Repasse Informativo | Marcos Monteiro - Repasse Informativo Caxas-MA, O Blog do Marcos Monteiro.

VOCÊ ENCARARIA? Carne de Rã

Desde à Antiguidade a carne de rã é consumida como alimento. Com o passar do tempo tornou-e uma iguaria sofisticada.
A carne de rã tem sido recomendada para o tratamento de doenças do trato gastrointestinal, alergias e para dietas de restrição a sódio, lipídios e calorias.
A pele é usada para combater e evitar a prisão de ventre e pneumonia e a gordura é usada como cicatrizante em queimaduras, como  lubrificante sexual e para a limpeza de pele.

As coxas de rã, pelo seu sabor exótico, são uma das mais apreciadas iguarias da cozinha francesa (cuisses de grenouille), da cozinha cantonense (congee) e da cozinha da Indonésia (pepes telur kodok). Em Java costuma-se consumir a pele de rã seca e frita como aperitivo.

Um insulto normalmente usado pelos britânicos é chamar os franceses de rãs (frogs), pois estes geralmente não apreciam  a iguaria.

A carne de rã é consumida normalmente na Ásia (Tailândia, Vietnam, China e Indonésia), na Europa (norte de Portugal, Espanha, Eslovênia,  Croácia, noroeste da Grécia e norte da Itália) e nas Américas (sul dos Estados Unidos, México, ilhas do Caribe e Brasil central).

Nas ilhas do Caribe, regiões do México e  do Brasil, boa parte das rãs consumidas são capturadas vivas na natureza. Os ambientalistas condenam a captura pois ela causa um desequilíbrio do ecossistema, proporcionando o aumento da população de insetos.

Consome-se anualmente no mundo cerca de 3.2 bilhões de rãs.

Indonésia é o maior exportador de rãs, como também o país de maior consumo de carne per capita. Exporta cerca de 5.000 toneladas de carne de rã por ano. Toda a criação é em cativeiro e usam as espécies rã touro gigante (Rana catesbeiana) e rã porco (Rana grylio)  Exportadores importantes são também a China e o Vietnam. O comércio mundial é estimado em 50 milhões de dólares por ano. Os maiores importadores são a França, a Bélgica e os Estados Unidos.

As normas alimentares do Judaísmo e do Islamismo não permitem o consumo de carne de rã.
No Islamismo porém, devido aos hábitos da Indonésia (o maior país muçulmano do mundo) o consumo é permitido com algumas restrições.

O transporte, comércio e consumo de rãs sem os devidos cuidados pode transmitir doenças graves e fatais através do Batrachochytrium dendrobatidis e do Ranavirus. O primeiro causa a quitridiomicose e o segundo causa infecção sistêmica.

As coxas de rã têm rico conteúdo de proteina, acidos graxos ômega-3, vitamina A, cálcio, ferro, magnésio, sódio e potássio. Cada 100 gramas  possui 69 calorias, 0,45% de gordura, 18,80% de proteínas, 1,25% de minerais e 79,50% de água.

Sua textura é um pouco mais tenra que a carne de frango e o sabor lembra a peixe.

NO BRASIL

A produção de carne de rã no Brasil é de cerca de 480 toneladas por ano.
A espécie mais criada é a rã-touro gigante (Rana catesbeiana) por apresentar maior precocidade, prolificidade e rusticidade. Cada fêmea produz de 5 a 7 mil ovos por postura. A metamorfose do girino (até virar rã) dura três meses e cerca de 30% dos girinos não completa a metamorfose ou completa mas não atinge a idade apta para o abate, que é efetuado aos sete meses quando atingem o peso de 400 gramas.

Outras espécies de rãs nativas do Brasil, como a rã-pimenta, rã-manteiga ou paulistinha, também podem ser criadas em cativeiro com menor índice de rendimento.

Os girinos se alimentam com farelo preparado de peixes ou de residuos do abate das próprias rãs (35% de proteína bruta).
As rãs são alimentadas normalmente com ração peletizada ou extrusada de peixes (40% de proteína bruta) juntamente com larvas de moscas. Geralmente os criatórios usam peneiras vibratórias pois elas só comem aquilo que se mexe.

Alguns criatórios mantêm local apropriado para criarem as moscas para a produção de larvas,que são alimentadas com leite em pó diluído em água.

