Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

Aconteceu: As Mijadas do POTÓ e a guerra dos ovos

FOFOCALIZA

O bicho pegou

Noite de fúria no palco da guerra da Balaiada. Os vereadores caxienses mais uma vez foram acuados por pessoas da comunidade armadas com ovos e palavras de ordem.

O ovo comeu

Dizem que o vereador Paulo Simão correu tanto com medo de ser ovado pelos ataques geminados dos professores que ele confidenciou que ficará um bom tempo sem comer ovo.


Na trincheira


De um lado, os professores que reivindicam as vantagens, do outro os vereadores, e na trincheira, o prefeito.


Nas redes sociais


Os comentários sobre esse impasse está sendo amplamente comentado, onde os professores se revoltaram contra a proposta de 4,17% de aumento para os educadores aprovado pelos vereadores.

Comentário na rede

“Os sindicalistas erraram vergonhosamente.

Infelizmente, os professores não estão sendo representados, pois com toda certeza o verdadeiro professor respeita opiniões divergentes, debate sem agredir, discute sem xingar, e reivindica com diálogo. Respeitando e sabendo ouvir a outra parte, caso não seja assim, é o que denominamos de ditadura educadora, onde meia dúzia pensa em impor o que pensa em detrimento de sua própria vontade, esquecendo centenas que não pensam como eles. Não é com violência, truculência e desrespeito que se consegue a defesa de seus direitos”, desabafou um internauta.

Sindicalistas detonam sindicato

Os professores Benigno e Antonio Alves disseram em suas páginas nas redes sociais que o SINTRAP, toda vez que vai haver eleição no sindicato pressionam os gestores e passam quase toda a gestão calados e sempre que ocorre eleição vence o mesmo grupo.

Veja os Print da revolta

Vereadores aprovam

“Os vereadores aprovaram reajuste salarial de professores sem respeitar o Plano de Cargo e Carreira da Categoria”, disse outro.

Votos contra

Magno Magalhães (PSD)
Edilson Martins (PSDB)
Thaís Coutinho (PSB)
Tevi (SD)

Votos favoráveis

Durval Júnior (PSB)
Mário Assunção (PPS)
Gentil Cantanhede( PSL)
Jeronimo (PMN)
Catulé (PRB)
Ximenes (PR)
Sargento Moisés (PSD)
Irmã Nelzi ( PSB)
Paulo Simão ( DEM)
Darlan Almeida ( PHS)
Luiz Carlos (PMDB)
Neto Sindicato (PC do B)
Ramos ( SD)

Ausentes

Aureamelia Soares ( PC do B)
Repórter Puliça ( PRB)

*Inadimplência*

Como foi colocado no blog política caxiense dias atrás, a votação do reajuste de salário dos professores deveria ter ocorrido na sessão do dia 04 e aprovada se o vereador Jeronimo não tivesse surpreendido a todos com seu pedido de vista, adiando, assim, a votação para essa semana.

*Adimplente*

Todos sabem que quando algum vereador da base do governo pede “vista” em projeto de lei vindo do executivo, é sinal que existe algumas arestas a serem aparadas.

Papo furado

O tal edil que pediu vista semana passada, usou uma das maiores classes de trabalhadores, que são os professores, para no final descobrir que ele mesmo não entende de lei e nem do regimento interno da casa do povo, sendo que ele não poderia legislar, mas, INDICAR ao executivo.

O mesmo

O mesmo vereador que pediu vista, na sessão seguinte, nesta quarta-feira, dia 04/02, argumentou que a Câmara não podia fazer outro projeto porque os vereadores não podem elaborar lei que faz referência a custos financeiros e depois votou no projeto do Prefeito.

Construção de Ponte:

A Deputada eleita Cleide Coutinho (PDT)  subiu na tribuna da  sessão ordinária da atual legislatura,(2019) e solicitou ao governador Flávio Dino a construção de uma ponte ligando os bairros Cangalheiro ao Ponte, em Caxias.

Ponte 01

Cleide Coutinho ressaltou que a cidade de Caxias é cortada em diversos pontos pelo Rio Itapecuru, o que torna necessária a existência da ponte para ligar esses bairros que são os mais populosos daquele município, possuindo vários estabelecimentos comerciais de médio e grande porte, indústrias e  diversos serviços públicos relevantes como, por exemplo, a Maternidade Carmosina Coutinho; a escola de tempo integral Aluísio; a sede da Polícia Federal e o Complexo da Cidade Judiciária composta pelas Justiças Estadual, Federal,  do Trabalho, Eleitoral e OAB. ( Blog Paulo Roberto)

Tô Fora!

Primo de Prefeito Teódulo Aragão desmente boato sobre sua candidatura. Em resposta a coluna “Caxias em off”do Jornalista  Jotonio Viana  no Jornal Pequeno. Print:

 

 

Categoria: Notícias