Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

GIRO PELO BRASIL: Mãe de estudante morto a tiros durante ataque em escola de Goiânia diz estar ‘despedaçada’

Barbara Melo fez postagem em rede social dizendo que se sente ‘despedaçada’ com morte do filho (Foto: Reprodução/Instagram)

Publicação em redes sociais da mulher pede ainda que ‘não julgue nosso filho’. Adolescente foi morto a tiros junto com colega e outros quatro ficaram feridos.

A mãe do estudante João Pedro Calembo, de 13 anos, Barbara Melo, publicou em redes sociais que está “despedaçada” após a morte do garoto durante tiros em colégio de Goiânia. Na publicação, ela pede ainda que “não julgue nosso filho”. Além do garoto, João Vitor Gomes, 13, também morreu durante o ataque e quatro colegas ficaram feridos. Um já recebeu alta de hospital e os demais seguem internados.

No texto, a mãe diz que não consegue entender a morte do filho, mas busca aceitar a perda. “. Não entendo, nunca vou entender. Não quero buscar explicações. O Senhor apenas me emprestou o João Pedro pelos melhores 13 anos da minha vida. Não julgue o nosso filho, a nossa família pelas notícias que você tem lido. Nós e a escola sabemos que não foi assim”.
Em outra rede social, a mãe do menino recebeu várias mensagens de apoio de amigos, parentes e até pessoas que não a conhecem. Todo lamentaram a morte do adolescente e desejaram força a ela e sua família.

O professor Flávio Roberto de Castro, presidente do Sindicato de Estabelecimentos Particulares de Ensino de Goiás (Sepe), informou que as atividades no Colégio Goyases, onde ocorreu a tragédia, ainda não têm data para serem retomadas. Ele ressaltou ainda que a escola vai fazer uma reunião com a comunidade para preparar os alunos e as famílias para o retorno às aulas.

Tiros

O atentado aconteceu na manhã de sexta-feira (20) em uma sala de aula do 8º ano do Colégio Goyases, no Conjunto Riviera, em Goiânia. O autor, que é filho de policiais militares, levou a pistola .40 da mãe para a escola e efetuou 13 disparos na sala de aula. João Vitor e João Paulo morreram no local e foram enterrados neste sábado (21) em cemitérios diferentes da capital.

O primeiro a ser enterrado foi João Pedro. O sepultamento ocorreu às 10h45 no cemitério Parque Memorial. Durante a cerimônia, a família fez orações e, por volta 9h, celebrou um culto em homenagem ao adolescente. O pai do garoto disse que perdoa o atirador. “Eu espero que toda a sociedade e os pais dele e os outros pais o perdoem. Temos que perdoá-lo”, disse, emocionado.

Já o corpo de João Vitor foi enterrado no Cemitério Jardim das Palmeiras, por volta das 11h20. Segundo colegas da vítima, ele e o atirador eram amigos e andavam juntos com frequência.

Feridos

Quatro estudantes ficaram feridos durante o atentado. Um deles, Hyago Marques, de 13 anos, recebeu alta do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) neste domingo (22). Antes de ser liberado, o pai do garoto, Thiago Barbosa Gomes, fez um vídeo do filho em que ele dizia estar bem até para “jogar bola”.

FONTE: https://luiscardoso.com.br/

Categoria: Sem categoria

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.