Um ranário tem normalmente seis setores: Reprodução, Desenvolvimento Embrionário, Girinagem, Metamorfose, Engorda e Abate. Os bons abatedouros têm o Serviço de Inspeção Federal,que acompanham todo o processamento.

Imagens Fortes: Sete pessoas atropeladas na BR-316. Veja o Vídeo

Um acidente grave deixou pelo menos sete pessoas feridas, ao serem atropeladas na rodovia BR-316, próximo ao município de Capanema, no nordeste paraense na manhã deste sábado (23). As vítimas estavam na pista para ajudar um motociclista envolvido em um outro acidente quando foram atropeladas.

Sete pessoas atropeladas na BR-316. Veja o vídeo (Foto: via WhatsApp)

A colisão ocorreu por volta das 5h30, na entrada do ramal que dá acesso à comunidade Cinquentinha, onde havia ocorrido uma festa na noite de sexta-feira (22). Um motociclista deixava a comunidade e entrava na BR-316 quando uma carreta passou pelo local. O vácuo criado pelo veículo fez o motociclista perder o controle, caindo na pista.

Testemunhas, que também deixavam o ramal, viram a cena e atravessaram a rodovia para socorrer o condutor, ficando na pista. Uma carreta que seguia pelo sentido Belém/Capanema, na direção das pessoas, conseguiu desviar do grupo. Entretanto, um carro de passeio que ia atrás do caminhão não conseguiu desviar e atropelou sete pessoas.

As vitimas foram socorridas por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros e encaminhadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Capanema, junto com o motociclista que havia caído na pista. O carro envolvido na colisão era ocupado por um casal, que ficou no local para prestar atendimento às vítimas e se apresentou espontaneamente à polícia, onde prestou depoimento e foi liberado. O marido, que dirigia o veículo, realizou o teste do bafômetro, que apresentou resultado negativo para o consumo de álcool.

Fonte: http://www.blogdogoubery.org//via Dol

FIM DE CARREIRA: Bretas proíbe Sérgio Cabral na vida pública até os 80 anos

Ex-governador do Rio foi condenado a 45 anos e 2 meses de prisão

Bretas proíbe Sérgio Cabral na vida pública até os 80 anos

© Shana Reis / Governo do RJ

Se quiser voltar à vida pública, assumir um cargo de diretor ou membro de conselho de administração, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) vai precisar esperar até pelo menos os 80 anos de idade. O juiz federal Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Federal do Rio, impôs 45 anos e 2 meses de condenação ao peemedebista.

Deste total, a pena se divide em 24 anos pelo crime de corrupção passiva, 13 anos por lavagem de dinheiro e 8 anos e 2 meses por organização criminosa.

“Para os réus condenados pela prática do crime de lavagem de capitais, como efeito secundário da condenação, decreto a interdição do exercício de cargo ou função pública de qualquer natureza e de diretor, de membro de conselho de administração ou de gerência das pessoas jurídicas referidas no artigo 9º da Lei 9.613/98, pelo dobro do tempo da pena privativa de liberdade aplicada, consoante determina o artigo 7º, II da mesma lei”, ordenou Bretas.

Como Sérgio Cabral foi condenado a 13 anos por lavagem de dinheiro, o dobro do tempo fora da função pública alcança os 26 anos. Ele está com 54 anos de idade, ou seja, até os 80 – se até lá voltar às ruas – não poderá buscar cargo eletivo ou nenhuma função na administração.

O juiz da Lava Jato, no Rio, determinou ainda: “Decreto a interdição do exercício de cargo ou função pública pelo prazo de oito anos subsequentes ao cumprimento da pena, consoante determina o art. 2º , § 6º, da Lei 12.850/2013.”

Sérgio Cabral está preso desde novembro do ano passado. O ex-governador do Rio está custodiado em um presídio em Benfica, na capital fluminense.

Neste processo, o Ministério Público Federal apontou corrupção e lavagem de dinheiro usando obras do governo do Estado que receberam recursos federais a partir de 2007. A força-tarefa da Lava Jato, no Rio, identificou fraudes sobre as obras de urbanização em Manguinhos (PAC Favelas), construção do Arco Metropolitano e reforma do estádio do Maracanã para a Copa de 2014.

Bretas determinou que sejam mantidos presos, além de Cabral, os condenados Wilson Carlos (ex-secretário de Governo), Hudson Braga (ex-secretário de Obras) e Carlos Miranda (apontado como operador do esquema).

