Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

Direto de Teresina: Acusado de matar Gabriel Brenno pode ser preso ainda hoje, diz polícia

De acordo com o investigador Nonato, o acusado já estava sendo monitorado a fim de identificar sua localização. “Ele tá sendo monitorado e a gente quer prender ele ainda hoje”, pontuou.

Por: BRUNNO SUÊNIO 

Deivid Ferreira de Sousa

 

Próximas horas

A prisão de Deivid Ferreira de Sousa, acusado de matar o estudante Gabriel Brenno Nogueira da Silva Oliveira, pode acontecer nas próximas horas. Com o mandado de prisão expedido pela Justiça, no início da noite dessa terça-feira (23), os investigadores vão fechar o cerco contra o mestre de obras, que passou a ser considerado foragido.

A Investigação

De acordo com o investigador Nonato, o acusado já estava sendo monitorado a fim de identificar sua localização. “Agora com o mandado de prisão a gente vai cair em campo. Ele tá sendo monitorado e a gente quer prender ele ainda hoje”, pontuou.

Foto: Divulgação/Polícia Civil Deivid Ferreira de Sousa

Polícia

O delegado Sérgio Alencar, responsável pelas investigações, concluiu o inquérito no início da semana e indiciou Deivid Ferreira de Sousa, 34 anos, por homicídio qualificado por motivo fútil, como explicou o delegado Sebastião Alencar, gerente metropolitano da Polícia Civil do Piauí. “Foi um crime passional, por ciúmes da mulher ele matou esse rapaz. Ele vai responder por homicídio qualificado, por motivo fútil”, disse o delegado.

 A busca

A Polícia Civil já foi em três endereços atrás de Deivid. Os investigadores procuraram o acusado na casa dele, da mãe e da irmã, mas ele ainda não foi localizado.

A morte de Gabriel Brenno

Após passar seis dias internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), Gabriel Brenno acabou não resistindo ao tiro que recebeu na cabeça, na manhã da última quarta-feira (17), quando deixava a pensão em que morava, na Rua Paissandu.

Foto: Facebook/Gabriel Nogueira Gabriel Brenno

O laudo médico

Segundo a assessoria de comunicação do HUT, complicações em decorrência do tiro causaram a morte do estudante. “Gabriel apresentava uma lesão cerebral grave. Esse tipo de lesão, na maioria das vezes tem repercussão sistêmica e acaba levando ao comprometimento de múltiplos órgãos. Além do comprometimento cerebral, rins e pulmões acabaram sendo afetados”, informou o hospital, através de nota.

Com Informações: https://www.gp1.com.br/

Categoria: Sem categoria

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.