Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

GIRO PELO BRASIL: Morre Dilma Jane, mãe da ex-presidente Dilma Rousseff

Aos 95 anos, ela enfrentava vários problemas de saúde decorrentes de um AVC e uma embolia pulmonar 

Dilma com a mãe, Dilma Jane, conhecida pelos amigos como “Dona Dilminha” (Foto: Reprodução / Twitter)

Dilma Jane Coimbra Silva, mãe da ex-presidente Dilma Rousseff, morreu na manhã deste sábado (13), aos 95 anos. Ela morava em Belo Horizonte e enfrentava uma série de problemas decorrentes de uma embolia pulmonar e de um AVC.

Ex-ministro Chefe da Casa Civil no segundo mandato de Dilma, Jaques Wagner usou as redes sociais para prestar sentimentos à correligionária. Disse que Dilma Jane era chamada pelos mais próximos de “Dona Dilminha”, e que esteve ao lado da filha durante toda a sua atuação como presidente. Também destacou a resistência da mulher durante a ditadura.

“Nos solidarizamos com a presidenta Dilma e sua família pela partida de sua mãe, Dona Dilminha, como é carinhosamente chamada. Não só esteve ao lado da filha durante todo o tempo de presidência, ela também exerceu papel importantíssimo na resistência ao arbítrio imposto à Dilma e a tantos companheiros durante a ditadura”, escreveu Wagner.

Dilma deve retornar ainda neste sábado de uma viagem a Londres para acompanhar o velório e o enterro da mãe.

Mãe de Dilma nasceu no TJ

Dilma Jane nasceu em 1924 em Novo Friburgo, no Rio de Janeiro. Criou-se no interior de Minas Gerais, onde seus pais trabalhavam como pecuaristas. Virou professora e conheceu o advogado e empreendedor búlgaro Pétar Russév, mais tarde naturalizado Pedro Rousseff. O casal se fixou em Belo Horizonte e teve três filhos: Igor, Dilma Vana e Zana Lúcia — esta, morta em 1976.

Dilma Jane tornou-se viúva em 1962. Com a eleição de Dilma para a presidência da República em 2011, mudou-se para Brasília, onde passou a viver no Palácio da Alvorada. Com o impeachment da filha em 2016, retornou para Belo Horizonte.

Família Rousseff: o filho Igor, a mãe DIlma Jane, a filha Dilma, a outra filha Zana Lúcia e o marido Pedro(Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal)

Repercussão

A ex-deputada Manuela D’Ávila usou as redes sociais para prestar condolências à ex-presidente pela perda. “Meu abraço carinhoso à presidenta pela passagem de Dona Dilma Jane, sua mãe”, escreveu.

Outros correligionários de Dilma, como o ex-senador Eduardo Suplicy e a deputada federal Érika Kokay (PT-DF) também prestaram homenagem à ex-presidente pela perda. “Mãe não tem limite, é tempo sem hora, luz que não apaga. Com essas palavras de Drummond, presto meus sentimentos pela passagem de Dilma Jane”, escreveu Érika. “Meus sentimentos pelo falecimento de sua queridíssima mãe, Dilma Jane, tão responsável por você ser esta maravilhosa e corajosa mulher”, tuítou Suplicy em mensagem endereçada à amiga.

Com Informações:https://www.nsctotal.com.br

Categoria: Sem categoria

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.