Mesmo também condenados, tiveram as prisões revogadas os réus Luiz Carlos Bezerra, José Orlando Rabelo, Wagner Jordão Garcia, Luiz Paulo Reis e Paulo Fernando Magalhães Pinto Gonçalves. O réu Pedro Miranda foi absolvido.

Esta é a segunda condenação de Sérgio Cabral na Lava Jato. Em junho, o juiz federal Sérgio Moro condenou a 14 anos e 2 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

O peemedebista foi acusado por propina de pelo menos R$ 2,7 milhões da empreiteira Andrade Gutierrez, entre 2007 e 2011, referente as obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), da Petrobras.

Outro lado

A defesa de Adriana Ancelmo, informou que, “inconformada com a sentença dela”, irá recorrer, assim que intimada pelos meios processuais pertinentes, “uma vez que os argumentos levantados em alegações finais, que conduziriam à sua absolvição, foram ignorados pelo juiz”.

Rodrigo Roca, que defende Sérgio Cabral, também disse que a defesa vai recorrer. “Sabemos que o juiz Marcelo Bretas, que já não tem imparcialidade para julgar nenhuma causa do ex-governador, vai condenar. De maneira que nós estamos preparando os recursos para os órgãos de jurisdição superior”, destacou. “A gente sabe que o juiz Marcelo Bretas vai condenar em tudo, porque justamente não tem mais a imparcialidade necessária para julgar nenhuma causa do Sérgio Cabral. O Tribunal ainda não decidiu sobre nosso pedido de afastamento do juiz das causas.”

FONTE: https://www.noticiasaominuto.com.br

GIRO PELO BRASIL: Antes de morrer, Marcelo Rezende teria comprado cápsulas ‘mágicas’ com nutrólogo

O apresentador teria recebido a indicação do nutrólogo através do médium João de Deus.

Resultado de imagem para foto de marcelo rezende escrevendo

Imagem ilustrativa

Revista Veja revela algo sobre Rezende e

causa polêmica nas redes sociais

A revista Veja desta semana divulgou o suposto motivo de Marcelo Rezende ter optado pelo tratamento espiritual e alimentar.

Segundo a reportagem, o apresentador teria ido até a cidade de Abadiânia, em Goiás, onde buscou socorro de um médium bastante conhecido no Brasil.

O médium João de Deus atendeu o apresentador e supostamente teria feito a indicação de um procedimento alimentar, o qual seria realizado com o nutrólogo Lair Ribeiro, que ficou conhecido no Brasil por escrever livros de autoajuda. Os médicos afirmam que a decisão de Marcelo Rezende foi sem dúvidas um dos motivos pela qual ocorreu a aceleração de sua morte, que ocorreu no último sábado (16), em São Paulo.

Uma simples taça de vinho foi o suficiente para a descoberta do câncer

Quem o acompanhava sabe que o apresentador tinha uma adega com mais de 2 mil rótulos, onde ao seu maior prazer era o vinho. Entretanto, ao beber uma taça de seus melhores vinhos, ele acabou não se sentindo muito bem.

Foi aí que o apresentador resolveu procurar um médico, que lhe receitou alguns exames, quando foi descoberto o seu grave problema de saúde.

Os resultados mostraram que o apresentador estava com câncer no pâncreas já estava avançado, prejudicando também o seu fígado. Desde esse dia, Marcelo iniciou o tratamento de quimioterapia. Ao ser divulgado publicamente a sua situação, o Brasil inteiro ficou apreensivo [VIDEO].

Com o passar dos meses, Marcelo resolveu abandonar o tratamento de quimioterapia, pois, acreditava que os procedimentos estavam lhe tirando a vida ao invés de curá-lo. Ele optou por dedica-se ao tratamento espiritual e com dietas. O apresentador afirmava ter uma melhor qualidade de vida.

Além de ir à Igreja Universal em busca da cura, o apresentador também recorreu ao médium João de Deus, onde teria ido na companhia de seu amigo e também apresentador Geraldo Luís.

João de Deus ‘revelou’ o procedimento para a possível cura de Marcelo Rezende

Segundo a revista, o médium encaminhou o apresentador para o nutrólogo Lair Ribeiro, autor de diversos livros de autoajuda de sucesso.

