. Não faço questão de ser ou “brigar” por algo que sei que, no fundo, quem decide mesmo é o povo. Por isso, nada melhor do que falar, do que se expor diretamente à consciência das pessoas, para que elas possam ir conhecendo um pouco mais de nossa vida, de nossa formação, de nosso trabalho, de nossas ideias — para as quais espero, no momento certo, a indispensável discussão e a desejada contribuição, no sentido da melhoria e consenso.

Agora é só um começo. Ao confirmar minha decisão de entrar na “corrida” para ser avaliado pela população de Caxias, faço-o como a pessoa cujo tempo e esforço serão aplicados no sentido das soluções, pois os problemas estão aí, à vista de todos os caxienses.

Gestor público é líder, não patrão. Patrão é o povo, o contribuinte, o eleitor. Um verdadeiro gestor não precisa de seguidores — quer pessoas ao seu lado, com suas ideias e com sua capacidade de trabalho, com seu respeito ao que é de todos.

Agradeço a Deus por essa minha forma de pensar, de fazer, de realizar. Sei que, sobretudo em Política e em Administração Pública, esses meus pensamentos, propósitos e propostas divergem do que falam e do que fazem outros nomes. Mas respeitem-se as diversidades e as divergências. De minha parte, ratifico que não estou atrás de dinheiro ou poder, mas, sim, justiça, que é o nome que resume os conceitos e realidades ligados à desigualdade social, ao desemprego, à falta de qualidade de vida, à falta de qualidade na Educação, na Saúde, na segurança, à falta de adequada ocupação da capacidade de trabalho e da resistência sadia de nossos conterrâneos e conterrâneas caxienses.

Quero retribuir, com trabalho de qualidade, o que minha cidade e seu povo já me proporcionaram. Quero ser ainda mais motivo de orgulho para Deus e meus pais, pelo dom da vida e pela correção em vivê-la.

Sou caxiense, sou maranhense, sou brasileiro.

E, na minha cidade e no meu país, um bom filho não foge à luta.

Grato por seu tempo e atenção.

Estou à sua disposição.

Por uma Caxias que Caxias merece,

Constantino.

Fotos das primeiras movimentações de Tino Castro como pré-candidato a prefeito de Caxias.

 

Categoria: Notícias