Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

CAXIAS EM FOCO: Turistas fogem do Balneário Veneza devido ao elevado índice de poluição sonora.

                                           imagem ilustrativa

Não é de hoje que o titular do blog vem batendo nesse assunto, é necessário que os representantes legais  entrem em ação e comecem a procurar uma solução para o impasse. Muitos barraqueiros já estão cansados de reclamar pela poluição sonora que assola o balneário nos finais de semana, o que para eles é a causa principal da ausência de turistas no local. Para os que curtem um som tipo mecanizado se sentem discriminados pelos donos de bares. Então o que fazer?

Um bom local

Seria salutar se o atual prefeito Fábio Gentil saísse um pouco do seu gabinete e começasse a andar pelas ruas ouvindo os reclames do povo, foi com essa política que ele ganhou as eleições. O nosso informativo, sugestiona para o prefeito a utilização do Parque da Cidade como alternativa aos  curtidores de paredões fazendo assim um lugar especifico para a prática de som automotivo em níveis suportáveis de decibéis, obedecendo a Lei Municipal Nº 1622/06.

                                               Imagem ilustrativa

Aos infratores

Caso os proprietários não observem tais restrições, poderão sofrer penalidades que variam de multas a retenção do veiculo até ser regularizado. Segundo o Contran, o uso de equipamentos de som com volume ou frequência não autorizada constitui infração grave, conforme  previsto no Art. 228 do Código de Trânsito  Brasileiro.

Outras penalidades cabíveis

Em âmbito penal, a produção excessiva de ruído que perturbe a coletividade pode configurar a contravenção penal de Perturbação do Trabalho ou Sossego Alheios – Art. 42 do Decreto Lei 3.688/41 [1] – e, nesse caso, a mera utilização em área habitada de aparelhagem de som acima dos limites fixados, independentemente do horário, configura tal delito, oportunizando à  autoridade policial a imediata lavratura do Termo Circunstanciado de Ocorrência. Assim sendo, o motorista que se utilizar de aparelhagem de som em desacordo com as normas citadas, além da sanção administrativa, poderá incidir nas sanções da Lei de Contravenções Penais, ou seja, além da apreensão do veículo em razão da infração administrativa, ainda poderá ser processado pela contravenção citada.

Com informações: afaunanatal.wordpress.com

 

Categoria: Sem categoria

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.