Lair afirmou que a cura viria através de uma dieta etogênica (com advertências de carboidratos).

Procedimento do nutrólogo chegou a render R$ 50 mil em apenas uma semana

Lair Ribeiro chegou a faturar cerca de R$ 50 mil em apenas uma semana com o tratamento de Marcelo Rezende. Ele apresentava algumas cápsulas “importadas”, que foram chamadas de “mágicas” pela revista, e também dava dicas de alimentação. Ainda segundo a revista, quando Marcelo ficou internado, ele teria ligado ao nutrólogo, que afirmou que as dores que sentia estava dentro dos requisitos para alcançar a cura.

Procurado pela revista Veja, o nutrólogo negou as acusações sobre a indicação da dieta para o apresentador, afirmando apenas que teria pedido que ele diminuísse o consumo de carboidratos.

FONTE: http://br.blastingnews.com

Caxias em Destaque: Escritor José Aroucha escolhe Caxias para o lançamento do seu livro sobre questões ambientais.

O lançamento

Uma das maiores preocupações da atualidade é sem sombra de dúvida a questão ambiental, e foi pensando nessatemática que o maranhense José Aroucha Filho escolheu Caxias para fazer o lançamento do seu livro: Meio Ambiente & Práticas Sustentáveis. O lançamento será na Academia Caxiense de Letras, hoje, dia 23 de setembro, a partir das 19 h.

A imagem pode conter: 1 pessoa, atividades ao ar livre e natureza

Foto: José Aroucha

 

Biografia do autor

 

José Aroucha é escritor, natural de São Bento do Maranhão, nasceu no dia 13 de maio de 1967, filho do casal José Aroucha e Raimunda de Lourdes Mendes. Desde cedo José Aroucha buscou sua independência intelectual e a educação era o caminho imaginado para a realização dos seus sonhos; sempre com uma palavra na ponta da língua e uma ideia na cabeça logo cedo deixou a família e caminhou sozinho em busca de conhecimentos. Na década de 90, teve seus primeiros contatos com as causas ambientais, decidido, o escritor busca em sua formação acadêmica o alicerce para seu sonho, ingressando na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), posteriormente transfere-se para Faculdade de Ciências Agrárias do Pará (FCAP), onde conclui seu curso em 1998, curso esse que lhe marcará por toda a vida.

Resultado de imagem para PLANTANDO ARVORES

O Livro (Meio Ambiente & Práticas Sustentáveis)

O livro é desenhado no campo do meio ambiente onde a preocupação com a sua degradação fez com que o autor elaborasse uma obra que atendesse de forma prática uma solução inteligente e eficiente, reunidas em uma coletânea de textos onde explana práticas ecológicas e maneiras ecologicamente corretas no trato ambiental. O livro contempla ainda, a necessidade escolar, podendo ser inserida na no currículo dos alunos levando-os a trilhar em caminhos alternativos, com práticas e manejos corretos do meio ambiente. José Aroucha escolheu Caxias para o lançamento de seu livro por se identificar com suas histórias, e é na terra dos poetas que o autor finca sua estadia para o futuro, entrando dessa forma no Panteão dos heróis do

Resultado de imagem para PLANTANDO ARVORES

Resultado de imagem para PLANTANDO ARVORES

Nenhum texto alternativo automático disponível.

 

 

GIRO PELO BRASIL: Moro vai mesmo mandar Lula para a prisão após condenação em 2ª instância

Ao determinar a prisão de dois executivos da OAS, Léo Pinheiro, e Agenor Franklin Magalhães Medeiro, condenado na Segunda Instância esta semana, o juiz federal Sérgio Moro deixou claro qual procedimento deve ser adotado imediatamente nos casos de confirmação de sentenças por parte do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. “A execução após a condenação em segundo grau impõe-se sob pena de dar causa a processos sem fim e a, na prática, impunidade de sérias condutas criminais”. Moro já condenou o ex-presidente Lula a pena de 9 anos e seis meses e aguarda apenas a confirmação de sua decisão por parte do TRF-4 para determinar a prisão imediata do ex-presidente Lula.

