Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

CAXIAS EM FOCO: Caxias e Codó duas histórias diferentes

Existe um grande problema a ser resolvido pelo Prefeito Fábio Gentil, segundo sua entrevista hoje segunda (10), na Rádio Tropical FM, o prefeito disse ao jornalista e atual membro do governo Ricardo Rodrigues que  até o momento a prefeitura de Caxias ainda não recebeu nenhum vintém, nem do governo do estado e nem do governo federal, devido a isso se diz prejudicado para dar andamento normal a sua gestão; o prefeito disse ainda que todas as obras que ele vai dar andamento nos próximos dias são com recursos próprios e que foi preciso economizar para que pudesse sobreviver a falta de apoio dos governos, em especial do estado. Paralelamente a isso, a cidade de Codó, do mesmo porte de Caxias, que está localizada também na região dos cocais, já recebeu altas somas de recursos; só para ter uma ideia  Codó, administrada pelo Prefeito Francisco Nagib, recebeu nos seus 100 dias de governo, mais de 45 milhões de reais, para ser mais exato, R$ 45.678.962,69 (quarenta e cinco milhões, seiscentos e setenta e oito mil, novecentos e sessenta e dois reais e sessenta e nove centavos). Toda essa grana é proveniente de recursos do Governo do estado e do governo Federal.

Veja os recursos recebidos por Francisco Nagib, prefeito de Codó:

 

Qual a mágica para isso?

Para angariar esses recursos, o atual Prefeito de Codó pertencente ao PDT (12), deixou o grupo de Roseana Sarney e aderiu ao governo de Flávio Dino, Para quem não sabe, os dois mais influentes políticos da sigla partidária do PDT são: Humberto Coutinho, presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão e o principal líder da região dos cocais e o deputado Federal Weverton Rocha, presidente estadual do PDT. Weverton Rocha, é aliado de proa do governo Flávio Dino e atual postulante a uma vaga no Senado com tramite livre em Brasília, o que lhe garante uma certa habilidade em atrair recursos para as cidades que estão em sua mira de apoio para as eleições de 2018. Contrariando essa lógica, Fábio Gentil não tem nenhum representante para lhe dar apoio nesse sentido.

Recursos Próprios

Fábio Gentil que completa também 100 dias de governo, ainda não recebeu nenhum real das duas esferas de poder (Federal e Estadual), o que tem lhe deixado em situação delicada com o eleitorado, que lhe confiou os votos nas eleições de 2016. Ancorado pelo vice-prefeito Paulo Marinho Júnior do PMDB (15), aliado do grupo oposicionista Roseana Sarney, Paulinho como é conhecido, ainda não teve resultados satisfatórios em suas idas a Brasília, talvez isso se explique pelo fato do jovem não ter mandato e nem influência em nenhuma das esferas de poder. Enquanto isso, o povo de Caxias é quem está pagando o pato. Vamos aguardar para ver como o prefeito Fábio Gentil vai solucionar esse problema, que já vem se arrastando há 100 dias.

Dados econômicos: Print Marcos Silva

Categoria: Sem categoria

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.