Na decisão divulgada nesta quarta-feira, 20, Moro ordenou a prisão sentenciados pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região a 26 anos e 7 meses de prisão corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa. “Obedecendo à Corte de Apelação, expeça a Secretaria o mandado de prisão para execução provisória das condenações de José Adelmário Pinheiro Filho e de Agenor Franklin Magalhães Medeiros”, afirmou o magistrado. Na decisão, Moro afirmou que os executivos colaboraram com a Lava Jato e decidiu deixa-los na carceragem da PF ‘para evitar riscos a ambos’. Léo Pinheiro já está preso na carceragem. O empreiteiro estava custodiado preventivamente.

Em agosto, Moro mandou prender os primeiros condenados na Lava Jato na Segunda Instância. O empresário Márcio Bonilho e o aposentado Waldomiro de Oliveira, apontado pelo Ministério Público Federal (MPF) como “laranja” do doleiro Alberto Youssef. Eles foram condenados em um dos primeiros processos da Operação Lava-Jato, que apurava o pagamento de propina para funcionários da Petrobras, após a compra de tubulações para a Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. De acordo com Moro, os dois perderam um recurso que apresentaram TRF-4.

Considerando o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) de que condenados podem ser presos após o trânsito do recurso em segunda instância. O magistrado deve adotar os mesmos procedimentos no caso de Lula, que deve ser apreciado nos próximos meses no TRF-4.

FONTE: http://jonirocha.com/

IMPERDÍVEL: Estudantes maranhenses poderão fazer estágios internacionais

Novos editais do programa do governo do estado Cidadão do Mundo incluem cooperação internacional, estágio nacional e estágio internacional.

Por: Agda Linhares

O Governo do Estado abre novas oportunidades a estudantes e pesquisadores maranhenses com o lançamento nesta quinta-feira (21), de três editais que integram o Programa Cidadão do Mundo: Cooperação Internacional, Estágio Nacional e Estágio Internacional. Com a iniciativa o governo possibilita a mobilidade acadêmica internacional e intercâmbio de conhecimento com outros pesquisadores no mundo e permite que alunos de graduação possam passar três meses aprimorando seus conhecimentos em outra instituição de ensino ou empresa do exterior. A inovação é o edital Estágio Nacional que vai permitir que alunos maranhenses possam estagiar em outras instituições dentro do país que tenham pesquisa de ponta.

As chamadas públicas, que já estão disponíveis do site da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) – www.fapema.br– foram lançadas pelo secretário da Ciência e Tecnologia, Davi Telles e pelo diretor presidente da Fundação, Alex Oliveira, durante o 1º Fórum da Rede de Assessorias para Assuntos Internacionais das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado do Maranhão – Reinter, que acontece até esta sexta-feira no auditório da Fiema.

O evento contou com as participações das reitoras da UFMA, Nair Portela, da Uemasul, Elizabeth Fernandes e do reitor da Uema, Gustavo Pereira. Os reitores do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), Jhonatan Almada e do Instituto Federal do Maranhão, Roberto Brandão Pereira, foram representados, respectivamente, por Eneida Erre e por Paulo Teixeira. Durante a cerimônia foi assinado termo de cooperação que defini o plano de ação da Reinter e reúne todas as instituições em torno da rede.

O secretário Davi Telles destacou a importância de lançar os editais durante o evento que vem de uma iniciativa comum de várias instituições estaduais e federais, congregadas pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), como o objetivo claro de afinar os programas, propostas e iniciativas de internacionalização acadêmica. “Esta ação abrange desde a internacionalização da pesquisa de alta performance, de pós-graduação, mestrado e doutorado e suas possibilidades fora do Brasil, mas também a rede de internacionalização de educação básica que também começa a surgir no Maranhão através do Cidadão do Mundo”, observou o secretário.

As novas chamadas públicas, segundo observou o diretor presidente da Fapema, representam a continuidade e incremento do Programa Cidadão do Mundo “Os editais garantem oportunidade para que os estudantes possam aprimorar seus conhecimentos. Muitos dos nossos estudantes têm interesse de fazer pesquisa em universidade como USP, UFRJ, de buscar outros conhecimentos aqui mesmo no Brasil onde temos pesquisa de ponta”, observou Alex Oliveira.

Novo momento

Os investimentos do governo no fomento à ciência, tecnologia e inovação foram ressaltados por todos os presentes. A reitora Nair Portela disse que o Maranhão vive um momento diferente, de grandes oportunidades. “Precisamos registrar isso. Temos um governo que apoia as ações para o avanço da educação, da saúde, da ciência e tecnologia. É um momento diferente do Maranhão e as instituições de ensino agradecem esse trabalho”, disse a reitora.

A fala da reitora Nair Portela foi reforçada com o depoimento da também reitora da Uemasul, Elizabeth Fernandes, que destacou a grande relevância do ato de criação da Uemasul pelo governador Flávio Dino, o que aumenta as oportunidades para os estudantes maranhenses. Ela destacou a importância do Reinter na mobilização de todas as instituições no sentido de promover a mobilidade internacional do Maranhão. A importância dessa mobilização também foi destacada pelo reitor da Uema, Gustavo Pereira.

Presentes no evento, os estudantes Paula Marques, acadêmica de Direito da Uema e Fúlcio Melo, do curso de Engenharia Civil, elogiaram a iniciativa de realização do evento e do lançamento dos editais. “É um desejo de muitos acadêmicos terem oportunidade de uma experiência internacional ou mesmo em outros centros acadêmicos como os de São Paulo.

Esses editais são importantes nesse sentido, e o fórum, um momento de tomarmos conhecimento dessas iniciativas”, disse Paula Marques. “Estou aqui para conhecer as oportunidades que o governo e as instituições de ensino têm para nós acadêmicos”, completou Fúlcio Melo.

Neste primeiro dia do evento eles participaram das palestras “Programas de Apoio à Mobilidade Acadêmica do Governo”, ministrada pela assessora de Relações Internacionais da Secti, Fabiana Moura e do coordenador de Inovação e Empreendedorismo da Fapema, Maurício Sá.

O evento continua nesta sexta-feira (22), a partir das 9h, com mesa-redonda, palestras e workshops.

CAXIAS EM DESTAQUE: Humberto Coutinho recebe membros do Conselho Estadual de Educação

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Humberto Coutinho (PDT), recebeu, nesta quinta-feira (21), a visita de membros do Conselho Estadual de Educação (CEE). O órgão colegiado foi homenageado em sessão solene na AL. O reconhecimento foi proposto pelo deputado Professor Marco Aurélio (PCdoB).

O Conselho Estadual de Educação vem contribuindo de forma expressiva para a melhoria da qualidade da educação maranhense e dos indicadores do Estado. “A educação liberta e dignifica as pessoas. E, por isso, eu acho que a homenagem da Assembleia é muito justa para o Conselho Estadual de Educação”, disse o professor Bastos Ramos, presidente do CEE.

O presidente Humberto Coutinho se disse grato pela visita e elogiou o trabalho do Conselho. “O Conselho Estadual de Educação é um conselho respeitado, que luta pela melhoria da educação. Fiquei muito satisfeito em ter falado com pessoas tão competentes como eles”, afirmou.

FONTE: https://luiscardoso.com.br

CONCURSO: Edital para o concurso da Polícia Militar sai até o dia 30, diz Flávio Dino

O governador Flávio Dino confirmou nesta quinta-feira (21) que o edital do concurso para a Polícia Militar vai sair até o dia 30 deste mês. “É também uma forma de gerar empregos”, disse durante entrevista à Rádio 92,3 FM.

O concurso vai ampliar o número de policiais no Estado, que já chegou ao recorde de 12 mil profissionais com as nomeações feitas a partir de 2015.

O governador anunciou que, depois do edital da PM, serão lançados os da Policia Civil e do Detran. Flávio lembrou que o do Procon já foi lançado

Flávio também contou que vai entregar mais 47 viaturas nesta sexta-feira (22), chegando à marca de 730 desde 2015. “É o maior número da história do Maranhão”, disse o governador.

Na entrevista, Flávio tratou de diversos assuntos, entre eles o de como administrar o estado em meio a uma severa crise econômica nacional: “É preciso, além de ter vontade de as coisas funcionarem bem, ter planejamento para que os poucos recursos disponíveis sejam usados em prol da população”.

“Temos preocupação com a responsabilidade fiscal. Não pode gastar mais do que arrecada, tem que arrecadar bem e com justiça. Quem pode mais paga mais, quem pode menos paga menos”, acrescentou.

“Em vez de um governo de poucos, temos um governo voltado para os interesses maiores da população. Mesmo quem não gosta do nosso governo reconhece que é um governo com seriedade na escolha das prioridades, que busca fazer as coisas certas, que há muita disciplina.”
Fonte: Ascom